A educação ambiental e o turismo ecológico

Autores

  • Silvia Ferreira Marques Salustiano Universidade Tiradentes
  • Mário Jorge Cardoso Coelho Freitas Universidade Federal de Santa Catarina
  • José Ramon Lamadrid Marón Universidade de São Paulo
  • Hilda Gomes Dutra Magalhães Universidade de Paris

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v9i1.734

Palavras-chave:

Turismo ecológico. Educação ambiental. Desenvolvimento sustentável.

Resumo

A atividade turística no Brasil tem alcançado grande expansão, principalmente o segmento do turismo ecológico. Este artigo foi elaborado a partir das reflexões de Dias, em sua obra Educação Ambiental; princípios e práticas, e de Ruschman, em Turismo no Brasil; análise e tendências. Através dessas análises bibliográficas, foi possível observar a importância de se promover a educação ambiental, tanto no sentido formal quanto informal, e também de se relacionar a produção do conhecimento com a atividade turística empresarial. Trata-se, portanto, de uma reflexão sobre a valorização e utilização da ciência e do conhecimento como instrumento de orientação para se estabelecer as bases do desenvolvimento sustentável, que deve envolver diversas dimensões, tais como a econômica, a social, a cultural e a ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Ferreira Marques Salustiano, Universidade Tiradentes

Economista no Banco da Amazônia e Professora de Economia no Curso Técnico em Agronegócio da Escola Técnica Federal de Palmas – TO. Mestranda em Ciência do Ambiente na Universidade Federal do Tocantins. Especialista em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos na UNIT de Minas Gerais e Graduação em Economia na UNIT de Minas Gerais.

Mário Jorge Cardoso Coelho Freitas, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Educação, professor da Universidade do Minho, Braga, Portugal/ Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil). Professor convidado no Mestrado de Ciências do Ambiente/UFT.

José Ramon Lamadrid Marón, Universidade de São Paulo

Doutor em Pedagogia pela Universidade de Habana, Cuba e Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. Professor do Curso de Mestrado em Ciências do Ambiente/UFT.

Hilda Gomes Dutra Magalhães, Universidade de Paris

Doutora em Teoria Literária, com pós-doutorado na Universidade de Paris III e na École des Hautes Études em Sciences Sociale. Profª. do Curso de Mestrado em Ciências do Ambiente/UFT (orientadora).

Referências

BODSTEIN, L. C. Conservação ambiental e desenvolvimento turístico no Brasil. Turismo em Análise, São Paulo, v.3, n.1, p. 99-112, 1992.

CONTI, J. B. Ecoturismo: paisagem e geografia. In: RODRIGUES, A. B. (Org.). Ecoturismo no Brasil: possibilidades e limites. São Paulo: Contexto, 2003. p. 59 – 70.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. 8. ed. São Paulo: Gaia, 2003. 360 p. EMBRATUR. Disponível em: www.embratur.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2006.

LAGE, B. H. G.; MILONE, P. C. Economia do turismo. São Paulo: Atlas, 2001. 226 p.

PIMENTA, M. A. Gestão de pessoas em turismo: sustentabilidade, qualidade e comunicação. Campinas, SP: Editora Alínea, 2006. 218 p.

RODRIGUES, A. B. Ecoturismo: limites do eco e da ética. In: RODRIGUES, A. B.(Org.). Ecoturismo no Brasil: possibilidades e limites. São Paulo: Contexto, 2003. p. 29-45.

RUSCHMANN, D. Turismo no Brasil: análise e tendências. São Paulo: Manole. 2002. 170p.

VAN HOUTS, D. Quality tourism-concept: solving dilemmas in third world countries. 1991. In: RUSCHMANN, D. Turismo no Brasil: análise e tendências. São Paulo: Manole. 2002. 170 p.

LAYRARGUES, P. P. O cinismo da reciclagem: o significado ideológico da reciclagem da lata de alumínio e suas implicações para a Educação Ambiental. In: LOUREIRO, C. F. B. et al. Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. São Paulo: Cortez, 2002. p.179-219.

Downloads

Publicado

2008-11-14

Como Citar

SALUSTIANO, S. F. M.; FREITAS, M. J. C. C.; LAMADRID MARÓN, J. R.; MAGALHÃES, H. G. D. A educação ambiental e o turismo ecológico. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 1-12, 2008. DOI: 10.20396/etd.v9i1.734. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/734. Acesso em: 28 nov. 2020.