O discurso da área de saúde sobre a educação a distância frente aos princípios da educação e trabalho

Autores

  • Dalianne Lobo da Costa Universidade Federal de Rondônia
  • José Lucas Pedreira Bueno Universidade Federal de Rondônia - Unir
  • Marco Antonio de Oliveira Gomes Universidade Federal de Rondônia - Unir

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i66.8643717

Palavras-chave:

Formação profissional. Área de saúde. Educação a distância. Trabalho e educação

Resumo

O presente trabalho busca compreender a separação da educação e trabalho com as implicações para a formação teórico-prática dos graduandos da área de saúde e como a área de saúde compreende a formação pela modalidade Educação a Distância (EAD), valendo da perspectiva que trabalho e educação eram desenvolvidos indissolúveis nas sociedades primitivas e que com o surgimento da propriedade privada e da divisão de classes sociais, a educação deixou de ser desenvolvida junto com o trabalho e que a EAD surgiu para atender segmentos da classe trabalhadora desprovida dos meios de produção e do acesso à educação tradicional. Assim, buscamos desenvolver uma pesquisa documental e bibliográfica, com objetivos descritivos, abordagem qualitativa do problema e de natureza básica. Podemos considerar que a formação do profissional da área de saúde passa por desafios e deve contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, alicerçada pelos princípios e diretrizes SUS. Porém o modelo universitário atual, com práticas de ensino tradicionais, distancia o conhecimento do aluno das reais necessidades do processo saúde-doença da população, não sendo isso um condicionante exclusivo da EAD, mas da separação do trabalho e educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dalianne Lobo da Costa, Universidade Federal de Rondônia

Graduada em Fisioterapia pela UNIFENAS. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Professora do curso de Fisioterapia da Faculdade São Lucas. Pesquisa a formação de professores da área de saúde. Membro do grupo de pesquisa “Educa” (UNIR).

José Lucas Pedreira Bueno, Universidade Federal de Rondônia - Unir

Graduado em Letras Português e Inglês e em Tecnologia da Informação. Professor-pesquisador da área de Formação de professores; Tecnologia educacional; Tecnologias aplicadas à educação; Educação a distância e Letramento e inclusão digital. Mestre e Doutor em Engenharia de Produção pela UFSC. Professor do Departamento de Ciências da Educação, do Mestrado Acadêmico em Educação e do Mestrado Profissional em Educação Escolar da UNIR. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar - Mestrado Profissional da UNIR. Líder do Grupo de Pesquisa Educa (UNIR).

Marco Antonio de Oliveira Gomes, Universidade Federal de Rondônia - Unir

Graduado em História pela Puccamp e Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral. Professor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) no Departamento de Ciências da Educação, nos temas: Fundamentos e práticas do ensino de História, Estado e Políticas Públicas em Educação, Estrutura e funcionamento de Ensino, História da Educação e Trabalho e Educação. Mestre e Doutor em História e Filosofia da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professor permanente do Programa de Mestrado Acadêmico em Educação e do Mestrado Acadêmico em História e Estudos Culturais. Líder do Grupo de Pesquisa HISTEDBR - UNIR.

Referências

AMARAL, N.C. O vínculo avaliação-regulação-financiamento nas IES brasileiras: desafio para a gestão institucional. PBPAE, Porto Alegre, v.27, n.1, p. 95-108, jan./abr. 2013.

ALONSO, K. M. A expansão do ensino superior no Brasil e a EAD: dinâmicas e lugares. Rev. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 113, p. 1319-1335, out./dez. 2010.

BRASIL. Decreto n°5.773, de 09 de maio de 2006. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 9 mai. 2006a.

BRASIL. Ministério da Educação, Ministério da Saúde. Aderência dos cursos de graduação em Enfermagem, Medicina e odontologia às diretrizes curriculares nacionais. Brasília, 162 p 2006b. Disponível em http://abeno.org.br/arquivos/downloads/download_20111215103241.pdf Acesso em: 18 fev. 2015.

BRASIL. Decreto n°6.303, de 12 de dezembro de 2007. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 12 dez. 2007a.

BRASIL. Referenciais de qualidade para Educação Superior a Distância. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, ago. 2007b.

BRASIL. Portaria Normativa no 02, de 10 de janeiro de 2007, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília. DF, 10 jan. 2007c.

BUENO, J.L.P; GOMES, M.A.O. Uma análise histórico-crítica da formação de professores com tecnologias de informação e comunicação, Rev. Cocar, v. 6, n. 10, p. 1-19, Jun. 2012.

CAMPOS, F.E. et al. Caminhos para Aproximar a Formação de Profissionais de Saúde das Necessidades da Atenção Básica, Rev. Brasileira de Educação Médica, v. 25, n. 2, maio/ago. 2001.

FÓRUM dos Conselhos Federais da Área de Saúde. Relatório do I Seminário sobre Ensino de Graduação à Distância na Área da Saúde do Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde - FCFAS. Brasília: 2011, 15 p. Disponível em http://www.cfess.org.br/arquivos/Documento_Final_EaD_03.2011.pdf Acesso em: 18 fev. 2015.

JUNIOR, J. P. B. Formação em fisioterapia no Brasil: reflexões sobre a expansão do ensino e os modelos de formação, Rev. História, Ciências, Saúde, Rio de Janeiro, v.16, n.3, p.655-668, jul./set. 2009.

PACHANE, Graziela Giusti, Políticas de formação pedagógica do professor universitário: Reflexões a partir de uma experiência. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/27/gt11/t116.pdf Acesso em: 20 abr. 2015.

PRETI, O. Educação a Distância e globalização: desafios e tendências, R. Bras. Est. pedag., Brasília, v.79, n.191, p.19-30, jan./abr. 1998.

SAVIANI, D. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: SAVIANI, D. FERRETTI, Celso J. et al. (orgs.) Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate multidisciplinar. Petrópolis: Vozes, 1994.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos, Rev. Bras. Educ., ISSN 1413-2478, v.12, n.34, Rio de Janeiro, Jan./Abr. 2007.

Downloads

Publicado

2016-02-26

Como Citar

COSTA, D. L. da; BUENO, J. L. P.; GOMES, M. A. de O. O discurso da área de saúde sobre a educação a distância frente aos princípios da educação e trabalho. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 66, p. 307–320, 2016. DOI: 10.20396/rho.v15i66.8643717. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8643717. Acesso em: 20 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos