Por que a sociedade brasileira precisa de um licenciado em dança para seu ensino em uma perspectiva artística e inclusiva?

Autores

  • Elisabeth Bauch Zimmermann Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Carla de Assis Ribeiro Universidade Estadual de Campinas
  • Tania de Carvalho Fonseca Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v7i0.8653817

Palavras-chave:

Dança inclusiva, Deficientes visuais, Idosos, Ensino de dança

Resumo

Encontra-se aqui um estudo sobre o ensino inclusivo da dança, com foco em dois grupos específicos: idosos e deficientes visuais - com os quais as pesquisadoras trabalharam em suas práticas pedagógicas. Este trabalho parte da educação inclusiva, estudando o ensino para aqueles que nem sempre tiveram acesso à dança, por conta de deficiências ou restrições físicas decorrentes de processos naturais ou adquiridos. Com isso busca-se ampliar as possibilidades de atuação no ensino da dança e, principalmente, evidenciar os benefícios da formação da licenciatura em dança  para que os professores atuem em uma perspectiva inclusiva. O trabalho contém também, reflexões a respeito das transformações pessoais e coletivas nos indivíduos envolvidos nesses processos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisabeth Bauch Zimmermann, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Saúde Mental pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Docente do Departamento de Artes Corporais da Universidade Estadual de Campinas.

Ana Carla de Assis Ribeiro, Universidade Estadual de Campinas

Bacharel e Licenciada em Dança pela Universidade Estadual de Campinas.

Tania de Carvalho Fonseca, Universidade Estadual de Campinas

Bacharel e Licenciada em Dança pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

ANDRAUS, M. B. M., FONSECA T. C. Propriocepção e consciência corporal para pessoas com deficiência visual. FAPESP Proc.2014/21807-2. Campinas, 2016.

BEAUVOIR, S. (1970). A Velhice. Trad. Maria Helena de Franco Martins. Editora Nova Fronteira (Rio de Janeiro). 1990.

BERTAZZO, I. A importância da dança na formação do cidadão (2003). Disponível em: https://culturaecurriculo.fde.sp.gov.br/Administracao/Anexos/Documentos/420100823115851A%20import%C3%A2ncia%20da%20dan%C3%A7a%20na%20forma%C3%A7%C3%A3o%20do%20cidad%C3%A3o.pdf Acesso em: 25/10/2018.

BRASIL. Dados sobre o envelhecimento no Brasil. Coordenação Geral dos Direitos do Idoso (Secretaria de Direitos Humanos). 2011. Disponível em http://www.sdh.gov.br/assuntos/pessoa-idosa/dados-estatisticos. Acesso em 03/11/2016.

CAZÉ, C. M. de J. O., OLIVEIRA, A. da S. Dança além da visão: possibilidades do corpo cego. Pensar a prática (Goiânia), v. 11, n. 3, 2008. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/viewArticle/3592 Acesso em 10/9/2014.

FIGUEIREDO, V. M. C., TAVARES, M. da C. G. C. F., VENÂNCIO, S. Olhar para o corpo que dança: um sentido para a pessoa portadora de deficiência visual. Movimento (Porto Alegre), ano V, n. 11, 1999.

LIMA, M. D., JAEGER, A. A. Dançando a corporeidade da criança com Síndrome de Down. Santa Maria: Revista Kinesis. p.96-186. Nov. 2002.

NUNES, S. M. Fazer dança e fazer com dança: perspectivas estéticas para os corpos especiais que dançam. PONTO DE VISTA , Florianópolis, n. 6/7, p. 43-56, 2004/2005.

STUART, I. A Experiência do Judson Dance Theater. In: PEREIRA, R.; SOTER, S. (Org.). Lições de Dança 1. Rio de Janeiro: UniverCidade. 1997. pp. 191-203.

Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance. Dance towards well-being in the Third Age. Commisioned by the London Thames Gateway Dance Partnership. Inglaterra: Londres. 2010. Disponível em: http://www.trinitylaban.ac.uk/news/latest-news/dancing-towards-wellbeing-third-age. Acesso em 17/11/2016.

VIEIRA, S. P. O Bem Estar Subjetivo em Nonagenários: um estudo qualitativo. Campinas. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da Faculdade de Ciências Médicas/FCM-Unicamp, 2009.

VITTA, A. Atividade Física e Bem-Estar na Velhice. In: NERI, A. L.; Freire, S. A. (Org.). E por falar em boa velhice. Campinas - SP. Papirus. 2000. pp. 81-89.

Downloads

Publicado

2018-10-31

Como Citar

Zimmermann, E. B., Ribeiro, A. C. de A., & Fonseca, T. de C. (2018). Por que a sociedade brasileira precisa de um licenciado em dança para seu ensino em uma perspectiva artística e inclusiva?. Conceição/Conception, 7, 3–22. https://doi.org/10.20396/conce.v7i0.8653817