Trabalho e educação: categorias fundantes do processo de desenvolvimento humano e da pedagogia-histórico crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v18i3.8653335

Palavras-chave:

Trabalho. Educação. Capitalismo.

Resumo

O presente artigo apresenta uma breve reflexão sobre a historicidade das categorias trabalho e educação, destacando as condições objetivas e subjetivas produzidas nas sociedades capitalistas. Destaca os modos de subsunção do trabalho e da educação pelo capital, na política educacional brasileira, o que requer, a compreensão dialética das possibilidades e dos limites materializados, destacando a intervenção do Estado capitalista e do mercado nas políticas impostas às escolas públicas de educação básica. Após explicitar os fundamentos da Pedagogia Histórico-Crítica e da Psicologia Histórico-Cultural, faz ênfase na retomada dessa reflexão sobre trabalho e educação, para recolocar o debate sobre a relação teoria e prática e, portanto, escola e sociedade na perspectiva de superação do capitalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fatima Felix Rosar, Universidade Estadual do Maranhão

Doutorado em Filosofia e História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora Visitante Sênior da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). 

Referências

BRASIL. Decreto n° 9.098/2017 Programa Nacional de Livro e Material Didático, 2017a.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse do ensino superior, 2016. Brasília, 2017b. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse. Acesso em: 04 abr. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação econômica. Programa mais educação, [21--]. (Cadernos Pedagógicos, 11).

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar de educação básica 2016. Notas estatísticas. Brasília, DF: 2017c.

FERRETI, C.; SILVA, M. Reforma do ensino médio no contexto da medida provisória no 746/2016: estado, currículo e disputas por hegemonia. Educ. Soc., Campinas, v. 38, n. 139, p. 385-404, abr./jun. 2017.

KLIASS, P. Despesas com juros e dívida pública. Carta Maior, Porto Alegre, 28 mar. 2018. Disponível em: https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Economia-Politica/Despesas-com-juros-e-divida-publica/7/39707. Acesso em: 28 mar. 2018.

MARTINS, L. M. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

MARTINS, R. Benefícios fiscais superam gastos com saúde e educação. Carta Capital, 06 de setembro de 2018.

MOTTA, V. C.; LEHER, R. Trabalho docente no contexto do retrocesso do retrocesso. Rev. Trabalho, Política e Sociedade, v. 2, n. 3, p. 243-258, jul./dez. 2017.

PINA, R. Investimento em educação terá redução de mais de 30%. Brasil de Fato, 26 dez. 2017.

REVISTA PRELAC. Santiago: OREALC; UNESCO, 2004. Projeto regional de educação para a América Latina e o Caribe.

ROSAR, M. F. F. Historicidade de uma análise sobre o empresariamento da educação no Brasil. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 9, n. 2, p. 211-219, ago. 2017.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 40. ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez; Campinas: Autores Associados, 1984.

SILVA, F. G.; CÁRIA, N. P. A inserção do empreendedorismo na educação básica. SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE, 5., 2015, Curitiba. Anais... Curitiba: SIPD; CÁTEDRA UNESCO, 2015. p. 4568. Evento ocorreu na Pontifícia Universidade Católica do Paraná nos dias 26 a 29 de outubro de 2015.

VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas. Madrid: Visor, 1996. Tomo IV.

Downloads

Publicado

2018-09-28

Como Citar

ROSAR, M. de F. F. Trabalho e educação: categorias fundantes do processo de desenvolvimento humano e da pedagogia-histórico crítica. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 3, p. 602–615, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i3.8653335. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8653335. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Debates