Banner Portal
Sobre diversão e aventura no turismo: disciplina, consumo, infantilização
PDF

Palavras-chave

Turismo. Indústria cultural. Infantilização.

Como Citar

WERLE, Verônica; VAZ, Alexandre Fernandez. Sobre diversão e aventura no turismo: disciplina, consumo, infantilização. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 21, n. 1, p. 164–181, 2019. DOI: 10.20396/etd.v21i1.8651443. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8651443. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Amparados pelo conceito crítico de Indústria Cultural tensionamos noções de aventura e diversão que circunscrevem o imaginário sobre as viagens modernas, em especial aquelas organizadas sob o modelo turístico. Para tanto, acompanhamos 4 excursões realizadas na Região Sul do Brasil e entrevistamos 15 turistas. Os resultados apontam que: a segurança proporcionada pela excursão dificulta o encontro com o novo e o distinto, inerente à aventura; os mecanismos disciplinadores do turismo promovem um tipo de diversão orientada a qual os turistas subordinam-se voluntariamente. Ao garantir a diversão e combater a aventura, o turismo infantiliza os viajantes, determinando experiências enrijecedoras das suas potencialidades subjetivas
https://doi.org/10.20396/etd.v21i1.8651443
PDF

Referências

ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. Tempo livre. In: ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. Indústria cultural e sociedade. Seleção de textos de Jorge Mattos Brito de Almeida. 9. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015. p. 103-117.

AMBRÓZIO, Júlio. Viagem, turismo, vilegiatura. GEOUSP - Espaço e Tempo, São Paulo, n. 18, p. 105-113, ago. 2005. Disponível em:

http://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73975/77634 Acesso em: 10 out. 2015.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. 7. ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BAUMAN, Zygmunt. Europa: uma aventura inacabada. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

BENJAMIN, Walter. Infância em Berlin por volta de 1900. In: BENJAMIN, Walter. Rua de mão única. 6. ed. rev. São Paulo: Brasiliense, 2012a. p. 73-145.

BENJAMIN, Walter . O narrador: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 8. ed. rev. São Paulo: Brasiliense, 2012b. p. 213-240.

BENJAMIN, Walter. Experiência e pobreza. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 8. ed. rev. São Paulo: Brasiliense, 2012c. p. 123-146.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

DE BOTTON, Alain. A arte de viajar. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

ELIAS, Norbert; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa: DIFEL, 1992.

ENZENSBERGER, Hans Magnus. Com raiva e paciência. Tradução de Lya Luft. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

HORKHEIMER, Max; ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. A indústria cultural: o Iluminismo como mistificação das massas. In: ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. Indústria cultural e sociedade. Seleção de textos de Jorge Mattos Brito de Almeida. 9. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015. p. 7-74.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta o que é Iluminismo. In: KANT, Immanuel. A paz perpétua e outros opúsculos. São Paulo: Edições 70, 1995.

MEIRELES. Cecília. Crônicas de viagem. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998. Vol. 1.

ROMANO, Luís Antônio Contatori. Viagens e viajantes: uma literatura de viagens contemporânea. Estação Literária Londrina, v. 10B, p. 33-48, jan. 2013. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/estacaoliteraria/article/view/25719 . Acesso em 10 jan. 2015.

SESC. Serviço Social do Comércio. Contrato de prestação de serviço. Contratante: Verônica Werle. Contratado: Centro de Atividades de Florianópolis. Objeto: Turismo Social Excursões 2014 - Natal de Blumenau - 05 a 07/12. Florianópolis: SESC, 2014.

SIMMEL. Georg. A Aventura. In: SOUZA, Jessé; ÖELZE, Berthold. Simmel e a modernidade. Brasília: UnB. 1998. p. 171-187. Disponível em: http://www.scribd.com/doc/28055350/Georg-Simmel Acesso em: 11 mar. 2014.

VAZ, Alexandre Fernandez. Lazer, indústria cultural, Biopolítica. In: ISAYAMA, Hélder; LINHALES, Meily Assbú. Sobre lazer e política: maneiras de ver, maneiras de fazer. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2006. p. 19-40.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.