A biblioteca da catequista: vestígios da circulação internacional de modelos pedagógicos nas leituras prescritas para as professoras católicas

Autores

  • Evelyn de Almeida Orlando Pontifícia Universidade Católica do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v14i58.8640389

Palavras-chave:

Formação de professores. Circulação de saberes pedagógicos. Pedagogia católica moderna

Resumo

Este artigo discute a renovação educacional católica no Brasil, a partir das prescrições de leituras feitas para as professoras primárias em consonância com as discussões pedagógicas modernas no cenário nacional e internacional, publicadas no Boletim Catequético. O objetivo é analisar como os papéis da catequista e da professora primária se misturam quando a catequese passa pelo processo de escolarização. Além disso, busca analisar a presença de autores estrangeiros nas leituras prescritas às professoras, dando a ver como a Igreja Católica foi produzindo também seus modelos culturais e renovando suas práticas educativas,buscando situar-se nas demandas do seu tempo social.Situado no âmbito da História Cultural, o aporte teórico deste trabalho passa pelos conceitos de campo religioso (BOURDIEU, 2005), representações, práticas e apropriações (CERTEAU, 1994, CHARTIER, 1990), circulação de modelos pedagógicos (CARVALHO, 1994, 2006). A análise das prescrições de leituras para as professoras/catequistas serve como pistas da presença da Igreja nesse movimento de circulação internacional de modelos pedagógicos, considerando a liberdade relativa dos agentes na diversidade dos usos desses modelos, em suas práticas de apropriação e na forma como estas incidem diretamente na construção do mundo social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelyn de Almeida Orlando, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Curso de Pedagogia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

BICCAS, Maurilane de Souza. Impresso pedagógico como objeto e fonte para a História da educação em Minas Gerais (1925-1940). História da educação: ensino e pesquisa.Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BOLETIM CATEQUÉTICO, Belo Horizonte: Editora São José, ano VI, no 51, junho de 1941, capa.

BOLLIN, Antônio; GASPARINI, Francesco. A catequese na vida da Igreja: notas de história. São Paulo: Paulinas, 1998.

BOURDIEU, Pierre. Gênese e Estrutura do Campo Religioso. BOURDIEU, Pierre. A Economia das Trocas Simbólicas. Org. Sérgio Miceli. São Paulo. Ed. Perspectiva, 2004.

BOURDIEU, Pierre. Campo do Poder, Campo Intelectual e Habitus de Classe.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2005. p. 183-202.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. A caixa de utensílios, o tratado e a biblioteca: pedagogia e práticas de leitura de professores. VIDAL, Diana Gonçalves; HILSDORF, Maria Lúcia (org.). Tópicas de História da Educação. São Paulo: EDUSP, 2001. p. 137-167.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. A Escola Nova e o impresso: um estudo sobre estratégias editoriais de difusão do escolanovismo no Brasil. FARIA Filho, Luciano Mendes. Modos de ler, formas de escrever: estudos de História da Leitura e da Escrita no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p. 66-86.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. Livros e revistas para professores: configuração material do impresso e circulação internacional de modelos pedagógicos. PINTASSILGO, Joaquim et all. (org.). História da escola em Portugal e no Brasil: circulação e apropriação de modelos culturais. Lisboa: Colibri, 2006.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. Uso do Impresso nas Estratégias Católicas de Conformação do campo doutrinário da Pedagogia (1931-1935). In: Cadernos Anped, n. 7, 1994. p. 41-60.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis/RJ: Editora Vozes, 1994.

CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.

CRISTINO, Horácio C. (Dom). O Catecismo na História da Igreja. Boletim de Pastoral Litúrgica. Lisboa: Secretariado Nacional de Liturgia, ano XIX, julho-setembro de 1994, p. 102-119.

FARGUES, Marie. Les Méthodes actives dans l’Enseignement religieux. France/Belgique: Les Éditions du Cerf, Juvisi (Seine-et-Oise), 1934. (Collection Les Sciences et l’Art de l’Éducation).

LUSTOSA, Oscar. Catequese Católica no Brasil: para uma história da evangelização. São Paulo: Edições Paulinas, 1992. (Coleção Estudos e Debates Latino-Americanos).

MONTEIRO, Judith. Catequista. Boletim Catequético, Belo Horizonte: Editora São José, ano VI, no 51, junho de 1941, p. 13.

MUNAKATA, Kazumi. Produzindo livros didáticos e paradidáticos. São Paulo: PUC, 1997. (Tese de Doutoramento).

ORLANDO, Evelyn de Almeida. Por uma civilização cristã: a coleção Álvaro Negromonte e a pedagogia do catecismo. Dissertação (Mestrado em Educação) São Cristóvão/SE: Universidade Federal de Sergipe, 2008.

ORLANDO, Evelyn de Almeida. A Igreja Católica e a pedagogização da sociedade: um projeto civilizatório orientado à família e à escola via impressos. Tese (Doutorado em Educação), Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2013.

PIO XI. Texto de Apresentação. Boletim Catequético, Belo Horizonte: Editora São José, ano VI, no 51, junho de 1941, capa.

PRADEL, Henri. Alguns traços para a educadora perfeita. Boletim Catequético, Belo Horizonte: Editora São José, ano IV, no 35, p. 12, agosto de 1939.

SGARBI, Antônio Donizetti. Bibliotecas Pedagógicas Católicas: estratégias para construir uma civilização cristã e conformar o campo pedagógico através do impresso (1929-1938). Tese (Doutorado em Educação). São Paulo: Pontifícia Universidade Católica, 2001.

TOLEDO, Maria Rita de Almeida. Coleção Atualidades Pedagógicas: do projeto político ao editorial (1931-1981). São Paulo: Pontifica Universidade Católica, 2001. (Tese de doutoramento).

VIDAL, Diana Gonçalves. O exercício disciplinado do olhar: livros, leituras e práticas de formação docente no Instituto de Educação do Distrito Federal (1932-1937). Bragança Paulista, Editora da Universidade São Francisco, 2001.

Downloads

Como Citar

ORLANDO, E. de A. A biblioteca da catequista: vestígios da circulação internacional de modelos pedagógicos nas leituras prescritas para as professoras católicas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 58, p. 210–229, 2015. DOI: 10.20396/rho.v14i58.8640389. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640389. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos