Educação escolar e transformação social: leituras de Manacorda e Mészáros

Palavras-chave: Educação escolar. Marxismo e educação. Sociedade de classes. Emancipação humana.

Resumo

O presente texto é resultado de nossa pesquisa em nível de mestrado em educação, cujo objetivo é analisar, nos escritos de Manacorda e Mészáros, o papel da educação escolar no processo de transformação social. Trata-se de uma pesquisa teórica que analisa as obras dos autores sobre educação. Organizamos o artigo em três partes: na primeira abordaremos aspectos biográficos dos pensadores, na segunda tratamos sobre educação escolar e transformação social; finalizamos com as considerações finais. Como resultado, destacamos que para os pensadores o papel da educação escolar deve ser o de elevar consciência crítica dos trabalhadores, além disso, deve se articular a uma educação não escolar, que defenda a necessidade de transformação social estrutural em todas as esferas da vida humana, que altere a subordinação do trabalho ao capital e contribua com a superação da sociedade de classes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Antônio Zimmer, Secretaria de Estado da Justiça
Mestrado em Educação pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Psicologo na Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Centro de Socioeducação de Pato Branco.
André Paulo Castanha, Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Professor Associado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). 

Referências

ANTUNES, C. A educação em Mészáros: trabalho, alienação e emancipação. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

BITTAR, M. História da educação e marxismo em duas trajetórias intelectuais do século XX: Brian Simon e Mario Alighiero Manacorda. Revista HISTEDBR On-line. Campinas, n. 49, p. 07-18, 2013. Disponível em: http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/hitedbr/aticle/view/8640317. Acesso em: 14 dez. 2018.

CATANI, A. M. Considerações sobre educação a partir das concepções de István Mészáros. In: JINKINGS, I.; NOBILE, R. (Org.). István Mészáros e os desafios do tempo histórico. São Paulo: Boitempo, 2011. p. 151-158.

GONZALES, J. L. C. A dimensão pedagógica do marxismo na obra de Mario Manacorda. 1990. 262 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1990.

MANACORDA, M. A. Depoimento. Revista da Associação Nacional de Educação - ANDE, Perdizes, São Paulo, n. 10, p. 59-64, 1986.

MANACORDA, M. A. Educação e trabalho. Revista Educação em Questão, Natal, Rio Grande do Norte, v. 2, n. 2, 1989. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/issue/viewIssue/620/126. Acesso em: 14 dez. 2018.

MANACORDA, M. A. História da educação: da Antiguidade aos nossos dias. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MANACORDA, M. A. Karl Marx e a liberdade: aquele velho liberal do comunismo. Campinas, SP: Alínea, 2012.

MANACORDA, M. A. Marx e a pedagogia moderna. Campinas, SP: Alínea, 2007.

MANACORDA, M. A. O princípio educativo em Gramsci. Tradução: William Lagos, Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

MANACORDA, M. A. Reflexões sobre história e educação: o século XX e as perspectivas para o futuro. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. (Org.). Navegando pela história da educação brasileira: 20 anos de HISTDBR. Campinas, SP: Autores Associados; HISTDBR, 2009. p. 13-43.

MÉSZÁROS. A educação para além do capital. Tradução Isa Tavares. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MÉSZÁROS. A teoria da alienação em Marx. Trad. Isa Tavares. São Paulo: Boitempo, 2016.

MÉSZÁROS, I. Entrevista concedida a Ivana Jinkings. Publicada pela revista Margem Esquerda, n. 7, 2006. Disponível em: http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=831. Acesso em: 24 set. 2017.

MÉSZÁROS. Entrevista. Concedida ao programa Circuito da TV UFMG, publicada em 2015. Programa de TV. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=d-kqgwaj5PQ. Acesso em: 25 set. /2017.

MÉSZÁROS. István Mészáros: filósofo húngaro encara a educação baseada em ruptura com a “lógica do capital”. Entrevistado por Ruben Barros. Educação, 3 de outubro de 2017. Disponível em: http://www.revistaeducacao.com.br/istvan-meszaros-encara-educacao-baseada-em-ruptura-com-a-logica-do-capital/. Acesso em 03 jun. 2018.

MÉSZÁROS. O desafio e o fardo do tempo histórico: o socialismo no século XXI. Tradução de Ana Cotrim e Vera Cotrin. São Paulo: Boitempo, 2007.

MÉSZÁROS. Reflexões e perspectivas das relações entre capital e educação. Revista Perspectiva do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, v. 27, n. 2, 2009a. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/viewFile/2175- 795X.2009v27n2p533/15292. Acesso em: 14 dez. 2018.

MÉSZÁROS. Tempos de Lukács e nossos tempos: socialismo e liberdade. Entrevista. Verinotio revista on-line, ano v, n. 10, out. 2009b. Disponível em: http://www.verinotio.org/conteudo/0.34578628963398.pdf. Acesso em 23 set. 2017.

NOSELLA, P. Mario Alighiero Manacorda: um marxista a serviço da liberdade plena e para todos. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, Campo Grande, MS, n. 36, p. 15-30, jul./dez. 2013.

NOSELLA, P. Reflexões sobre história e educação: o século XX e as perspectivas para o futuro. Apresentação. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. (Org.). Navegando pela história da educação brasileira: 20 anos de HISTDBR. Campinas, SP: Autores Associados; HISTDBR, 2009. p. 07-11.

Publicado
2018-12-21
Como Citar
Zimmer, S. A., & Castanha, A. P. (2018). Educação escolar e transformação social: leituras de Manacorda e Mészáros. Revista HISTEDBR On-Line, 18(4), 1172-1194. https://doi.org/10.20396/rho.v18i4.8653472
Seção
Artigos