Educação, movimento sindical e a polêmica em torno da proposta de “sindicato cidadão”

Autores

  • Marcos Francisco Martins UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i45.8640143

Palavras-chave:

Cidadania. CUT – Central Única dos Trabalhadores. Educação. Movimentos sociais. Sindicato

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em cinco sindicatos de trabalhadores da região metropolitana de Campinas nos últimos três anos. O objetivo da investigação foi conhecer e problematizar as práticas educativas dessas entidades sindicais e, em especial, das que se definem como “sindicato cidadão”. Na primeira parte do texto são enunciados os fundamentos teóricos, em particular, a concepção de cidadania que tem sido admitida como princípio orientador dos discursos e da ação educativa de muitos sindicatos. A seguir é apresentada a metodologia de coleta de dados, que foi a entrevista semi-estruturada. Na terceira e quarta partes os dados colhidos são apresentados e analisados com vistas a oferecer subsídios para compreender as convergências da práxis sindical-educativa regional, bem como as especificidades e divergências observadas nas experiências desenvolvidas pelos sindicatos de trabalhadores que, sob o ponto de vista do espectro político-ideológico, estão engajados na proposta de “sindicato cidadão” da CUT e os que se apresentam à esquerda dela, criticando-a.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Francisco Martins, UFSCar

Licenciado em Filosofia, com Mestrado e Doutorado em Filosofia e História da Educação pela FE-Unicamp. É bolsista PQ-CNPq, professor adjunto da UFSCar-Sorocaba e foi coordenador geral do “I Encontro UFSCar-Movimentos Sindicais e Sociais da Região de Sorocaba”.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. Trad. de Alfredo Bosi e revisão de Ivone Castilho Benedetti. São Paulo: Martins, Fontes, 2000.

ANDERSON, Perry. Balanço do Neoliberalismo. In: SADER, Emir (org.). Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o estado democrático. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1995.

ANTUNES, Ricardo. Reestruturação produtiva e mudanças no mundo do trabalho numa ordem neoliberal. IN: DOURADO, Luiz Fernando e PARO, Vitor Henrique (orgs.) Políticas públicas & educação básica. São Paulo: Xamã, 2001.

ARISTÓTELES. A política. Trad. de Torrieri Guimarães. São Paulo: Hemus – Livraria e Editora, 1966.

BOBBIO, Norberto e BOVERO, Michelangelo. Sociedade e estado na filosofia política moderna. São Paulo: Brasiliense, 1996.

CARDOSO, Ciro Flamarion S. A cidade-estado Antiga. 4a ed.. São Paulo: Ática, 1993.

COIMBRA, Ana Lívia de Souza. A Central Única dos Trabalhadores e o sindicalismo cidadão: o que se tem perdido? Acessado em: 02.08.2011. Disponível em: http://www.estudosdotrabalho.org/anais6seminariodotrabalho/analiviacoimbra.pdf

CUT. Resoluções do I, II, III, IV, V, VI, VII CONCUT Disponível em: www.cut.org.br. Acesso em 10 de nov. de 2006.

E. F. T. – Escola de Formação dos Trabalhadores. Campinas-SP: s/d, 06 p. (mimeo)

FERREIRA, Nilda Teves. Cidadania: uma questão para a educação. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação. São Paulo: Moraes, 1980.

GALVÃO, Andréia. O movimento sindical no governo Lula: entre a divisão e a unidade. V Congreso Latinoamericano de Ciencia Política organizado por la Asociación Lationoamericana de Ciência Política (ALACIP). Buenos Aires, 28 a 30 de julio de 2010.

GALVÃO, Andréia. Marxismo e movimentos sociais. Crítica marxista, no 32. São Paulo: Editora da UNESP, 2011, p. 107 a 126.

GENTILE, Pablo (org.). Pedagogia da exclusão: crítica ao neoliberalismo em educação. Trad. de Vânia Paganini Thurler e Tomaz Tadeu da Silva. Petrópolis, Vozes, 1995. (Coleção Estudos culturais em educação)

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. Trad. de Raul Fiker. São Paulo: Editora da UNESP, 1991. (Biblioteca Básica)

GIDDENS, Anthony. A terceira via: reflexões sobre o impasse político atual e o futuro da social-democracia. 4a ed. Rio de Janeiro: Record, 2001a.

GIDDENS, Anthony. A terceira via e seus críticos. Rio de Janeiro: Record, 2001b.

