Blended learning: uma análise do conceito, cenário atual e tendências de pesquisa em teses e dissertações brasileiras

Palavras-chave: Métodos de ensino. Revisão de literatura. Ensino superior. Ensino médio.

Resumo

O Blended Learning é um modelo de educação formal que mescla a aprendizagem presencial com a virtual, em coexistência, valorizando os diferentes modos de interação, colaboração, envolvimento e promovendo a integração das tecnologias digitais na prática pedagógica dos professores. Neste artigo, com o objetivo de explorar como essa temática se apresenta no cenário educacional brasileiro, analisamos as dissertações e teses nacionais relacionadas a Blended Learning, no período de 2013 a 2017, disponibilizadas na Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Assim, partimos de um estudo de revisão sistemática da literatura dessas produções, destacando o cenário atual e as compreensões em torno do assunto, e seguimos com a construção de uma síntese das pesquisas voltadas à Educação Superior e ao Ensino Médio. Como resultado, as pesquisas nos revelam um cenário crescente de estudos e experimentações com Blended Learning, elaboradas, geralmente, a partir de iniciativas individuais de professores, na intenção de potencializar a aprendizagem dos estudantes do século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jiani Cardoso da Roza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Mestrado em Ciência da Computação - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) - Porto Alegre, RS -  Brasil. Doutoranda em Educação - Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Santa Maria, RS - Brasil. Professora do Ensino Básico, Técnico - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFAR) - Alegrete, RS - Brasil

Adriana Moreira da Rocha Veiga, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Educação – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) – Campinas, SP - Brasil.  Professora Associada - Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) -  Camobi, Santa Maria, RS. Brasil

Marcelo Pedroso da Roza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Mestrado em Ciência da Computação - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) -  Porto Alegre, RS -  Brasil. Professor do Ensino Básico Técnico e Tecnólogo - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFAR) - Alegrete, RS - Brasil

Referências

BACICH, Lilian; NETO, Adolfo Tanzi; TREVISANI, Fernando de Mello. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre, RS: Penso, 2015.

BORBA, Kalina Ligia de Almeida. Educação a distância na Sala de Aula Conectada: a percepção discente e docente sobre uma experiência no curso de Pedagogia da Universidade de Brasília. 2014. 215 p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília. 2014.

CACAVALLO, Marcello. Inovações no ensino híbrido: a perspectiva da teoria ator-rede. 2016. 118 p. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), São Caetano do Sul, 2016.

CAMPBELL Collaboration. 2017. What is a systematic review? Disponível em: http://www.campbellcollaboration.org Acesso em: 29 de abril de 2017.

CZEPULA, Alexandra Ingrid dos Santos. Inserção de módulos semipresenciais no processo ensino-aprendizagem nas disciplinas de atenção farmacêutica no curso de graduação em farmácia na UFPR Curitiba, 2015. 268 p. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

CHRISTENSEN, Clayton; HORN, Michael; STAKER, Heather. Ensino híbrido: uma inovação disruptiva? uma introdução à teoria dos híbridos. Maio 2013. 49 p. Disponível em: https://www.christenseninstitute.org/publications/ensino-hibrido Acesso em: 10 jan. 2016.

D’ANDREA, Letícia Pires. As emoções no processo de aprendizagem de língua inglesa: uma perspectiva sociocultural para o ensino de línguas para fins específicos. 2016. 235 p. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2016.

DA ROCHA, Adriana Moreira; BOLZAN, Doris Pires Vargas. La cultura de convergencia digital y la inclusión sociocultural: Interconectando formación y práctica docente. Educatio Siglo XXI, v. 33, n. 3, p. 123-146, 2015. Disponível em: http://revistas.um.es/educatio/article/view/240901 Acesso em: 28 jan. 2016.

DEPAEPE, Fien; VERSCHAFFEL, Lieven; KELCHTERMANS, Geert. Pedagogical content knowledge: a systematic review of the way in which the concept has pervaded mathematics educational research. Teaching and Teacher Education, v. 34, p. 12-25, 2013. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0742051X1300053X . Acesso em: 5 mar. 2017.

DRISCOLL, Margaret. Blended learning: Let’s get beyond the hype. e-learning. IBM Global Services. Mar. 2002, 1.4: 1-4. Disponível em:

https://www-07.ibm.com/services/pdf/blended_learning.pdf . Acesso em: 4 jul. 2017.

GRAHAM, Charles. Blended learning systems: definition, current trends, and future directions. In: BONK, Curtis; GRAHAM, Charles., eds. The handbook of blended learning: global perspectives, local designs. San Francisco: John Wiley & Sons, 2006. Cap. 1, p.3-21. Disponível em: http://www.publicationshare.com/graham_intro.pdf Acesso em: fev. 2017.

GARRISON, Randy; KANUKA, Heather. Blended learning: uncovering its transformative potential in higher education. Internet and Higher Education, v. 7, n. 2, p. 95-105, 2004.

GRAHAM, Charles; WOODFIELD, Wendy; HARRISON, Buckley. A framework for institutional adoption and implementation of blended learning in higher education. The internet and higher education, jul. 2013, v.18. p. 4-14. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1096751612000607 . Acesso em: 5. mar. 2017.

HORN, Michael. B.; STAKER, Heather. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. 320 p. Porto Alegre: Penso, 2015.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 8.ed . São Paulo: Loyola, 2011.

MACDONALD, Janet. Blended learning and online tutoring: Planning learner support and activity design. Aldershot: Gower, 2008.

MORAN, José Manuel. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, Lilian; NETO, Adolfo Tanzi; TREVISANI, Fernando de Mello. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Penso Editora, 2015.

MOROSINI, Marília C.; FERNANDES, Cleoni M. B. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, jul./dez., 2014.

OSTOLIN, Thatiane Lopes Valentim Di Paschoale. Ensino Híbrido na Formação Profissional em Fisioterapia: Potencialidades, Desafios e Fragilidades, 2017. Dissertação. (Mestrado em Ciências da Saúde). Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2017.

PEREIRA, Rafael Peixoto de Moraes. O uso de NTICs no ensino-aprendizagem de química no IFRN. 2017. 100 p. (Mestrado em Ensino). Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros, 2017.

PINO, Adriana Soeiro. Educação a Distância: propostas pedagógicas e tendências dos cursos de graduação. 2017. 167 p. Tese. (Doutorado em Educação) - Universidade Nove de Julho (UNINOVE), São Paulo 2017.

SALDANHA, Soraya Rozendo Vancini. O videoclipe e a linguagem mobile como estratégia do processo de ensino-aprendizagem de língua inglesa no ensino médio. 2017. 91 p. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017.

SANTOS, Simone Costa Andrade dos. Práticas pedagógicas da modalidade a distância e do ensino presencial: contribuições para Ensino Híbrido no Instituto Federal do Maranhão. 2015. 82 p. Dissertação (Mestrado em Ensino) Centro Universitário UNIVATES - Lajeado, 2015.

SHARMA, Pete. Blended learning. ELT journal, 2010, 64.4: 456-458.

SEVERO, Suzan Severo. O uso do Whatsapp como ferramenta para o desenvolvimento da habilidade comunicativa em inglês como língua estrangeira em um contexto de Blended Learning. 2017. 87 p. Dissertação. (Mestrado em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2017.

SCHMITZ, Elieser Xisto da Silva. Sala de aula invertida: uma abordagem para combinar metodologias ativas e engajar alunos no processo de ensino-aprendizagem. 2016. 185 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologias Educacionais em Rede) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.

SILVA, Jorge Everaldo Pittan da. Ensino híbrido: possíveis contribuições para a qualificação do ensino de História no Ensino Médio. 2016. 67 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de História) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.

SILVA, José Erigleidson da. Blended learning baseado na inteligência coletiva – BLBIC: análise de um curso de formação judiciária. 2017. 245 p. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017.

SOUSA, Sidinei de Oliveira. Blended online POPBL: uma abordagem Blended Learning para uma Aprendizagem Baseada em Problemas e Organizada em Projetos. 2015. 278 p. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São Paulo, 2015.

TORI, Romero. Cursos híbridos ou blended learning. In: LITTO, Fredric Michael; FORMIGA, Marcos. (Org.) Educação a distância: o estado da arte. p.121-128. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. 461 p.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan./abr. 2014. Disponível em: http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/dialogo?dd1=12623&dd99=view&dd98=pb . Acesso em: 2 fev. 2017.

Publicado
2019-01-08
Como Citar
Roza, J. C. da, Veiga, A. M. da R., & Roza, M. P. da. (2019). Blended learning: uma análise do conceito, cenário atual e tendências de pesquisa em teses e dissertações brasileiras. ETD - Educação Temática Digital, 21(1), 202-221. https://doi.org/10.20396/etd.v21i1.8651638