Práticas do ensino de história medieval: conhecendo as mentalidades

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v17i4.8645888

Palavras-chave:

Ensino de história. Fontes históricas. Idade Média.

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender como os professores da rede pública e privada do Ensino Fundamental de História, da cidade de Pouso Alegre/MG percebem, e incorporam características do ideário neoliberal de educação, em sua prática de ensino nas temáticas relacionadas à Idade Média. Presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN e no Currículo Básico Comum - CBC/MG propõem, através da adoção de práticas típicas da economia de mercado, desenvolver um sistema educacional pautado na qualidade. Para o ensino de História determinam a inclusão das fontes históricas em sala de aula, priorizar o desenvolvimento de habilidades e competências, que preparem o estudante para o mundo do trabalho.  Trabalhou-se com o conceito de Nova História, mentalidades e da evolução das ideais pedagógicas no Brasil, descreve como as visões que permeiam as mentalidades e do medievo são resultados de um longo processo de formação das mentalidades. Foi possível levantar categorias que permitiram descrever como as fontes históricas estão incorporadas ao ensino de História Medieval na prática docente. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Nonato Franco Ribeiro, Universidade do Vale do Sapucaí

Professor na rede pública de ensino, em Pouso Alegre, MG. Mestre em Educação pela Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS).

Sônia Aparecida Siquelli, Universidade do Vale do Sapucaí

Professora, pesquisadora e orientadora do Mestrado em Educação e professora colaboradora do Mestrado em Bioética, ambos pela Universidade do Vale do Sapucaí (Univás), Pouso Alegre, MG. Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

Referências

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2009.

BRASIL. Currículo Básico Comum (CBC) – história. SEE/MG, 2007.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: história, geografia. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2005.

GUIMARÃES, Selva. Didática e prática de ensino em história. Campinas, SP: Papirus, 2003.

LE GOFF, Jacques (Org.). A História nova. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

LE GOFF, Jacques. As mentalidades: uma história ambígua. In: LE GOFF, Jacques. NORA, Pierre. (Org.). História: novos objetos. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1995. p. 68-83.

LE GOFF, Jacques. Em busca da Idade Média. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1990.

LE GOFF, Jacques. Uma longa Idade Média. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

RIBEIRO, Álvaro Nonato Franco. Fontes históricas e ensino de história: olhares sobre o Medievo. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Sapucaí, Pouso Alegre, MG, 2014. Disponível em: < http://www.univas.edu.br/me/docs/dissertacoes2/7.pdf. >. Acesso em: 30 mar. 2016.

SALIBA, Elias Thomé. Experiências e representações sociais: reflexões sobre o uso e consumo de imagens. In: BITTENCOURT, Circe (Org.). História na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2010. p. 87-118.

SAVIANI, Dermeval. Aberturas para a história da educação: do debate teórico metodológico no campo da história ao debate sobre a construção do sistema nacional de educação no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2008b.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: Primeiras Aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2008a.

SCHMIDT, Mario. Nova História Crítica: 6ª Série. São Paulo: Nova geração, 2002. p. 20.

VOVELLE, Michel. A História e a longa duração. In: LE GOFF, Jacques (Org.). A história nova. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Downloads

Publicado

2017-12-21

Como Citar

RIBEIRO, Álvaro N. F.; SIQUELLI, S. A. Práticas do ensino de história medieval: conhecendo as mentalidades. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 17, n. 4, p. 1223–1241, 2017. DOI: 10.20396/rho.v17i4.8645888. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8645888. Acesso em: 16 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos