Políticas educacionais brasileiras, integração latino- americana e o Mercosul educacional: questões para debate

Autores

  • Oséias Santos de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria – UFSM/RS – PPGE

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i43.8639939

Palavras-chave:

Políticas Educacionais brasileiras. Mercosul. Mercosul Educacional. Integração Latino-americana

Resumo

O presente artigo tem como escopo a discussão das atuais políticas educacionais brasileiras e as ações educacionais propostas para o Mercosul – Mercado Comum do Sul que são delimitadas através da legislação, dos programas e planos governamentais executados na perspectiva de aproximar interesses e intenções que se pautam por definições oriundas das macro políticas internacionais, orientadas pelo Banco Mundial, ONU, UNESCO, UNICEF, FMI e outros órgãos articulados aos interesses dos países centrais e a serviço do capital. Claramente se visualiza a interferência destes organismos internacionais na organização dos sistemas de ensino em especial de países em desenvolvimento, como o Brasil e demais países da América Latina. O processo de globalização, articulado às políticas neoliberais, propõe a formação de blocos econômicos, com vistas ao desenvolvimento do sistema capitalista. O Mercosul, surge, neste contexto, articulando políticas econômicas com a proposição de integrar os países latino-americanos. Assim, a presente análise qualitativa, de caráter bibliográfico, explora as políticas educacionais brasileiras e o fortalecimento do Mercosul Educacional, com destaque ao papel da Universidade no processo de democratização do Mercosul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oséias Santos de Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria – UFSM/RS – PPGE

Doutorando em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Maria/RS. Integrante do Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas e Gestão Educacional – GPPPGE/UFSM.

Referências

BARBIERO, Alan e CHALOULT, Yves. Poder e déficit democrático do Mercosul: estado, centrais sindicais e sociedade civil. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

BESHARA, Gregory e PINHEIRO, Letícia. Educação e política externa: a experiência brasileira no Mercosul Educacional. In: Relatório de Pesquisa “Política Externa e Educação - um estudo comparativo sobre a atuação do Brasil na CPLP e no Setor Educacional do Mercosul”, Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, 2008. Disponível em: http://www.pucrio.br/pibic/relatorio_resumo2008/relatorios/ccs/iri/iri_gregory_beshara.pdf. Acesso em: 09 dez 2009.

BRASIL. Decreto no 6.094, de 24 de abril de 2007. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6094.htm. Acesso em 15 dez 2009.

COSTA, Edimilson. A globalização e o capitalismo contemporâneo. 1a ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

GADOTTI, Moacir. O Mercosul Educacional e os desafios do século 21. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007.

GADOTTI, Moacir. Convocados, uma vez mais: rupturas e desafios do PDE - vol. 1. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2008.

GRANDI, Jorge. Defict democratico y social em los processos de integración. In: LAREDO, Iris (org.) Estado, mercado y sociedade em el Mercosur: pautas para su viabilización. Vol. 7. Rosario: Universidad Nacional de Rosario, 1999, p. 69-107.

LAMPERT, Ernani. Educação e Mercosul: desafios e perspectivas. In: Revista da Faculdade de Educação. vol.24 n.2. São Paulo Julh/Dez. 1998.

MERCOSUL/RME/ATA No 02/10. Ata da 39a Reunião de Ministros de Educação do Mercosul realizada no Rio de Janeiro em 26 de novembro de 2010. Disponível em educacion.mec.gub.uy/boletin/RME%20noviembre%202010%20PPTB.pdf. Acesso em 15 jan 2011.

MERCOSUL EDUCACIONAL. Indicadores educacionais dos países membros do Mercosul e associados 2006. Disponível em: http://mercosul.mec.gov.br/asp/Estatistica/sistemas.asp. Acesso em 10 dez 2009.

PLAN DEL SECTOR EDUCATIVO DEL MERCOSUR - 2006 – 2010: metas y acciones. Disponível em: http://www.sic.inep.gov.br/index.php?option=com_docman&task=cat_zzview&gid=27&Itemid=32&lang=br-. Acesso em 10 de dez 2009.

RAIZER, Leandro. Educação para a Integração: Rumo ao Mercosul Educacional. In: Políticas Educativas, Campinas, v.1, n.1, p. 156-169, out. 2007.

STALLIVIERI, Luciane. O Papel das Instituições de Ensino Superior no Processo de Integração do Mercosul. Disponível em: http://www.ucs.br/ucs/tplCooperacaoCapa/cooperacao/ assessoria/artigos/integracao_mercosul.pdf. Acesso em 12 dez 2009.

UNESCO. Declaração de Cochabamba. Bolívia: Unesco, 2001. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001275/127510por.pdf. Acesso em 10 dez 2009.

VIDAL, Maria Elena S. A integração cultural do Mercosul. Pelotas: Ed. Universitária/UFPel, 1999.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, O. S. de. Políticas educacionais brasileiras, integração latino- americana e o Mercosul educacional: questões para debate. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 43, p. 223–236, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i43.8639939. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639939. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos