Banner Portal
Educação desinteressada e a análise de políticas educacionais
PDF

Palavras-chave

Educação desinteressada. Educação integral. Antonio Gramsci. Programa Mais Educação. Escola sem partido.

Como Citar

FLACH, Simone Fátima; SCHLESENER, Anita Helena. Educação desinteressada e a análise de políticas educacionais. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 3, p. 780–797, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i3.8652086. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8652086. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Este texto tem por objetivo apresentar o pensamento de Antonio Gramsci sobre a educação desinteressada para a formação integral dos estudantes com o intuito de contribuir para a análise de propostas, de programas e de projetos educacionais em curso nas políticas brasileiras. Para tanto, a partir de pesquisa bibliográfica, resgatam-se e interpretam-se os escritos do pensador sardo de forma a evidenciar a necessidade de uma educação desinteressada que contribua para a superação da atual organização social baseada na exploração do homem pelo homem. Por fim, expõem-se algumas contradições evidenciadas no Programa Mais Educação e nos Projetos de Lei intitulados Escola sem Partido.

https://doi.org/10.20396/rho.v18i3.8652086
PDF

Referências

DIAS, E. F. Revolução passiva e modo de vida. São Paulo: Sundermann, 2012.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006. 2 v.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007. 3 v.

GRAMSCI, A. Cartas do cárcere [1931-1937]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. 2 v.

GRAMSCI, A. Homens ou máquinas? In: GRAMSCI, A. Escritos políticos [1910-1920]. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004. p. 73-75. 1 v.

JESUS, A. T. O pensamento e a prática escolar de Gramsci. 2. ed. Campinas: Autores Associados. 2005.

LEPRE, A. O prisioneiro: a vida de Antonio Gramsci. Rio de Janeiro: Record, 2001.

LESSA, S.; TONET, I. Introdução à filosofia de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

MANACORDA, M. A. Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Alínea, 2007.

MARX, K. Crítica ao Programa de Gotha [1875]. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-ômega. s/d. p. 203-234. 2 v.

MARX, K. Glosas críticas marginais ao artigo: o rei da Prússia e a reforma social. De um prussiano. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

MARX, K. Para a questão judaica. São Paulo: Expressão Popular, 2009a.

MARX, K. Prefácio à “contribuição à crítica da economia política” [1843]. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-ômega. s/d. p. 300-303. 1 v.

MARX, K. Sobre a crítica da Filosofia do Direito de Hegel. Introdução. In: MARCAL, J. (Org.). Antologia de textos filosóficos. Curitiba: SEED-PR, 2009b. p. 474-489.

MARX, K. Trabalho assalariado e capital [1847]. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-ômega. s/d. p. 52-82. 1 v.

MONASTA, A. Antonio Gramsci. Tradução Paolo Nosella. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Massangana, 2010.

NOSELLA, P. A escola de Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1992.

NOSELLA, P. Controvérsias marxistas sobre a leitura e recepção de Gramsci na educação brasileira. In: LOMBARDI, J. C.; MAGALHÃES, L. D. R.; SANTOS, W. S. (Org.). Gramsci no limiar do século XXI. (edição digital). Campinas: Librum, 2013. p. 45-59. Disponível em: https://docs.wixstatic.com/ugd/35e7c6_c6a8ebab16b4414d8c26cd675310b0fb.pdf. Acesso em: 05. out. 2017.

SCHLESENER, A. H. A escola de Leonardo: política e educação nos escritos de Gramsci. Brasília: Liber Livro, 2009.

SILVA, J. A. A.; SILVA, K. N. P. Educação integral no Brasil de hoje. Curitiba: CRV, 2012.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.