A Companhia de Jesus no século XVI e o Brasil

Autores

  • Paulo Romualdo Hernandes Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL-MG

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v10i40.8639816

Palavras-chave:

Educação jesuítica. Brasil-Colônia. Inácio de Loyola. Manoel da Nóbrega. José de Anchieta

Resumo

Neste artigo é relatado o resultado da pesquisa sobre a Companhia de Jesus e sua inserção no Novo Mundo, no Brasil do século XVI. Seguindo os passos de alguns jesuítas, como Inácio de Loyola, Manoel da Nóbrega e José de Anchieta, pretende-se, começando com Loyola, apresentar a formação da Companhia de Jesus, os primeiros companheiros e sua ligação com o rei Dom João III de Portugal. Manoel da Nóbrega deu os primeiros passos para o estabelecimento da Companhia de Jesus no Brasil e começou com os primeiros trabalhos. Com José de Anchieta, por meio, sobretudo, de seu teatro, embrenha-se neste estudo, nos encontros e desencontros de culturas, na tentativa dos padres de tornar cristãos e, sobretudo, católicos os homens do Novo Mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Romualdo Hernandes, Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL-MG

Tem Graduação e Licenciatura em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1993). Possui Mestrado (2001) e Doutorado (2006) em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, na área de Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte.

Referências

AGUILAR, Jurandir Coronado. Conquista espiritual: a história da evangelização na Província Guairá na obra de Antonio Ruiz de Montoya, S.I (1585-1652). Analecta Gregoriana. Roma: Editrice Pontifícia Universitá Gregoriana, 2002.

ANCHIETA, José de. Cartas: informações, fragmentos históricos e sermões. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1988a.

ANCHIETA, José de. Poema da Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus. Originais latinos acompanhados de tradução em verso alexandrino. Introdução e anotações ao texto por Pe. Armando Cardoso, S.J. São Paulo: Loyola, 1988b (Tomos I e II).

ANCHIETA, José de. Artes de gramática da língua mais usada na costa do Brasil. Apresentação de Dr. Carlos Drummond. Aditamentos de Pe. Armando Cardoso, S. J. São Paulo: Loyola, 1990.

ANCHIETA, José de. Doutrina Cristã. Introdução, tradução e notas de Pe. Armando Cardoso, SJ. São Paulo: Edições Loyola, 1992. (Tomos I e II).

ANCHIETA, José de. Teatro de Anchieta. Obras completas. Originais acompanhados de tradução versificada, introdução e notas de Pe. Armando Cardoso S.J. São Paulo: Loyola, 1977.

ANCHIETA, José de. Teatro. Seleção e tradução do tupi de Eduardo Navarro. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

BAKHTIN, Michail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Tradução de Yara Frateschi. 4. ed. São Paulo: Hucitec; Brasília: EdUNB, 1999a.

BAKHTIN, Michail. Marxismo e filosofia da linguagem. Prefácio de Roman Jakobson. Apresentação de Marina Yaguello. Tradução de Michel Lahus e Yara Frateschi Vieira. 9. ed. São Paulo: Hucitec, 1999b.

BITTAR, M. O estado da arte em história da educação brasileira após 1985: um campo em disputa. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D.; NASCIMENTO, M.I.M. (Org.). Navegando pela história da educação. Campinas: HISTEDBR, 2006. p. 1-24. Disponível em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/index.html. Acesso em: set. 2010.

BITTAR, M; FERREIRA, A. A pesquisa em história da educação colonial. In: PAIVA, J. M.; BITTAR, M.; ASSUNÇÃO, P. (Org.). Educação, história e cultura no Brasil colonial. São Paulo: Arké, 2007.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

CONSTITUIÇÕES da Companhia de Jesus e normas e regras. São Paulo: Loyola, 1997.

EDELWEISS, Frederico G.. Estudos tupis e tupi-guaranis. Rio de Janeiro: Brasiliana, 1969.

FERNANDES, Florestan. A função social da guerra na sociedade tupinambá. 2. ed. São Paulo: Pioneira; Editora da Universidade de São Paulo, 1970.

FERNANDES, Florestan. A organização social dos tupinambá. São Paulo: Instituto Progresso Editorial, [s.d.].

FERREIRA JÚNIOR, Amarílio; BITTAR, Marisa. Pluralidade lingüística, escola de bê-a-bá e teatro jesuítico no Brasil do século XVI. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 25 n. 86, p. 472-482, set.-dez. 2004. Disponível em . Acesso em: set. 2010.

FERREIRA JÚNIOR, Amarílio; BITTAR, Marisa. Casas de bê-a-bá e colégios jesuíticos no Brasil do século 16. In: Em Aberto, Brasília, v. 21, p. 33-57, [sd]. Disponível em: http://www.rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1240/1108. Acesso em: out. 2010.

FERREIRA JÚNIOR, Amarílio; BITTAR, Marisa. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves. 6. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

HANSEN, João Adolfo. A escrita da conversão. In: COSTIGAN, Lúcia Helena (Org.). Diálogos da conversão: missionários, índios, negros e judeus no contexto ibero-americano do período barroco. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.

HAYASSHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini et al. História da educação brasileira: a produção científica na biblioteca eletrônica SCIELO. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 29, n. 102, p. 181-211, jun./abr. 2008. Disponível em: www.scielo.br. Acesso em: set. 2010.

HERNANDES, Paulo R. Os Exercícios Espirituais e o teatro. In: PAIVA, J. M.; BITTAR, M.; ASSUNÇÃO, P. (Org.). Educação, história e cultura no Brasil colonial. São Paulo: Arké, 2007.

HERNANDES, Paulo R. O teatro de José de Anchieta: arte e pedagogia no Brasil colônia. Campinas: Alínea, 2008a.

HERNANDES, Paulo R. Os Exercícios Espirituais e a Companhia de Jesus. Revista do HISTEDBR on-line, n. 30, 2008b. Disponível em: www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/edicoes30/art18_30.pdf. Acesso em: set. 2010.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 4. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1963.

LACOUTURE, Jean. Os jesuítas 1: os conquistadores. Tradução de Ana Maria Capovilla. Porto Alegre: L&PM, 1994.

LEITE, Serafim S. J. Novas cartas jesuíticas: de Nóbrega a Vieira. São Paulo, Rio, Recife, Porto Alegre: Companhia Editora Nacional, 1940.

LEITE, Serafim S. J. Cartas dos primeiros jesuítas do Brasil —1538-1553. São Paulo: Comissão do IV centenário da cidade de São Paulo, [1954a]. v. 1.

LEITE, Serafim S. J. Cartas dos primeiros jesuítas do Brasil —– 1553-1558. São Paulo: Comissão do IV centenário da cidade de São Paulo, [1954b]. v. 2.

LEITE, Serafim S. J. História da Companhia de Jesus no Brasil: século XVI - o estabelecimento. Belo Horizonte: Itatiaia, 2000a. v. 1.

LEITE, Serafim S. J. História da Companhia de Jesus no Brasil: século XVI – a obra. Belo Horizonte: Itatiaia, 2000b. v. 2.

LOYOLA, Inácio. Exercícios espirituais. Orientação da tradução e anotações de Pe. Géza Kövecses S. J. 3. ed. Porto Alegre, 1966.

LOYOLA, Inácio. Diário espiritual de Inácio de Loyola. Tradução e notas de Pe. Armando Cardoso, S.J. São Paulo: Loyola, 1977.

LOYOLA, Inácio. Autobiografia de Inácio de Loyola. Tradução e notas de Pe. Armando Cardoso, S.J. 3. ed. São Paulo: Loyola, 1987.

METRAUX, A., A Religião dos Tupinambás. Prefácio, Tradução e Notas do prof. Estevão Pinto São Paulo: Companhia Editora Nacional, [sd].

MILLER, René Fülöp. Os jesuítas e o segredo de seu poder. Tradução de Alvaro Franco. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1935.

MONUMENTA IGNACIANA. Sanct Ignatii de Loyola: epistolae e instruciones. Madri: Gabriele Lopes Del Horno, 1909.

NAVARRO, João de Azpilcueta et al. Cartas Avulsas, 1559-1568. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1988.

NÓBREGA, Manoel da. Cartas jesuíticas 1. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora Universidade de São Paulo, 1988.

PAIVA, José Maria de. Colonização e catequese. São Paulo: Autores Associados; Cortez, 1982.

RABELAIS, François. Gargântua e Pantagruel. Tradução de David Jardim Júnior. Belo Horizonte: Itatiaia, 2009.

SHAKESPEARE, William. The tempest; Hamlet, Prince of Denmark. In: CLARK, W. G.; WRIGHT, W. A. (Ed.). The complete works of William Shakespeare. New York, Grosset & Dunlap, 1911.

TODOROV, Tzvetan. A conquista da América: a questão do outro. Tradução de Beatriz Perrone-Moisés. 4. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010. (Biblioteca do pensamento moderno).

VAINFAS, Ronaldo. A heresia dos índios: catolicismo e rebeldia no Brasil colonial. São Paulo: Companhia da Letras, 1995.

VASCONCELOS, Simão de. Crônica da Companhia de Jesus. Introdução de Serafim Leite. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1977.

VICENTE, Gil. TRÊS AUTOS: Da Alma; da Barca do Inferno; de Mofina Mendes. Introdução de Leodegário A. de Azevedo Filho. Adaptação de Walmir Ayala. Rio de Janeiro: Ediouro; São Paulo: Publifolha, 1997.

VICENTE, Gil. Obras primas do teatro vicentino. Edição organizada por Segismundo Spina. 4. ed. São Paulo: Difel, 1983.

WRIGHT, Jonathan. Os jesuítas: missões, mitos e histórias. Tradução de André Rocha. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2006.

Downloads

Como Citar

HERNANDES, P. R. A Companhia de Jesus no século XVI e o Brasil. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 10, n. 40, p. 222–244, 2012. DOI: 10.20396/rho.v10i40.8639816. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639816. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos