Organismo, corpo e linguagem na educación corporal

una mirada crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v19i1.8661452

Palavras-chave:

Corpo, Linguagem, Educação física

Resumo

Objetivo: Neste artigo, discuto a relação entre a linguagem e o corpo na Educação Corporal. Método: Para tanto, analiso os escritos de Ricardo Crisorio, da Universidade de La Plata (Argentina), e Raumar Rodríguez Giménez, da Universidade da República (Uruguai), considerados como os dois mais importantes representantes daquela orientação em seus países. Resultados: Após oferecer uma descrição de suas perspectivas, reflito sobre dificuldades e desafios que a acometem. Considerações Finais: Com isto, tenho a oportunidade também de discutir outra compreensão a respeito da relação entre a linguagem e o corpo na Educação Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Quintao de Almeida, Universidade Federal do Espírito Santo

Pós-doutorado na Universidade de Strathclyde, em Glasgow/Escócia. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Espírito Santo.

Referências

ALMEIDA, Felipe Quintão. Educação física, corpo e epistemologia: uma leitura com o filósofo José Nuno Gil. Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau, v. 7, n. 2, p. 329-344, 2012.

ALMEIDA, Felipe Quintão; EUSSE, Karen Lorena Gil. Educação Corporal: uma análise comparada entre Argentina e Colômbia. Educación Física y Ciencia, v. 20, p. 1-14, 2018.

ALMEIDA, Felipe Quintão; EUSSE, Karen Lorena Gil. Educação, linguagem e corpo. Revista Brasileira de Educação Física escolar, ano 5, v. 3, p. 46-57, 2020.

ANDRIEU, Bernard; NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. A emersiologia do corpo vivo na dança contemporânea. Holos, v. 3, p. 371-384, 2016.

ARAÚJO, Arthur. Intencionalidade e Umwelt. Filosofia Unisinos, v. 19, p. 105-120, 2018.

BETTI, Mauro. Corpo, motricidade e cultura: a fundação pedagógica da educação física sob uma perspectiva fenomenológica e semiótica. 2006. Relatório de pesquisa apresentado ao Departamento de Educação Física da Faculdade de Ciências. Bauru, 2006.

BETTI, Mauro. O que a semiótica inspira ao ensino da educação física. Discorpo, n. 3, p. 25-45, 1994.

BRACHT, Valter. Educação física e ciência: cenas de um casamento (in)feliz. Ijuí: Unijuí; 1999.

BRACHT, Valter. A Educação Física escolar no Brasil: o que ela vem sendo e o que pode ser (elementos de uma teoria pedagógica para a Educação Física). Ijuí: Unijuí, 2019.

BRACHT, Valter; ALMEIDA, Felipe Quintão. Pedagogia crítica da educação física: dilemas e desafios na atualidade. Movimento, v. 25, e25001, p. 1-15, 2019.

BRANDSTETTER, Gabriele. Dança como cena-grafia do saber. Urdimento: revista de estudos em arte cênica, n. 19, p. 101-11, 2012.

CAMPOS, Laura Maria. Epistemologias somáticas na dança contemporânea: um percurso de ‘ontologia frágil’ em filiações a-históricas. Repertório, ano 21, n. 31, p. 62-86, 2018.

CORREIA, Elder; ALMEIDA, Felipe Quintão. Por uma educação física da ordem da potência: o que pode o corpo em movimento? Motrivivência, v. 31, n. 56, p. 1-19, 2020.

COSTA, Marcelo Adolfo Gomes Duque; ALMEIDA, Felipe Quintão de. O corpo intensivo e a Educação Física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 40, n. 1, p. 3-9, 2018.

CRISORIO, Ricardo. Constructivismo, cuerpo y lenguaje. Educación Física y Ciencia, La Plata, 4, p. 75-81, 1998.

CRISORIO, Ricardo. Educação Física e identidade: conhecimento, saber e verdade. In: BRACHT, Valter; CRISORIO, Ricardo. A Educação Física no Brasil e na Argentina: identidade, desafios e perspectivas São Paulo: Autores Associados, 2003. p. 31-54.

CRISORIO, Ricardo. Homero y Platón: dos paradigmas de la educación corporal. 2010. Tesis de posgrado (Doctor en Ciencias de la Educación) – Universidad Nacional de La Plata. Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, La Plata, 2010.

CRISORIO, Ricardo. L. Homero y Platón: dos paradigmas de la educación corporal. Educación Física y Ciencia, ano 13, p. 77-98, 2011.

CRISORIO, Ricardo. Educación Corporal. Cadernos de Formação da RBCE, p. 9-19, 2013.

CRISORIO, Ricardo. De una semiótica a una hermenéutica en la investigación de las prácticas corporales. Poiesis, v. 8, n. 14, p. 334-347, 2014.

CRISORIO, Ricardo. Actividad(es) física(s) versus prácticas corporal(es). In: GALAK, Eduardo. Cuerpo, educación, política: tensiones epistémicas, históricas y prácticas. Buenos Aires: Editorial Biblos, 2015a. p. 21-39.

CRISORIO, Ricardo. La teoría de las prácticas. In: CRISORIO, Ricardo. Ideas para pensar la educación del cuerpo La Plata: Edulp, 2015b. p. 14-21.

CRISORIO, Ricardo. ¿Un cuerpo incorporal? In: CRISORIO, Ricardo; ESCUDERO, Carolina. Educación del cuerpo: currículum, sujeto y saber La Plata: Universidad Nacional de La Plata, Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, 2017. p. 179-189.

CRISORIO, Ricardo. Prácticas corporales. In: CRISORIO, Ricardo; BIDEGAIN, Liliana Rocha; LESCANO, Agustin. Enseñanza y educación del cuerpo. La Plata: Edulp, 2020. p. 42-53.

DOMENICI, Eloisa. O encontro entre dança e educação somática como uma interface de questionamento epistemológico sobre as teorias do corpo. Pro-Posições, v. 21, n. 2, p. 69-85, 2010.

FELICIO, Pedro Fernando Viana; MANOEL, Edison de Jesus. A natureza das ações encarnadas/incorporadas e situadas e suas implicações para o estudo do desenvolvimento humano. In: BRESCIANI FILHO, Ettore; D'OTTAVIANO, Itala Lofredo; GONZALEZ, Maria Eunice; PELLEGRINI, Ana Maria; ANDRADE, Ramon Capelle. Auto-organização: estudos interdisciplinares. Campinas: Editora da Unicamp, 2014. v. 66, p. 189-231.

FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. O que significa aprender no âmbito da cultural corporal de movimento? Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau, v. 7, n. 2, p. 320-328, maio/ago., 2012.

FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo; PICH, Santiago. Ontologia pós-metafísica e o movimento humano como linguagem. Impulso, v. 22, n. 53, p. 25-36, 2012.

GAMA, Jairo de Almeida. Subjetividade e afeto em Zizek e Johnston: controvérsias em torno da relação psicanálise e neurociências. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 26, n. 1, p. 137-156, 2016.

GIL, José. A imagem-nua e as pequenas percepções: estética e metafenomenologia. Lisboa: Relógio d’água, 1996.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. Saber del cuerpo: una exploración entre normalismo y universidad en ocasión de la educación física (Uruguay, 1876-1939). 2012. 261 p. Tesis (Maestría en Enseñanza Universitaria) - Universidad de la República, Uruguay, 2012.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. Por una lectura política de la relación cuerpo-educación-enseñanza. Polifonías. Revista de Educación, ano 3, n. 5, p. 128-143, 2014a.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. Apuntes sobre la cuestión del cuerpo, la crítica y la educación contemporánea. Poiésis, v. 8, n. 14, p. 290-301, 2014b.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. Saber do corpo: entre o político e a política. 2016a. 261 p. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016a.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. ¿Qué quiere decir darle lugar al cuerpo en una política educativa? A propósito de algunos equívocos respecto del materialismo. In: BEHARES, Luís; GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. VII Encuentro Internacional de Investigadores en Políticas Educativas. Montevideo: Udelar y AUGM, 2016b. p. 207-213.

GIMÉNEZ, Raumar Rodríguez. Sobre el saber y el conocimiento del cuerpo en la educación física: elementos para un balance a partir de la experiencia uruguaya. Revista da ALESDE, v. 9, n. 2, p. 52-64, 2018.

LACAN, Jacques. Función y campo de la palabra y del lenguaje en psicoanálisis. In: LACAN, Jacques. Escritos 1. México: Siglo XXI, 1979. p. 59-139.

LACAN, Jacques. El seminario de Jacques Lacan: libro 10. Buenos Aires: Paidós, 2006.

LACAN, Jacques. El Seminario de Jacques Lacan: libro 17. Buenos Aires: Paidós, 2008.

LEITE, Ana Rita Nicoliello Lara. Yvonne Rainer e os fins da dança: corpo, consciência e educação somática. Doispontos, v. 15, n. 2 p. 125-133, 2018.

MANOEL, Edison de Jesus. Formação de professores: a necessidade da experiência, a experiência da complementaridade. In: GIMENEZ, Roberto; SOUZA, Maurício Teodoro de. Ensaios sobre contextos da formação profissional em educação física. Várzea Paulista: Editora Fontoura, 2011. p. 99-126.

MANOEL, Edison de Jesus. Sobre conhecimento, ação motora e educação física. In: MANOEL, Edison de Jesus; DANTAS, Luiz Eduardo. A construção do conhecimento na educação física escolar: Ensaios e experiências. Curitiba: Editora CRV, 2017, v. 1, p. 15-32.

NIETZSCHE, Friedrich. Obras incompletas. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. Merleau-Ponty: o corpo como obra de arte. Princípios, Natal, v. 7, n. 8, p. 95-108, 2000.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. Qual o lugar do corpo na educação? Notas sobre conhecimento, processos cognitivos e currículo. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 91, p. 599-615, 2005.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. Merleau-Ponty o corpo como obra de arte e a inexatidão da verdade. Revista Cronos, Natal, v. 9, p. 393-403, 2008.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. Uma fenomenologia do corpo. São Paulo: Livraria Editora da Física, 2010.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia. A ontologia do ser selvagem em Merleau-Ponty e a paixão segundo Clarice Lispector: Encontros entre Filosofia e Literatura. Revista Estudos Filosóficos, v. 13, p. 15-33, 2014.

ORTEGA, Francisco. O corpo incerto: corporeidade, tecnologias médicas e cultura contemporânea. Rio de Janeiro: Garamond, 2008.

PICH, Santiago; SILVA, Sidinei; FENSTERSEIFER, Paula Evaldo. Cuerpo lenguage y (bio) política: los giros del cuerpo y su educación en la alta modernidad. In: GALAK, Eduardo; GAMBAROTTA, Emiliano. Cuerpo, educación, política: tenciones epistémicas, históricas y práticas. Buenos Aires: Biblos, 2015. p. 59-73.

PICH, Santigo; GHIDETTI, Filipe Ferreira; BASSANI, Jaison José. As derivas do corpo e sua educação: dos seus saberes e das suas artes. In: GALAK, Eduardo; ATHAYDE, Pedro; LARA, Larissa. Por uma epistemologia da educação dos corpos e da Educação Física. Natal: EDUFRN, 2020. p. 49-61.

PORTER, Luis. La palabra corporizada. Pro-Posições, Campinas, v. 21, n. 2 (62), p. 19-36, 2010.

RABELLO, Ernesto Grillo; YONEZAWA, Fernando Hiromi; LOUZADA, Ana Paula Figueiredo. O yoga como prática de áskesis. Motrivivência, v. 30, n. 55, p. 208-226, 2018.

SHUSTERMAN, Richard. Thinking through the body, educating for the humanities: a plea for Somaesthetics. The Journal of Aesthetic Education, v. 40, n. 1, p. 1-21, 2006.

SOUZA, José Crisóstomo. O mundo bem nosso: antirrepresentacionismo poiéticopragmático, não linguístico. Cognitio, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 335-360, 2015.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Filiação. Novos Estudos do Cebrap, São Paulo, n. 77, p. 91-126, 2007.

ZIZEK, Slavoj. A visão em paralaxe. São Paulo: Boitempo, 2008.

Downloads

Publicado

2021-06-10

Como Citar

ALMEIDA, F. Q. de. Organismo, corpo e linguagem na educación corporal: una mirada crítica. Conexões, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. e021019, 2021. DOI: 10.20396/conex.v19i1.8661452. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8661452. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ: Educação Física, Linguagem e Corpo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)