Banner Portal
Ser professor na metrópole – do seu papel político e social
PDF

Palavras-chave

Professor. Política Educacional. Identidade

Como Citar

BAUER, Carlos. Ser professor na metrópole – do seu papel político e social. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 33, p. 96–108, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i33.8639556. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639556. Acesso em: 24 jul. 2024.

Resumo

O ensaio discute alguns papéis dos professores, procurando associá-los a um conjunto detemas amplos – políticas públicas, expansão e qualidade dos sistemas de ensino, trabalho,princípios, lutas, identidades, responsabilidades políticas e sua inserção nos movimentossociais – que têm em comum o fato de constituírem os processos de urdidura de açõesimplicadas as lutas que se desenvolvem nas metrópoles.
https://doi.org/10.20396/rho.v9i33.8639556
PDF

Referências

BOTTOMORE, T. (Org.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Zahar, 1988.

GOHN, M. G. (Org.). Movimentos sociais no início do século XXI: antigos e novos atores sociais. Petrópolis: Vozes, 2003.

GRAMSCI, A. Escritos políticos, vol. 1. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

MARX, K. O capital, vol. I, crítica da economia política. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

MANTOUX, P. A revolução industrial no século XVIII. São Paulo: Unesp, s.d.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital – rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, Campinas: Editora da Unicamp, 2002.

VIEITEZ, C. & DAL RI, N. M. Educação democrática e trabalho associado no MST e nas fábricas de autogestão. São Paulo: Ícone, 2006.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.