Flores do sertão: perfilando professoras formadas pela escola normal de Feira de Santana de 1930 a 1949

  • Antonio Roberto Seixas da Cruz Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Marinalva Lopes Ribeiro Universidade Estadual de Feira de Santana
Palavras-chave: Educação. Gênero. Formação de Professoras

Resumo

O presente artigo busca traçar a ideia que as professoras formadas pela Escola Normal deFeira de Santana, entre 1930 e 1949, tinham de si mesmas ao se formarem, e o quepensavam ser necessário ao exercício da docência. Trata-se dos resultados de umainvestigação pautada na abordagem qualitativa da pesquisa e em princípios da HistóriaCultural (PESAVENTO, 2005). Este texto foi elaborado a partir do que as normalistasescreviam, umas sobre as outras, nos perfis, documentos publicados no Jornal Folha doNorte, semanário da Cidade de Feira de Santana - Bahia, na ocasião da formatura no CursoNormal. Foram utilizadas, também, como fontes: documentos da própria Escola Normalem estudo e entrevistas com suas ex-alunas, formadas no período supracitado. Ao términoda pesquisa, percebe-se que nos "retratos" que faziam de si, as egressas destacavam osatributos físicos, o comportamento moral e profissional esperado da mulher/professora.Entre as características mais destacadas, encontra-se a fragilidade. No entanto, o que sepercebe é que essas mulheres foram destemidas e fortes, capazes de se embrenhar nossertões baianos, sem a companhia dos pais ou responsáveis, no intuito de realizar o queelas mesmas denominavam de missão: levar saber às crianças de todos os recantossertanejos da Bahia.

Biografia do Autor

Antonio Roberto Seixas da Cruz, Universidade Estadual de Feira de Santana

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia; Professor Adjunto da Matéria História da Educação.

Marinalva Lopes Ribeiro, Universidade Estadual de Feira de Santana

PhD Université de Sherbrooke, U.S., Canadá. Pós-Doutorado, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil; Professora Titular da Matéria Didática.

Referências

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: fatos e mitos. Trad. de Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

BUTLER, Judith P. Sujeitos do sexo, gênero, desejo. In: BUTLER, Judith P. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CIAMPA, Antonio da Costa. Identidade. In: Silvia T. M. Lane & Wanderley Codo. (Orgs). Psicologia Social: o homem em movimento. São Paulo: Brasiliense, p. 58- 75.

D'INCAO, Maria Ângela. Mulher e família burguesa. IN: DEL PRIORI, Maria (org). 2a ed. História das mulheres no Brasil. 2a ed., São Paulo: Contexto, 1997.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. 04 de junho de 1927, ano XVIII, n. 932.

ESCOLA Normal. Jornal folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 11 de Junho de 1927, ano XVIII, n. 933.

ESCOLA Normal de Feira de Santana: professores de 1930. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 23 de agosto de 1930, ano XXI, n. 1101.

ESCOLA Normal de Feira de Santana: professorandos de 1930. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 06 de setembro de 1930, ano XXI, n. 1103.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXV, 11.11.1933, n. 1269.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXV, 18.11.1933, n. 1270.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXV, 25.11.1933, n. 1271.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXV, 02.12.1933, n. 1272.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 25.08.1934, n. 1310.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 01 de setembro de 1934, n. 1311.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 15.09.1934, n. 1313.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 22.08.1934, n. 1314.

ESCOLA Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 03.11.1934, n. 1321.

ESCOLA Normal Rural de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 24.08.1935, n. 1362.

ESCOLA Normal da Feira: novos alfabetizadores da infância. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 31 de agosto de 1935, n. 1263.

ESCOLA Normal Rural da Feira. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 14.09.1935, 1365.

FORMATURA dos alunos: mestres de 1933 pela Escola Normal de Feira de Santana. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, 16.12.1933, n. 1275.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: Livro Técnico, 1989.

GRANADAS Feirenses. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXII, 25 de outubro de 1930, 1110.

GRANADAS Feirenses. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXII, 01.11.1930, n. 1111.

GRANADAS Feirenses. Jornal Folha do Norte. Feira de Santana, Bahia, ano XXIV, 19.11.1932, n. 1218.

GROSSI, Miriam Pillar. Masculinidade: uma revisão teoria. Antropologia Em Primeira Mão, Programa de Pós Graduação em Antropologia Social, Universidade Federal de Santa Catarina, n.1 (1995).

LOURO, Guacira Lopes. Mulheres na sala de aula. In: DEL PRIORI, Maria (org). 2a ed. História das mulheres no Brasil. 2a ed., São Paulo: Contexto, 1997.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. 4.ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em Psicologia Social. Petrópolis, RJ: Vozes.2003.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Em Busca de uma Outra História: Imaginando o Imaginário. Revista Brasileira de História, São Paulo, Contexto, v. 15, no 29, 1995, pp. 9-27.

PASSOS, Elizete Silva. Palcos e platéias: as representações de gênero na faculdade de educação. Salvador: UFBA, 1999.

PEDRO, Joana Maria. In: DEL PRIORI, Maria (org). 2a ed. História das mulheres no Brasil. 2a ed., São Paulo: Contexto, 1997.

SAFIOTTI, Heleieth Iara Bongiovanni. O poder do macho. São Paulo: Moderna, 1987.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In: Revista Educação e Realidade, v. 2, n. 16. Porto Alegre, 1990.

SOUSA, Sandra M. N. Sexo e Gênero: considerações e delimitação de eixos da identidade, do desejo e do prazer. Revista Pós Ciências Sociais. v.2 n.3 jan/jul, São Luis, MA, 2005. Disponível em: http://www.pgcs.ufma.br/Revista%20UFMA/n3/n3_Sandra_Sousa.htm Acesso em: 30/05/2009

STIGGER, Marco Paulo; WENETZ, Ileana. A construção do gênero no espaço escolar. Movimento. Porto Alegre, v.12, n. 01, p. 31-58, janeiro/abril de 2006.

Como Citar
Cruz, A. R. S. da, & Ribeiro, M. L. (1). Flores do sertão: perfilando professoras formadas pela escola normal de Feira de Santana de 1930 a 1949. Revista HISTEDBR On-Line, 9(36), 182-199. https://doi.org/10.20396/rho.v9i36.8639649
Seção
Artigos