Reflexões em torno da pesquisa e da produção do conhecimento em educação no Brasil

Autores

  • Carlos Roberto Massao Hayashi UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v13i49.8640320

Palavras-chave:

Pesquisa em Educação. Análise da produção científica em Educação. História da Educação

Resumo

O artigo aborda a pesquisa e a produção do conhecimento científico em Educação no Brasil tendo como referência um olhar retrospectivo sobre o que foi escrito e produzido nesse campo de conhecimento desde a segunda metade do século XX até a atualidade. Os autores e textos focalizados não representam a totalidade do que se produziu nessa área, mas são resultado de escolhas motivadas pelo intuito de traçar um panorama teórico mínimo para que se possa compreender como esse campo de conhecimento se constituiu e desenvolveu no país. O artigo está estruturado em seis tópicos. Inicia com um breve histórico da pesquisa em Educação no Brasil, situando-a no contexto social da implantação da pós-graduação no país. Em seguida, apresenta a produção científica em Educação no Brasil a partir de textos produzidos por pesquisadores da área. No terceiro e quarto tópicos são enfocadas as pesquisas do tipo “estado do conhecimento” e aquelas oriundas de Associações, Grupos de Estudo e Sociedades da área. Posteriormente abordam-se as reflexões críticas sobre a pesquisa em Educação e História da Educação e finalmente, tomando como referência a definição bourdieusiana de “campo científico”, o campo da História da Educação é situado com base em um conjunto de reflexões oriundas de trabalhos recentes sobre o assunto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Roberto Massao Hayashi, UFSCar

Mestre (2004) e Doutor (2007) em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Professor adjunto do Departamento de Ciência da Informação e docente vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e ao Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade, ambos da UFSCar.

Referências

ANDRÉ, M. Formação de professores no Brasil: 1990-1998. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2002. (Série Estado do Conhecimento, 6).

ANDRÉ, M. Pesquisa em Educação: buscando rigor e qualidade. Cadernos de Pesquisa, Rio de Janeiro, v.113, p.51-64, julho 2001.

ANDRÉ, M. Pesquisa em Educação: questões de teoria e método. V Encontro Nacional de Pesquisa em Educação e Ciências. In: ATAS DO V ENPEC, Bauru-SP, n.5, p.1-12, 2005a.

ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: questões de teoria e de método. Educação & Tecnologia, v.10, n.1, p.29-35, jan.-jul. 2005b.

ANGELUCCI, C. B. et al. O estado da arte da pesquisa sobre fracasso escolar (1991-2002): um estudo introdutório. Educação e Pesquisa, v.30, p.51-72, jan./abr. 2004.

ANPED. Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação. Sobre a ANPED. Disponível em: http://www.anped.org.br/internas/ver/sobre-a-anped?m=1. Acesso jun. 2013.

ALVES-MAZZOTI, A. J. Relevância e aplicabilidade da pesquisa em educação. Cadernos de Pesquisa, Rio de Janeiro, v.113, p.39-50, jul. 2001.

ARAÚJO, M. M. Tempo de balanço: a organização do campo educacional e a produção histórico-educacional brasileira e da região nordeste. Revista Brasileira de História da Educação, n.5, p.9-41, jan.-jun.2003.

AZEVEDO, J. M. L. de; AGUIAR, M. Â. A produção do conhecimento sobre a política educacional no Brasil: um olhar a partir da Anped. Educação & Sociedade, v.22, n.77, p.49-70, dez. 2001.

BARRETO, E. S. de S.; PINTO, R. P. (orgs.) Avaliação na educação básica: 1990-1998. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2001. (Série Estado do Conhecimento, 4).

BASTOS, M. H. C.; BENCOSTTA, M. L. A.; CUNHA, M. T. S. Uma cartografia da pesquisa em história da educação na região sul: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul (1998-2000). 25a Reunião Anual da Anped, Caxambu-MG, 29 set.-2 out. 2002. Disponível em http://www.anped.org.br/reunioes/25/te25.htm. Acesso em: jun. 2013.

BRANDÃO, Z. A pesquisa em educação e o impacto do crescimento da pós-graduação no Brasil. Em Aberto, n.31, p.25-30, ago.set.1986.

BIANCHETTI, L.; FÁVERO, O. História e histórias da pós-graduação em educação no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v.30, p.3-6, set.-dez. 2005.

BITTAR, M. O estado da arte em história da educação brasileira após 1985: um campo em disputa. Campinas: HISTEDBR-DEFHE/FE/UNICAMP, 2006. Disponível em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/artigos_frames/artigo_078.html. Acesso em: jun. 2013.

BITTAR, M., SILVA, M. R; HAYASHI, M C P I. Produção científica em dois periódicos da área de educação. Avaliação (Campinas), v.16, n.3, p.655-674, nov. 2011.

BONTEMPI JR., B. “A educação brasileira e a sua periodização”: vestígio de uma identidade disciplinar. Revista Brasileira de História da Educação, n.5, p.43-68, jan.-jun. 2003.

BOURDIEU, P. O campo científico. In: Ortiz, Renato. (org.). Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983. p.122-155.

CARVALHO, L. R. de. A educação brasileira e sua periodização. Revista Brasileira de História da Educação, n.2, p.137-152, jul.-dez. 2001.

CARVALHO, M. P. de; BUENO, B. O. Educação e Pesquisa, v.30, n.1, p.7-8, jan.-abr. 2004.

CATANI, D. B.; FARIA FILHO, L. M. de. Um lugar de produção e a produção de um lugar: a história e a historiografia divulgadas no GT História da Educação da ANPED (1985-2000). Revista Brasileira de Educação, v.19, p.113-128, jan.-abr.2002.

CATANI, A. M.; CATANI, D. B.; PEREIRA, G. R. M. As apropriações da obra de Pierre Bourdieu no campo educacional brasileiro, através de periódicos da área. Revista Brasileira de Educação, v.17, p.63-85, maio-ago. 2001.

COSTA, M. C. V. Pesquisa em educação: concepções de ciência, paradigma teórico e produção de conhecimentos. Cadernos de Pesquisa, v.90, p.15-20, ago. 1994.

COSTA, M.; SILVA, G. M. D. da. Amor e desprezo: o velho caso entre sociologia e educação no âmbito do GT-14., Revista Brasileira de Educação, n.22, p. 101-120, jan.-abr. 2003.

CUNHA, L. A. Os (des)caminhos da pesquisa na pós-graduação em educação. In: Seminário sobre a produção científica nos programas de pós-graduação em educação. Brasília: MEC/CAPES, 1979, p.3-15.

CUNHA, M. V. da. A educação no período Kubitschek: os Centros de Pesquisa do INEP. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.83, n.203/204/205, p.127-140, jan./dez. 2002.

FÁVERO, M. de L. A. O GT de Política de Educação Superior: origens, desenvolvimento e produção. 25a Reunião Anual da Anped, Caxambu, 2002, Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/25/te25.htm. Acesso em: jun. 2013.

FERRARO, A. R. A ANPED, a pós-graduação, a pesquisa e a veiculação da produção intelectual na área de educação. Revista Brasileira de Educação, v.30, p.47-69, set./dez. 2005.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, v.23, n.79, p.257-272, ago.2002.

FERREIRA, J. R. O GT educação especial: análise da trajetória da produção apresentada: 1991-2000. 25a Reunião Anual da Anped, Caxambu, 2002.Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/25/te25.htm. Acesso em: jun. 2013.

FREITAS, E. C. de. Pesquisa em educação no Brasil: temas, teorias e bases institucionais. Temas em Educação, v.1, n.1, p.47-76, 1991.

GAMBOA, S. S. Epistemologia da pesquisa em educação: estruturas lógicas e tendências metodológicas. 1987. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UNICAMP, Campinas, 1987.

GAMBOA, S. S. A dialética na pesquisa em educação: elementos de contexto. In: FAZENDA, I. (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1989.

GAMBOA, S. S.; SANTOS FILHO, C. Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. São Paulo: Cortez, 1995.

GAMBOA, Silvio Sánchez. As condições da produção científica em educação: do modelo de áreas de concentração aos desafios das linhas de pesquisa. Educação Temática Digital, v.4, n.2, p.78-93, jun.2003.

GATTI, B. A Alternativas metodológicas para a pesquisa educacional: conhecimento e realidade. Cadernos de Pesquisa, v.49, p.3-14, fev. 1982.

GATTI, B. A. Pós-graduação e pesquisa em educação no Brasil: 1978-1981. Cadernos de Pesquisa, v.44, p.3-17, fev.1983.

