Foco e Escopo

A Zetetiké é uma publicação institucional da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (em parceria editorial com a UFF), tendo como objetivo contribuir, de um lado, para o desenvolvimento da pesquisa na Área da Educação Matemática e, de outro, para a formação de pesquisadores dessa Área, mediante intercâmbio e divulgação de pesquisas e estudos realizados por educadores matemáticos vinculados a instituições brasileiras ou estrangeiras.

Assim, com esse escopo, a Zetetiké publica artigos inéditos de estudos e pesquisas sobre temas e problemas de natureza acadêmica ou profissional, sob múltiplas abordagens metodológicas – empíricas ou de campo, ensaios teóricos ou estudos histórico-filosóficos -  relacionados ao ensino e à aprendizagem da matemática em todos os níveis de ensino, à formação de professores que ensinam matemática, às práticas matemáticas na escola, na universidade e em outras atividades sociais, entre outras. Além disso, a Zetetiké pode ser composta por artigos encomendados, números temáticos e por artigos de demanda regular, podendo ser escritos e publicados em língua portuguesa, espanhola e inglesa.

Portanto, é com prazer que convidamos a todos os interessados a submeter, para a revista Zetetiké, artigos, artigos-entrevistas, e resenhas relativos a esse escopo.

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação e revisão das propostas de trabalhos a serem publicados na Zetetiké é conduzido e controlado pela Coordenação Editorial que é composta pelo Editor Chefe, pelo Editor Associado e por três Editores Assistentes. Esse processo tem o propósito de garantir a qualidade científica e acadêmica da Revista e também a aprendizagem e o desenvolvimento dos pesquisadores e da comunidade científica da Área de Educação Matemática.

Todos os trabalhos submetidos passam por uma primeira fase de avaliação, denominada de pré-avaliação, com a finalidade de verificar se o texto proposto:

a)      Atende ao escopo acadêmico da Revista;

b)      Está de acordo com as normas da Revista;

c)      Reúne as condições mínimas de ser aprovado pelos pares.

E decidir se a proposta de publicação deve ser:

  • devolvida ao(s) autor(es) para adequação às normas da Revista;
  • devolvida simplesmente por não atender ao escopo da Revista ou não reunir as condições mínimas de ser aprovado pelos pares;
  • encaminhada à avaliação dos pares, sugerindo nomes, ao editor chefe, dentre os membros Conselho de Pareceristas da Revista.
  • A avaliação, relativa à segunda fase, compreende a avaliação de pelo menos dois pareceres ad hoc, membros do Conselho Colsultivo da Revista ou do Conselho de Pareceristas que tenham conhecimento e um histórico de estudo e pesquisa na temática ou problemática do artigo. Os principais critérios dessa avaliação são:

1)    relevância, atualidade e originalidade do tema ou problema;

2)    clareza na explicitação do problema e do propósito do estudo, focalizando-os e discutindo-os de maneira fundamentada, embasada e aceitável sob o ponto de vista científico-acadêmico;

3)    articulação entre as perspectivas teóricas e metodológicas da pesquisa com produção de análises e resultados consistentes e plausíveis;

4)    contribuições do estudo para a prática da pesquisa acadêmica em educação e/ou para a prática educativa atual.

Se os dois pareceres forem convergentes, tanto pela aprovação quanto pela não aprovação de sua publicação na Revista, cabe aos editores consolidar a avaliação e comunicar ao(s) autor(es) o resultado.  Caso a proposta receba avaliação contraditória, isto é, tenha sido aprovado para publicação por um dos avaliadores e negado por outro, um dos editores Assistentes, fará um terceiro e definitivo parecer, levando em consideração as duas avaliações realizadas e sua própria avaliação do artigo submetido.   Os pareceristas assistentes também auxiliam os editores Chefe e Associado na conferência das revisões dos artigos feitos pelos autores, a partir de recomendações das revisões acadêmicas (emitidas pelos pareceres dos pares) e técnicas (revisão ortográfica ou das normas técnicas de publicação, segundo a APA). Ao final desse processo de avaliação e revisão, são previstas três alternativas de resultado:

  • publicar o trabalho tal como foi submetido;
  • publicar condicionalmente, após revisões não estruturais ou radicais;
  • recusar a publicação na Revista.

Os autores têm 15 dias, após serem informados, para apresentar a versão definitiva do artigo, acrescentando as informações e reformulações necessárias. 

Periodicidade

A Zetetiké a partir do volume 27 de 2019 passa a adotar o sistema de publicação contínua (rolling pass), tornando a publicação do artigo mais rápida. Publicaremos os artigos aprovados em vários conjuntos em um volume por ano. O sumário completo e o editorial serão publicados junto com o último conjunto de artigos do volume.

Estrato Qualis-CAPES / Qualis-CAPES Evaluation (2013-2016)


Fonte: Sucupira/Qualis, 2017.

Licenciamento de Conteúdo/Content License

A publicação Zetetiké, adota a política de licenciamento de seu conteúdo pela política do Creative Commons sob a licença:

Taxas para submissão e publicação de textos / Fees for submission and publication of texts

A Zetetiké não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download. A publicação é totalmente gratuita.

Declaração de Ética na Pesquisa e Boas Práticas / Statement of Ethics in Research and Best Practices

A Zetetiké (Faculdade de Educação/UNICAMP), ISSN eletrônico 2176-1744, dedica-se a cumprir as boas práticas no que diz respeito à conduta moral condizente com a editoração cientifica de periódicos. A prevenção da negligência também é uma responsabilidade crucial do editor e da equipe editorial: qualquer forma de comportamento antiético, bem como o plágio em qualquer instância, não é aceito na Zetetiké. Os autores que enviam artigos para a revista declaram que seu conteúdo é original e garantem que o trabalho não foi publicado nem está em processo de revisão/avaliação em nenhum outro periódico. Em cada número.

Fonte: Declaração baseada na revista Educação (UFSM)

Integridade e Prevenção de Plágio / Integrity and Prevention of Plagiarism

Como parte das ações de valorização da integridade acadêmica e prevenção do plágio nas das publicações credenciadas no Portal, a revista Zetetiké, adota o serviço de identificação de similaridade de textos utilizando como base, a plataforma Turnitin implantada na Universidade desde novembro de 2016.

Histórico do periódico

A revista Zetetiké foi fundada em 1993, tendo como objetivo divulgar a produção acadêmica ligada à área de Educação Matemática, tanto do Brasil como do exterior. Até o ano de 2015, foi uma revista semestral e esteve vinculada exclusivamente à FE/Unicamp, e mais especificamente ao Círculo de Estudo, Memória e Pesquisa em Educação Matemática (CEMPEM) da Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e aos Grupos de Pesquisa HIFEM, PHALA e PRAPEM.
A partir de 2016, a Revista Zetetiké passou ser uma publicação com periodicidade quadrimestral, envolvendo parceria editorial entre a Faculdade de Educação da Unicamp (FE/Unicamp) e a Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (FEUFF), sendo publicados três números anuais. O primeiro corresponde aos meses de janeiro a abril. O segundo, aos meses de maio a agosto. E o terceiro aos meses de setembro a dezembro. Geralmente um destes números é um número especial temático, para o qual são convidados editores especialistas na temática.

O objetivo atual da Revista Zetetiké é contribuir, de um lado, para o desenvolvimento da pesquisa na Área da Educação Matemática e, de outro, para a formação de pesquisadores dessa Área, mediante intercâmbio e divulgação de pesquisas e estudos realizados por educadores matemáticos vinculados a instituições brasileiras ou estrangeiras.

Assim, com esse escopo, a Zetetiké publica artigos inéditos de estudos e pesquisas sobre temas e problemas de natureza acadêmica ou profissional, sob múltiplas abordagens metodológicas – empíricas ou de campo, ensaios teóricos ou estudos histórico-filosóficos -  relacionados ao ensino e à aprendizagem da matemática em todos os níveis de ensino, à formação de professores que ensinam matemática, às práticas matemáticas na escola, na universidade e em outras atividades sociais, entre outras. Além disso, a Revista pode ser composta por artigos encomendados, números temáticos e por artigos de demanda regular, podendo ser escritos e publicados em língua portuguesa, espanhola e inglesa.

Portanto, é com prazer que convidamos a todos os interessados a submeter, para a Revista Zetetiké, artigos, artigos-entrevistas, e resenhas relativos a esse escopo.

A Zetetiké possui um Conselho Editorial, constituído pela Coordenação Editorial e pelo Conselho Consultivo, e um Conselho de Pareceristas. Os Conselhos Editorial e de Pareceristas são formados por intelectuais, pesquisadores ligados à área da Educação Matemática, oriundos de diferentes países, considerando a diversidade de abordagens e perspectivas teóricas. Esses Conselhos têm a atribuição de avaliar e revisar as propostas submetidas de artigos, podendo sugerir melhorias. Além disso, o Conselho Consultivo têm também a atribuição de sugerir reformulações sobre a política e o processo editorial da Revista Zetetiké, sobretudo modificações e adequações sobre o processo editorial, revisar ou indicar pareceristas para avaliação de artigos, sugerir e aprovar números temáticos, podendo, inclusive, assumir eventualmente a editoração e organização de um desses números.

Catalogação na Publicação elaborada por: Gildenir Carolino Santos - CRB-8ª/5447