Banner Portal
Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Paraná (1951 – 1953): representações sobre a escola rural
PDF

Palavras-chave

Educação. História da educação. Imprensa pedagógica. Escola rural.

Como Citar

IVASHITA, Simone Burioli; SCHELBAUER, Analete Regina. Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Paraná (1951 – 1953): representações sobre a escola rural. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 17, n. 2, p. 559–577, 2017. DOI: 10.20396/rho.v17i2.8650410. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8650410. Acesso em: 15 abr. 2024.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo reconstituir nuances do debate em torno da escola primária rural, a partir das representações de professores e professoras publicadas no Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Paraná, editado entre os anos de 1951 e 1953. A análise incide sobre a atuação da imprensa pedagógica oficial na produção e circulação de ideias acerca do que, politicamente, pretendia-se imprimir à formação e atuação docente acerca da escola e do ensino rural. Teoricamente, apoia-se no conceito de representação, desenvolvido pelo francês Roger Chartier (1990, 2002a, 2002b, 2009), para descortinar o que o Boletim apresenta sobre a referida categoria. A hipótese é que tal periódico representou um dos meios utilizados pelo Estado para a formação e aperfeiçoamento dos professores, tendo em vista o alto percentual de professores leigos que atuavam nas escolas isoladas das áreas rurais na década de 1950. Dentre as diversas temáticas apresentadas pelo periódico, a opção pela escola rural se deve ao fato de levar em consideração sua significativa expansão naquele momento e por entender que este era o modelo de escola primária que podia atender a um maior número de crianças no Estado do Paraná.

https://doi.org/10.20396/rho.v17i2.8650410
PDF

Referências

ARAÚJO, José Carlos Souza. Um capítulo da veiculação da discussão educacional na imprensa do triângulo mineiro: a revista A Escola (1920-1921). In: ARAÚJO, José Carlos Souza; GATTI JUNIOR, Décio (Org.). Novos temas em história da educação brasileira: instituições escolares e educação na imprensa. Campinas, SP: Autores Associados; Uberlândia, MG: EDUFU, 2002. p. 91-132.

BASTOS, Maria Helena Câmara. As revistas pedagógicas e a atualização do professor: a revista do ensino do Rio Grande do Sul (1951-1992). In: CATANI, Denice Bárbara; BASTOS, Maria Helena Câmara (Org.). Educação em revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras, 2002. p. 47-75.

BICCAS, Maurilane de Souza. Da revista à leitura: a formação dos professores e a conformação do campo pedagógico em Minas Gerais (1925-1940). In: ARAÚJO, José Carlos Souza; GATTI JUNIOR, Décio (Org.). Novos temas em história da educação brasileira: instituições escolares e educação na imprensa. Campinas, SP: Autores Associados; Uberlândia, MG: EDUFU, 2002. p. 175-196.

BICCAS, Maurilane de Souza. O impresso como estratégia de formação: revista do ensino de Minas Gerais (1925-1940). Belo Horizonte: Argvmentvm, 2008.

BONA JUNIOR, Aurélio; VIEIRA, Carlos Eduardo. O discurso da modernidade nas conferências educacionais na década de 1920 no Paraná. In: VIEIRA, Carlos Eduardo (Org.). Intelectuais, educação e modernidade no Paraná (1986-1962). Curitiba: Editora UFPR, 2007. p. 13-40.

CASTRO, Elizabeth Amorim de. A arquitetura dos grupos escolares do Paraná na Primeira República. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v. 90, p. 122-148, jan./abr. 2009.

CATANI, Denice Barbara. A imprensa periódica educacional: as revistas de ensino e o estudo do campo educacional. Educação e Filosofia, v. 10, n. 20, p. 115-130, jul./dez. 1996.

CATANI, Denice Barbara. Educadores à meia-lua: um estudo sobre a revista de ensino da Associação Beneficente do Professorado Público de São Paulo – 1902-1919. 1989. Tese (Doutorado em Educação)–Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1989.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. Tradução de Reginaldo de Moraes. São Paulo: Editora da UNESP, 1999.

CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietudes. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2002a.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Tradução de Maria Manuela Galhardo. Lisboa: Difel, 1990.

CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Tradução Cristina Antunes. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CHARTIER, Roger. Formas e sentidos. Cultura escrita: entre distinção e apropriação. Tradução Maria de Lourdes Meirelles Matencio. Campinas, SP: Mercado de Letras; Associação de Leitura do Brasil (ALB), 2003.

CHARTIER, Roger. Leituras e leitores na França do antigo regime. Tradução Álvaro Lorencini. São Paulo: Editora da UNESP, 2004.

CHARTIER, Roger. Os desafios da escrita. Tradução de Fúlvia M. L. Moretto. São Paulo: Editora UNESP, 2002b.

FURTADO, Alessandra Cristina; SCHELBAUER, Analete Regina; SÁ, Elizabeth Figueiredo de. Escola primária rural: caminhos percorridos pelos estados de Mato Grosso e Paraná (1930-1961). In: SOUZA, Rosa Fátima de.; PINHEIRO, Antonio Carlos Ferreira; LOPES, Antônio de Pádua Carvalho (Org.). História da escola primária no Brasil: investigações em perspectiva comparada em âmbito nacional. Aracaju: Edise, 2015. p. 103-146.

