A produção científica sobre imigração e educação no Brasil: análise historiográfica das instituições escolares étnicas

Autores

  • Vera Lucia Martiniak Universidade Estadual de Ponta Grossa- UEPG

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i64.8641933

Palavras-chave:

Historiografia. Instituições Escolares. Educação de Imigrantes

Resumo

Este texto apresenta uma análise da produção científica que aborda as temáticas relacionadas à história das instituições escolares destinadas à educação de imigrantes. A coleta dos dados deu-se por meio dos sites dos programas de pós-graduação de algumas instituições, bem como a consulta ao banco de dados mantido pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Fez-se uma análise dos dados encontrados que posteriormente foram organizados em tabelas e organizados em banco de dados. De acordo com alguns autores a educação de imigrantes ainda é um tema com poucos trabalhos publicados. Dos trabalhos publicados a grande maioria concentra-se na região Sul, devido a sua influência fortemente marcada pela presença de imigrantes europeus. Em relação à História das Instituições Escolares observa-se um aumento no número de trabalhos, em decorrência do crescimento dos programas de pós-graduação no Brasil a partir de 1990. A criação dos Grupos de Trabalho em diversas áreas acabou dando um incremento na qualidade e quantidade de trabalhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lucia Martiniak, Universidade Estadual de Ponta Grossa- UEPG

Professora do Departamento de Educação e do PPGE da UEPG.

Referências

ANDERY, Maria Amélia et al. A prática, a história e a construção do conhecimento: Karl Marx (1818-1883). In: _______ Para compreender a ciência: uma perspectiva histórica. 5 a Ed. Rio de Janeiro: Espaço e tempo, 1994. p. 395-425.

KREUTZ, Lúcio. Escolas étnicas na história da educação brasileira: a contribuição dos imigrantes. IN: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena. (orgs). Histórias e memórias da educação no Brasil, vol. II: século XIX. 4. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

LOMBARDI, José Claudinei. História e historiografia da educação no Brasil. In: LOMBARDI, José Claudinei et al. Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas: Autores Associados, 2006.

LOMBARDI, José Claudinei. História e historiografia da educação: atentando para as fontes. In: LOMBARDI, J. C.; NASCIMENTO, M. I. M. (Orgs.). Fontes, história e historiografia da educação. Campinas: Autores Associados, 2004.

LÖWY, Michael. As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Münchhausen. 5 ed. São Paulo: Cortez, 1994.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã em particular. In: MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. São Paulo, Martins Fontes, 1998, p. 7-54.

MATTOS, I. R. de. O Tempo Saquarema: a formação do Estado imperial. 2 ed. São Paulo: Hucitec, 1990.

NASCIMENTO, Maria Isabel Moura; SANDANO, Wilson; LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval. Instituições escolares no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007.

NETTO, José Paulo. Relendo a teoria marxista da História. IN: SAVIANI, Demerval. et al. História e história da educação. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

RENK, Vaquiria Elenita. Aprendi a falar português na escola! O processo de nacionalização das escolas étnicas polonesas e ucranianas no Paraná. 2009. Tese (doutorado em educação). Universidade Federal do Paraná.

ROMANOWSKI, J. P ; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006.

SANFELICE, José Luis. História das instituições escolares. IN: NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. [et al] (orgs). Instituições escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica. Campinas: Autores Associados, 2007.

SAVIANI, Dermeval. O debate teórico e metodológico no campo da história e sua importância para a pesquisa educacional. IN: SAVIANI, Dermeval et al. História e história da educação. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

SOARES, Magda Becker; MACIEL, Francisca Pereira. Alfabetização no Brasil: o estado do conhecimento. Disponível em: http://www.mec.inep.gov.br, 2000. Acesso em: 23 jan. 2014.

VIDAL, Diana Gonçalves; FARIA FILHO, Luciano Mendes de. História da educação no Brasil: a constituição histórica do campo (1880-1970). Rev. Bras. Hist. [online]. 2003, vol. 23, n.45, pp. 37-70. ISSN 1806-9347.

VILLELA, Heloisa de O. S. Entre o “saber fazer” e a profissionalização a escola normal do século XIX e a constituição da cultura profissional docente. In: MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck e CORRÊA, Rosa Lydia Teixeira (orgs.). A educação escolar em perspectiva histórica. Campinas, SP: Autores Associados, 2005.

Downloads

Publicado

2015-11-23

Como Citar

MARTINIAK, V. L. A produção científica sobre imigração e educação no Brasil: análise historiográfica das instituições escolares étnicas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 64, p. 147–158, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i64.8641933. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8641933. Acesso em: 25 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos