Educação popular na América Latina no novo milênio: impactos do novo paradigma

Autores

  • Maria da Glória Gohn Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v4i1.613

Palavras-chave:

Educação popular. Tendências. Fundamentos. Áreas temáticas. Práticas e inovações.

Resumo

O trabalho objetiva realizar um balanço da trajetória das ações, práticas e políticas pedagógicas da educação popular na América Latina, nas últimas décadas. Destacam-se as novas tendências, seus fundamentos, as novas áreas temáticas, suas práticas e inovações. Destacam-se também suas inovações no campo da educação não-formal e as articulações com a educação formal. Analisa-se a contribuição e o papel do método de Paulo Freire nesta trajetória. As questões básicas abordadas são: o que mudou no novo paradigma? Como tem interferido, na área da educação popular, as mudanças na economia globalizada e a conjuntura sociopolítica do país e suas políticas sociais de corte neoliberal? Como tem atuado, na educação popular, o setor organizado da sociedade civil, portador de novas formas de associativismo, expressas em Ongs do Terceiro Setor e em novíssimos movimentos sociais? Qual foi o papel do processo de conscientização, previsto na método freireano, no desenvolvimento atual da educação popular na América Latina? Quais são as contribuições e perspectivas para a educação popular para o novo milênio?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Glória Gohn, Universidade Estadual de Campinas

Professora Titular da Faculdade de Educação da UNICAMP, coordenadora do GEMDEC (Grupo de Estudos sobre Movimentos Sociais, Educação e Cidadania), pesquisadora I do CNPQ

Referências

CALDART, Rosely. Educação em movimento. Petrópolis: Vozes, 1997

CALDART, Rosely. Pedagogia do movimento sem terra. Petrópolis: Vozes, 2000.

DAM, Anke van, MARTINIC, Sérgio e PETER, Gerhard. Educación Popular en América Latina- Crítica y perspectivas. CESO Paperback n. 12. Santiago do Chile, CESO, 1991.

DAM, Anke van. e MARTINIC, Sérgio. 1996. Educación popular en América Latina. Documentos CIDE n. 13. Santiago do Chile: CIDE, 1996.

FILMUS, DANIEL. Educación y desigualdad en America Latina de los anos 90: Una Nueva decada perdida? Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Exclusão e Cidadania. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1999.

GADOTTI, Moacir. “Educación popular en América Latina” In: DAM, Anke van; MARTINIC, Sérgio. 1996. Educación popular en América Latina. Documentos CIDE n. 13. Santiago do Chile: CIDE, 1996.

GADOTTI, Moacir. Escola pública popular: Educação popular- Utopia Latino-americana. São Paulo: Cortez/ Edusp, 1994.

GADOTTI, Moacir; ROMÃO, José E. (Org.). Educação de Jovens e adultos. São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire, 1995.

GADOTTI, Moacir. (Org.) Paulo Freire: uma bibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

GADOTTI, Moacir. Paulo Freire: da pedagogia do oprimido à ecopedagogia. Cadernos Pensamento Paulo Freire. São Paulo. Instituto Paulo Freire, 1999a.

GADOTTI, Moacir. (Coord). Projeto Carta da Terra. São Paulo: IPF, 1999b.

GADOTTI, Moacir. TORRES, C. Paulo Freire: A Homage. Instituto Paulo Freire. (Internet), 1998.

GAJARDO, Marcela. La conscientización en América Latina: Una revisión crítica. Educação popular-Utopia Latino-americana. São Paulo, Cortez/Edusp, 1994.

GAJARDO, Marcela. 1999. Reformas educativas em América Latina. Balance de una década. Santiago do Chile, CIDE/PREAL, 1999.

GARRETÓN, Manuel Antonio (1999). “Cidadania, integração nacional e educação: ideologia e consenso na América Latina” In: Albala-Bertrand (Org.). Cidadania e educação. Campinas: Papirus, 1999, p. 87-102.

GENTILI, Pablo (org.) Pedagogia da exclusão. 3a.ed.Petrópolis: Vozes, 1995.

GOHN, Maria da Glória. Teorias dos movimentos sociais. São Paulo: Loyola, 1997 a.

GOHN, Maria da Glória. Os sem-terra, ONGs e cidadania. São Paulo: Cortez, 1997b.

GOHN, Maria da Glória. Movimentos Sociais e educação. 3.ed. São Paulo: Cortez, 1999a.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal e cultura política. São Paulo: Cortez, 1999b.

GOHN, Maria da Glória. MST e a mídia. Revista CEAS, n. 179, Salvador: CEAS, 1999c.

GOHN, Maria da Glória. Os sem-terra e os desafios da participação popular no meio rural brasileiro ao final do milênio. In: Caderno CRH, n. 28, Salvador, Ed. Universidade Federal da Bahia, 1999d.

GOHN, Maria da Glória. Educação, trabalho e lutas sociais. In: GENTILLI, Pablo e FRIGOTTO, Gaudêncio.(Org.). A Cidadania negada- Políticas de Exclusão na educação e no trabalho. Buenos Aires: CLACSO, 2000a.

GOHN, Maria da Glória. Mídia, terceiro setor e MST. Nova Friburgo: Vozes, 2000b.

JARA, Oscar. El reto de teorizar sobre la prática para transformala. In: Educação popular- Utopia Latino-americana. São Paulo: Cortez/Edusp, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970

FREIRE, Paulo. Conscientização – Teoria e prática da libertação. Uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 4.ed São Paulo: Moraes, 1980.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra1992.

FREIRE, Paulo. Política e educação. São Paulo, Cortez, 1993a.

FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não. São Paulo: Olho D’água, 1993b.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho D’água, 1995.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998.

MEJÍA, Marco R. La educación popular en América Latina: en busca del rigor para definir su calidad. In: DAM, Anke van, MARTINIC, Sérgio e PETER, Gerhard. Educación Popular en América Latina- Crítica y perspectivas. CESO Paperback n. 12. Santiago do Chile, CESO, 1991.

STÉDILE, João P. (Org). A reforma agrária e a luta do MST. Petrópolis: Vozes, 1997.

STÉDILE, João P. ; FERNANDES, Bernardo M. 1999. Brava gente: A trajetória do MST e a luta pela terra no Brasil. São Paulo: Perseu Abramo, 1999.

TORRES, Carlos Alberto. A política da educação não-formal na América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

TORRES, Carlos Alberto. Educação de adultos e educação popular na América Latina. In: Educação popular- Utopia Latino-americana. São Paulo: Cortez/ Edusp, 1994.

YAMASAKI, Alice A. et al.. Educação de jovens e adultos- uma perspectiva freireana. Cadernos de EJA. n. 2. Instituto Paulo Freire, São Paulo, 1999

Downloads

Publicado

2008-12-05

Como Citar

GOHN, M. da G. Educação popular na América Latina no novo milênio: impactos do novo paradigma. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 53–77, 2008. DOI: 10.20396/etd.v4i1.613. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/613. Acesso em: 18 out. 2021.