GONÇALVES NETO, Wenceslau. Representações de mulher e de educação na imprensa de Uberabinha (1910-1926). In: FARIA FILHO, Luciano Mendes et al. (Org.). História da educação em Minas Gerais. Belo Horizonte: FCH/FUMEC, 2002. p. 136-149.

HERVATINI, Luciana; SCHELBAUER, Analete Regina. A escola normal regional no interior do Paraná: a realidade e a idealidade de suas práticas pedagógicas. Revista HISTEDBR On-line. v. 12, n. 45, p. 296-309 mar. 2012. Disponível em: < http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/histedbr/issue/view/224 >. Acesso em 10 jan. 2017.

IVASHITA, Simone Burioli. Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Paraná (1951 – 1953): representações de ensino, professor e escola rural. 2016. 162 f. Tese (Doutorado em Educação)-Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2008. p. 111-153.

LUSTOSA, Elcias. O texto da notícia. Brasília, DF: Ed. UnB, 1996.

MAIA, Eni Marisa. Educação rural no Brasil: o que mudou em 60 anos? Em Aberto, Brasília, DF, ano 1, n. 9, p. 27-33, set. 1982.

MENNUCCI, Sud. A crise brasileira de educação. Versão para eBook. eBooksbrasil. Fonte digital. Digitalização da 2. ed. em papel de 1934. São Paulo: Piratininga, 1934.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. A história da escola pública no Paraná: entre as intenções legais e as necessidades reais. In: SCHELBAUER, Analete Regina; LOMBARDI, José Claudinei; MACHADO, Maria Cristina Gomes. (Org.). Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas, SP: Autores Associados, 2006. p. 188.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. As escolas rurais e a formação de professores: a experiência do Paraná 1946-1961. In: WERLE, Flávia Obino Corrêa (Org.). Educação rural em perspectiva internacional: instituições, práticas e formação de professores. Ijuí: Ed. Unijuí, 2007. p. 79- 98.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. A formação do professor para as escolas rurais e as políticas de educação do homem do campo. In: WERLE, Flávia Obino Correa (Org.). Educação rural: práticas civilizatórias e institucionalização da formação de professores. São Leopoldo: Oikos; Brasília, DF: Liber Livro, 2010. p. 74-90.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. Pedagogia da escola nova na formação do professor primário paranaense: início, consolidação e expansão do movimento. 1992. 292 f. Tese (Doutorado em Educação)–Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 1992.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck; VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski. A escola nova no Paraná: avanços e contradições. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 5, n. 14, p. 93-100, jan./abr. 2005.

NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. Grupos escolares na região dos Campos Gerais (PR). In: VIDAL, Diana Gonçalves (Org.). Grupos escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006. p. 323-337.

NÓVOA, António. A imprensa de educação e de ensino: concepção e organização do repertório português. In: CATANI; Denice Bárbara;

BASTOS, Maria Helena Câmara. (Org.). Educação em Revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras, 2002. p. 11-31.

OLIVEIRA, Maria Cecília Marins de. O grupo escolar dezenove de dezembro: história e organização. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 1., 2000. Anais eletrônicos... UFRJ, 2000. p. 1-12. Disponível em: < http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe1/anais/099_maria_cecilia_martins.pdf >. Acesso em 23 abr. 2015.

PARANÁ. Secretaria de Educação e Cultura. Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Paraná. Curitiba, ano 1, v. 3, jul./out. 1951.

PARANÁ. Secretaria de Educação e Cultura. Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Paraná, Curitiba, ano 2, v. 7, maio/jun. 1952a.

PARANÁ. Secretaria de Educação e Cultura. Boletim da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Paraná, Curitiba, ano 3, v. 9, set./dez. 1952b.

PILOTO, Erasmo. A educação é direito de todos. Curitiba: Max Roesner, 1952.

SCHELBAUER, Analete Regina. Da roça para a escola: institucionalização e expansão das escolas primárias rurais no Paraná (1930-1960). Revista História da Educação, Porto Alegre, v. 18, n. 43, p. 71-91, maio/ago. 2014.

SCHENA, Denilson Roberto. O lugar da escola primária como portadora de um projeto de nação: o caso do Paraná (1890-1922). 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) –Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2002.

SOUZA, Rosa Fátima de; ÁVILA, Virgínia. As disputas em torno do ensino primário rural (São Paulo, 1931-1947). Revista História da Educação, Porto Alegre, v. 18, n. 43, p. 13-32, maio/ago. 2014.

TRINDADE, Etelvina Maria de Castro; ANDREAZZA, Maria Luiza. Cultura e educação no Paraná. Curitiba: SEED, 2001.

VIDAL, Diana Gonçalves; CAMARGO, Marilena Jorge Guedes de. A imprensa periódica especializada e a pesquisa histórica: estudos sobre o Boletim de Educação Pública e a Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v. 73, n. 175, set./dez. 1992.

WACHOWICZ, Lilian Anna. A relação professor/estado no Paraná tradicional. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1984.

WERLE, Flávia Obino Corrêa. Escola Normal Rural no Rio Grande do Sul: contexto e funcionamento. In: DIAS, Reginaldo Benedito; GONÇALVES,

José Henrique Rollo. (Org.). Educação rural em perspectiva internacional. Ijuí, RS: Unijuí, 2007. p. 155-196.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.