GOHN, Maria da Glória. Teoria dos movimentos sociais – paradigmas clássicos e contemporâneos. 7a ed., São Paulo: Loyola, 2008.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere – vol. 1 – Antonio Gramsci: introdução ao estudo da filosofia; a filosofia de Benedetto Croce. Ed. e trad. de Carlos N. Coutinho; co-ed. de Luiz S. Henriques e Marco A. Nogueira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere – volume 3 – Antonio Gramsci: Maquiavel; notas sobre o Estado e a política. Edição e trad. de Carlos Nelson Coutinho; co-edição de Luiz Sérgio Henriques e Marco Aurélio Nogueira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

GROPPO, Luís Antonio e MARTINS, Marcos Francisco. Terceira Via e políticas educacionais: um novo mantra para a educação. RBPAE – Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. Porto Alegre: ANPAE, 1997, v. 24, no 2, p. 215 a 233, maio a agosto de 2008.

HARVEY, David. Condição pós-moderna - uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. Trad. de Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. São Paulo: Edições Loyola, 1993.

HAYEK, Frederich A. von. O caminho da servidão. 5a ed.. Rio de Janeiro: Ed. do Instituto Liberal, 1990.

INTERSINDICAL – INSTRUMENTO DE LUTA E ORGANIZAÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA. Crise – a classe no olho do furação. Caderno de debates no 02, de abril de 2009, São Paulo: s/d.

INTERSINDICAL – INSTRUMENTO DE LUTA E ORGANIZAÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA. Apresentação. Disponível em: http://www.intersindical.org.br/apresentacao.php.htm. Acesso em 15.08.2011.

LEITE, Kelen Christina. Apontamentos sobre a relação da Economia Solidária com a Educação. In: Revista de Ciências da Educação – Dossiê Educação e Movimentos Sociais -, ano XII, no 23, 2o semestre de 2010, Americana-SP, p. 143 a 168. Acessado em: 15.jun.2011. Disponível em: http://www.am.unisal.br/pos/Stricto-Educacao/revista_ciencia/EDUCACAO_23.pdf

LEMOS, Patrícia Rocha. Cidadania e economia solidária na Agência de Desenvolvimento Solidário da CUT. Campinas-SP: IFCH-Unicamp, 2008. (Dissertação de Mestrado)

LOCKE, John. Segundo tratado sobre o governo civil. 5a ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991 (Col. Os pensadores; v. 9).

LÖWY, Michel. Ecologia e socialismo. São Paulo: Cortez, 2005. (Coleção Questões da Nossa Época; v. 125)

MANFREDI, Silvia Maria. Educação sindical entre o conformismo e a crítica. São Paulo, Loyola, 1986.

MANFREDI, Silvia Maria. Formação sindical no Brasil: História de uma prática cultura. São Paulo: Escrituras Editora, 1996.

MANFREDI, Silvia Maria. e BASTOS, Solange. Experiências e projetos de formação profissional entre trabalhadores brasileiros. Educação & Sociedade. Campinas-SP, ano XVIII, no 60, dezembro de 1997.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Trad. de Meton Porto Gadelha. Rio de Janeiro: Zahar, 1967

MARTINS, Marcos Francisco. Ensino técnico e globalização: cidadania ou submissão. Campinas-SP: Autores Associados, 2000. (Coleção Polêmicas de Nosso tempo; v. 71)

MARTINS, Marcos Francisco. Educação sócio-comunitária em construção. Revista Histedbr On-line. Campinas-SP, no 28, dezembro de 2007, p. 106 a 130. Disponível em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/edicoes/28/art08_28.pdf. Acessado em: 02 de setembro de 2010.

MARTINS, Marcos Francisco. Marx, Gramsci e o conhecimento: continuidade ou ruptura? Campinas-SP: Autores Associados; Americana-SP: Unisal, 2008. (Col. Educação contemporânea)

MARTINS, Marcos Francisco. e GROPPO, Luís Antonio. Sociedade civil e educação: fundamentos e tramas. Campinas-SP: Autores Associados; Americana-SP: Unisal, 2010. (Col. Educação contemporânea)

MARX, Karl. Para a crítica da economia política - Prefácio. Trad. de José Carlos Bruni, José Arthur Giannotti, Edgard Malagodi e Walter Rehfeld. 5a edição. São Paulo: Abril Cultural, 1991. (Coleção Os Pensadores; v. 12).

MARX, Karl. e ENGELS, Friedrich. Cartas filosóficas e o Manifesto Comunista de 1848. São Paulo: Moraes, 1987.

MARX, Karl. O manifesto comunista. Trad. de Maria Lúcia Como. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996. (Coleção Leitura)

MARX, Karl. A ideologia alemã – 1o capítulo seguido das Teses sobre Feuerbach. São Paulo: Editora Moraes, 1984.

MELO, Marcelo Paula de e FALLEIROS. Ialê. Reforma da Aparelhagem estatal: novas estratégias de legitimação social. In: NEVES, Lúcia Maria Wanderley (org.) A nova pedagogia da hegemonia – estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo, Xamã, 2005.

MONTAÑO, Carlos. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de intervenção social. 3a ed. São Paulo: Cortez, 2005

NASCIMENTO, Cláudio. Sindicato cidadão e formação para a cidadania – Questões atuais sobre sindicalismo e qualificação profissional. s/d. Acessado em: 02.08.2011. Disponível em: http://www.tau.org.ar/upload/89f0c2b656ca02ff45ef61a4f2e5bf24/nacsimento_sindicat.pdf

NEVES, Lúcia Maria Wanderley (org.) A nova pedagogia da hegemonia – estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo, Xamã, 2005.

OLIVEIRA, Roberto Vèras. Sindicalismo e democracia no Brasil: atualizações do novo sindicalismo ao sindicato cidadão. Tese de Doutorado. São Paulo: USP –FFLCH, 2002.

PEREIRA, Dulcinéia de Fátima Ferreira. Educação popular: uma experiência no cenário dos anos 90. Dissertação de Mestrado. Campinas-SP: Faculdade de Educação da Unicamp, 1999 (Dissertação de Mestrado).

PEREIRA, Eduardo Tadeu. Formar à esquerda- processos de educação política no PT e na CUT: um estudo sobre a Fundação Nativo da Natividade. São Paulo: Terras do Sonhar e Edições Pulsar, 2006.

PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. Do Estado patrimonial ao gerencial. In: SACHS, I.; WILHEIM, J.; PINHEIRO, P. S. orgs.). Brasil: um século de transformações. São Paulo: Cia. das Letras, 2001, p. 222-259.

PICOLOTTO, Everton Lazzaretti. Movimentos sociais: abordagens clássicas e contemporâneas. In: CSOnline - Revista Eletrônica de Ciências Sociais, ano I, edição 2, novembro de 2007. Acessado em: 15.maio.2011, p. 156 a 177. Disponível em: http://www.editoraufjf.com.br/revista/index.php/csonline/article/viewFile/358/332

PLANO DE FORMAÇÃO SINDICAL 2008-2011. Campinas-SP: 2009, 07 p. (mimeo)

PINTO, Marina Barbosa. Sindicato cidadão: ressignificação do método de luta dos trabalhadores. Libertas. Juiz de Fora, v. 3, n. 2, p. 17 a 32, janeiro a junho de 2009.

RIBEIRO, Renato Janine. Hobbes: o medo e a esperança. In: Weffort, Francisco (org.). Os clássicos da política – Maquiavel, Hobbes, Locke, Montesquieu, Rousseau, “O Federalista”. 3a ed. São Paulo: Ática, 1991, p. 51-77 (Série Fundamentos 62, v. 1).

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do contrato social. Trad. de Lourdes Santos Machado. 5a ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991. (Coleção Os pensadores)

SAES, Décio. Cidadania e capitalismo: uma crítica à concepção liberal de cidadania. In. Crítica Marxista, no 16, São Paulo: Boitempo Editorial, março de 2003, p. 09 a 38.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 3a ed. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1992. (Coleção polêmicas do nosso tempo; v. 40).

SAVIANI, Dermeval. História da idéias pedagógicas no Brasil. Campinas-SP: Autores Associados, 2007. (Coleção memória da educação)

SMITH, Adam. A riqueza das nações. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

TUMOLO, Paulo S. Da contestação à conformação - A formação sindical da CUT e a reestruturação capitalista. Campinas-SP: Unicamp, 2002.

TUMOLO, Paulo S. Formação política e projeto histórico de classe – a trajetória histórico-política do 13 de Maio NEP – Núcleo de Educação Popular. In: Germinal – Marxismo e Educação em Debate. Londrina-PR: agosto de 2010, v. 2, no 2, p. 118 a 131.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánches. Filosofia da praxis. Trad. de Luiz Fernando Cardoso. 2a ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1977.

Downloads

Publicado

2012-06-09

Como Citar

MARTINS, M. F. Educação, movimento sindical e a polêmica em torno da proposta de “sindicato cidadão”. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 45, p. 153–173, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i45.8640143. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640143. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos