Banner Portal
A experiência da promoção automática no Grupo Escolar Xavier da Silva: 1965-1969
PDF

Palavras-chave

Arquivos e fontes escolares. Grupo escolar. Promoção automática.

Como Citar

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. A experiência da promoção automática no Grupo Escolar Xavier da Silva: 1965-1969. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 483–494, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i2.8652210. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8652210. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

Este texto discute a instrução pública nos grupos escolares de Curitiba, em especial o Grupo Escolar Xavier da Silva, no período de 1946 a 1971. A partir dos dados encontrados nas fontes da escola toma-se como objeto um relatório de experiência de promoção automática vivida no Grupo Escolar que foi realizada no período de 1965 a 1969. O objetivo de tal experiência era reduzir o índice de reprovação e atender a um maior número de alunos que reprovavam. A análise dos dados informados é realizada fundamentando-se em Thompson (1981), Bloch (2001), Farge (2009), e Mainardes (1998; 2009), Recomendações da UNESCO (1934-1977) e relatórios do Grupo Escolar Xavier da Silva (1969-1982).  A metodologia baseada principalmente na pesquisa histórica documental considera as fontes escolares como documentação imprescindível para se ter acesso à vida da escola, e enquanto tal, às experiências vividas naquele espaço pedagógico. No entanto, são tomadas enquanto vestígios, na acepção de Bloch (2001). Considera-se também a articulação entre o particular e o universal, no caso o singular é representado pela experiência do Grupo Escolar, a categoria do universal é representada pela UNESCO. Estas categorias são mediadas pelo Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos, em nível nacional e o Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais, em nível estadual. Conclui-se que as possíveis contribuições dos professores não foram consideradas para a efetividade da experiência e que a mesma seguia diretivas do Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais, INEP e Recomendações da UNESCO.

https://doi.org/10.20396/rho.v18i2.8652210
PDF

Referências

BLOCH, M. Apologia da história ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CIRCULANDO POR CURITIBA. O Grupo Escolar Xavier da Silva. 2017. Disponível 1 fotografia. Disponível em: < http://www.circulandoporcuritiba.com.br/2017/03/grupo-escolar-xavier-da-silva.html >. Acesso em: 24 mar. 2018.

FARGE, A. O sabor do arquivo. Tradução de Fátima Murad. São Paulo: Ed. da EDUSP, 2009.

MAINARDES, J. A promoção automática em questão: argumentos, implicações e possibilidades. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 79, n. 192, p. 16-29, maio/ago. 1998.

MAINARDES, J. Escola em ciclos, processos de aprendizagem e intervenções pedagógicas: algumas reflexões. In: FETZNER, A. (Org.). Ciclos em revista. Rio de Janeiro: WAK, 2009. v. 3. p. 118-139.

PARANÁ (Estado). Relatório (1): experiência realizada no período de 1965/69. Curitiba:Grupo Escolar Dr. Xavier da Silva, 1965/1966a.

PARANÁ (Estado). Relatório (2): experiência realizada no período de 1965/69. Curitiba:Grupo Escolar Dr. Xavier da Silva, 1965/1966b.

PARANÁ (Estado). Relatório apresentado ao Exmo. Snr. Dr. Vicente Machado da Silva Lima, Presidente do Estado do Paraná, pelo Bacharel Bento José Lamenha Lins, Secretario d’Estado dos Negocios do Interior, Justiça e Instrucção Publica, Curytiba, 1906. Departamento Estadual de Arquivo Público do Paraná. Disponível em: < http://www.arquivopublico.pr.gov.br/arquivos/File/RelatoriosSecretarios/Ano_1905_MFN_709.pdf >. Acesso em: 03 jun. 2018.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Cultura. Antigo Grupo Escolar Dr. Xavier da Silva. Disponível em: < http://www.patrimoniocultural.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=343 >. Acesso em: 08 mar. 2018a.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Museu da Escola Paranaense. Disponível em: < http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=44 >. Acesso em: 24 mar. 2018b.

THOMPSON, E. P. A miséria da teoria ou um planetário de erros: uma crítica ao pensamento de Althusser. Tradução de Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

UNESCO. Recommandations 1934-1977. Conférenceinternationale de l’éducation. UNESCO. Disponível em: < http://www.unesco.org/education/pdf/34_77_E.PDF >. Acesso em: 29 mar. 2018.

VIDAL, D. G. (Org.). Tecendo história (e recriando memória) da escola primária e da infância no Brasil: os grupos escolares em foco. In: VIDAL, D. G. Grupos escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). São Paulo: Mercado das Letras, 2006. p. 7-20.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.