Banner Portal
Alguns limites e possibilidades da prática pedagógica no contexto escolar
PDF

Palavras-chave

Prática pedagógica. Cotidiano escolar. Ação do professor.

Como Citar

SANTOS, Adriana Regina de Jesus; COSTA, Rogerio da; OLIVEIRA, Claudia Chueire de; LUCIANO, Helio Jose; MARTINS, Nathalia. Alguns limites e possibilidades da prática pedagógica no contexto escolar. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 16, n. 69, p. 245–254, 2017. DOI: 10.20396/rho.v16i69.8645118. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8645118. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

O presente texto tem como finalidade identificar e analisar a concepção docente em relação aos principais aspectos que interferem de maneira positiva e negativa na prática pedagógica, levando em consideração o cotidiano escolar. Desta maneira, para este estudo utilizou-se pressupostos da abordagem qualitativa, amparando-se no método dialético. Assim, a pesquisa bibliográfica, documental e de campo compõem o conjunto de procedimentos investigativos. Outro ponto relevante é a compreensão referente aos limites da práxis pedagógica, considerando a relação entre o pensar e o construir de novas possibilidades referentes ao trabalho docente peculiar ao contexto em que está inserido. Assim, por meio deste estudo constatou-se que, torna-se imprescindível trabalhar com o pensar e o repensar das concepções sobre a prática docente relacionando-se  a construção social da mesma, na qual é permeada de ideologias, valores e relações de poder que compõem o imaginário de uma dada sociedade.

https://doi.org/10.20396/rho.v16i69.8645118
PDF

Referências

BAUMAN, Z. Modernidade Líquida. Rio de janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BOECHAT, Ivone. A Família no Século XXI. 2ª ed. Rio de Janeiro: Reproarte, 2003.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação Qualitativa em Educação. Porto: Porto Editora, 1994.

COSTA, Marisa C. V. Trabalho docente e profissionalismo. – Porto alegre: Sulina, 1995.

CHERMONT, G.S. A qualidade na Gestão de Projeto de Sistema de Informação. Rio de janeiro, 2006.

CHIZZOTTI, Antônio. Pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2006.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire .São Paulo: Cortez & Moraes, 1979.

GRAMSCI, A. Quaderni del carcere. Turim: Einaudi, 1975.

Netto, J. P. & Falcão, M. C. Cotidiano: conhecimento e crítica. São Paulo: Cortez, 1989, p. 35.

KONDER, Leandro. O que é dialética. 28º ed. São Paulo: Brasiliense, 2008.

KOSIK, Karel. Dialética do Concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

LAVILLE, Christian; DIONNE, Jean. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artmed, 1999.

LESSARD, C. A universidade e a formação profissional dos docentes: novos questionamentos. Educação & Sociedade, v. 27, n. 94, p. 223-240, jan.-abr. 2006.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora: Novas exigências educacionais e profissão docente. São Paulo: Cortez, 1998.

LIMA, Rafael L. de. Sobre o conceito de Pseudoconcreticidade em Karel Kosik. Natal, 2011. 103 p. Dissertação (Mestrado em Filosofia). Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2011.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da educação coleção magistério 2ºgrau. Série formação do professor. 21 Ed. São Paulo: Cortez, 1993.

MORAES, Amaury César. (Coord.) Sociologia: ensino médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010.

PIMENTA, Selma Garrido. ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SACRISTÁN, J. Gimeno. Consciência e acção sobre a prática como libertação profissional dos professores. In: NÓVOA, António. Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1995.

SACRISTÁN, J.; GÓMEZ, Pérez. Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre: ARTMED, 1996.

TARDIF, Maurice. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Rio de Janeiro: Vozes, 2005.

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos. Metodologia da Pesquisa. 2. ed. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1990.

VEIGA, Ilma Passos A. A prática pedagógica do professor de didática. Campinas: Papirus, 1989.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.