GATTI, B. A. Implicações e perspectivas da pesquisa educacional no Brasil contemporâneo. Caderno de Pesquisa, n.113, p.65-81, 2001.

GATTI, B. A. A pesquisa em educação: pontuando algumas questões metodológicas. Nas Redes da Educação: Revista Eletrônica do Laboratório de Tecnologias Educacionais da Faculdade de Educação/Unicamp, Campinas, n.1, out. 2003.

GATTI, B. A. Pesquisa, educação e pós-modernidade: confrontos e dilemas. Cadernos de Pesquisa, v.35, n.126, p.595-608, set.-dez. 2005.

GOERGEN, P. A pesquisa educacional no Brasil: dificuldades, avanços e perspectivas. Em Aberto, v.5, n.31, p.1-18, jul./set.1986.

GOUVEIA, A. J. A pesquisa sobre educação no Brasil: de 1970 para cá. Cadernos de Pesquisa, v.19, p.75-79, dez.1976.

GOUVEIA, A. J. Algumas reflexões sobre a pesquisa educacional no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.60, n.135, p.495-500, out.dez.1974.

GOUVEIA, A. J. A pesquisa educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, v.1, p.1-20, jul.1970.

GRZYBOWSKI, C. Formar pesquisadores pesquisando: alguns desafios para a pós-graduação em educação. Boletim Anped, v.1, p.34-38, jan.-mar.1987.

HADDAD, S. Educação de jovens e adultos no Brasil: 1986-1998. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2002. (Série Estado do Conhecimento, 8).

HENRIQUES, V. A identidade do campo educacional: uma tensão entre modernidade e pós-modernidade. Boletim SOCED, v.1, p. 1-13, 2005.

HENRIQUES, V. Autonomização e autonomia: uma complexa relação no campo da pesquisa educacional brasileira. Revista Intellectus, Rio de Janeiro, v.3, n.1, 2004.

HAYASHI, M. C. P. I.; História da educação brasileira: a produção científica na biblioteca eletrônica SCIELO. Educação & Sociedade, v.29, n.102, p. 181-211, abr.2008.

HAYASHI, C. R. M.; FERREIRA JUNIOR, A. O campo da história da educação no Brasil: um estudo baseado nos grupos de pesquisa. Avaliação, 2010, v.15, n.3, p.167-184.

HAYASHI, M. C. P. I.; FERREIRA JR., A.; COELHO, M. ; HAYASHI, C. R. M. Marxismo, educação e pós-modernidade: uma mirada retrospectiva da pesquisa educacional a partir do século XXI. In: Ferreira Jr., A.; HAYASHI, C. R. M.; LOMBARDI, J. C. (Orgs.). Educação brasileira no século XX e perspectivas para o século XXI. Campinas: Alínea, 2012. p. 11-54.

HOBSBAWN, E. A era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. 2.ed. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

JORGE, M. A periodização na História da Educação brasileira: um exame crítico do estado da questão. 2003. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UNICAMP, Campinas, 2003.

KUENZER, A. A pesquisa em educação no Brasil: algumas considerações. Em Aberto, v.31, p.19-23, ago.set. 1986.

LOMBARDI, J. C. Pesquisa em educação, São Paulo: Autores Associados, 1999.

LOMBARDI, J. C. (org.). Pesquisa em educação: história, filosofia e temas transversais. Campinas: Editores Associados/HISTEDBR, 2003.

LOMBARDI, J. C. Registrando trajetórias: Grupo de Estudos e Pesquisa “História, Sociedade e Educação no Brasil (HISTEDBR)”. Campinas: Unicamp, 2006. Disponível em: www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/apresentacao_arquivos/Artigo_AN_Informacoes_HISTEDBR.htm. Acesso em: jun. 2013.

MELLO, G. N. Pesquisa em educação: questões teóricas e questões de método. Cadernos de Pesquisa, v.49, p.43-44, maio 1984.

MELLO, G. N. A pesquisa educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, v.40, p.6-10, fev.1982.

MOROSINI, M. C. (org.) Educação superior em periódicos nacionais: 1968-1995. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2001. (Série Estado do Conhecimento, 3).

MOSTAFA, S. P.; MÁXIMO, L. F. A produção científica da Anped e da Intercom no GT da Educação e Comunicação. Ciência da Informação, v.32, n.1, p.96-101, jan.-abr.2003.

NOGUEIRA, C. M. M.; NOGUEIRA, M. A. A sociologia da educação de Pierre Bourdieu: limites e contribuições. Educação & Sociedade, v.23, n.78, p.15-36, abr. 2002.

PARAISO, M. A. Pesquisas pós-críticas em educação no Brasil: esboço de um mapa. Cadernos de Pesquisa, v.34, n.122, p.283-303. maio-ago. 2004.

ROCHA, E. A. C. Educação infantil: 1983-1996. Brasília: MEC / Inep / Comped, 2001. (Série Estado do Conhecimento, 2).

SAVIANI, D. A filosofia da educação brasileira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983.

SAVIANI, D.; LOMBARDI, J. C.; SANFELICE, J. L. (orgs.). História e História da educação: o debate teórico metodológico atual. Campinas: Ed.Associados/HISTEDBR, 1998.

SAVIANI, D. Navegando na História da Educação Brasileira: apresentação. Campinas: FE/UNICAMP, 2006. Disponível em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/apresentacao_saviani_leia.html. Acesso em: jun. 2013.

SAVIANI, D.; CARVALHO, M. M. C. de; VIDAL, D.; ALVES, C.; GONÇALVES NETO, W. Sociedade Brasileira de História da Educação: constituição, organização e realizações. Revista Brasileira de História da Educação, v.11, n.3, p.13-45, set.-dez.2011.

SCHWARTZMAN, S. Um espaço para a ciência: a formação da comunidade científica no Brasil. Trad. de Sérgio Bath e Oswaldo Biato. Brasília: MCT, 2001. Disponível em: http://www.schwartzman.org.br/simon/spacept/espaco.htm. Acesso em: jun. 2013.

SGUISSARDI, V.; SILVA JR., J. dos R. Construindo fontes de dados e uma agenda de pesquisa: o banco de dados Universitas/Br. Comunicações, Piracicaba, v.9 n.1, p.21-43, 2002.

SILVA, A.; ABRAMOWICZ, A.; BITTAR, M. Apresentação. In: SILVA, A.; ABRAMOWICZ, A.; BITTAR, M. (orgs.) Educação e pesquisa: diferentes percursos, diferentes contextos. São Carlos: RiMa, 2004. p.vii-ix.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. Alfabetização. Brasília: MEC / Inep / Comped, 2000. (Série Estado do Conhecimento, 1)

SOUSA, S. Z.; BIANCHETTI, L. Pós-graduação e pesquisa em educação no Brasil: o protagonismo da ANPEd. Revista Brasileira de Educação, v.12, n.36, p.389-409, dez. 2007.

SPÓSITO, M. P. Juventude e escolarização: 1980-1998. Brasília: MEC / Inep / Comped, 2002. (Série Estado do Conhecimento, 7).

TORO-ZEQUERA, L. H. História da educação em debate: as tendências teórico-metodológicas nos congressos ibero-americanos (1992-1998). Campinas: Unicamp, 2001. (Tese de doutorado em Educação). 2001. 285p.

VIDAL, D. G.; FARIA FILHO, L. M. de. História da educação no Brasil: a constituição histórica do campo: 1880-1970. Revista Brasileira de História, v.23, n.45, p.37-70, jan./jul.2003.

VIEIRA, C. E. Anísio Teixeira e a pesquisa em educação no Brasil: ensaio sobre o processo de formação do campo. Série-Estudos, n.15, p.167-178, jan.-jun. 2003.

WARDE, M. J. Anotações para uma historiografia da educação brasileira. Em Aberto, v.3, n.23, p.1-6, set.-out.1984.

WARDE, M. J. Contribuições da história para a educação. Em Aberto, v.9, n.47, p.3-11, jul.- set.1990b.

WARDE, M. J. O papel da pesquisa na pós-graduação em educação. Cadernos de Pesquisa, n.73, p.57-75, maio 1990a.

WEBER, S. A produção recente na área de educação. Cadernos de Pesquisa, v.81, p.22-32, maio 1992.

WITTMANN, L. C.; GRACINDO, R. V. Políticas e gestão da educação: 1991-1997. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2001. (Série Estado do Conhecimento, n. 5).

Downloads

Como Citar

HAYASHI, C. R. M. Reflexões em torno da pesquisa e da produção do conhecimento em educação no Brasil. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 49, p. 45–70, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i49.8640320. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640320. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos