Banner Portal
O discurso político brasileiro sobre o nexo pedagógico entre cinema e educação (1910-1930)
PDF

Palavras-chave

Uso pedagógico do cinema
Cinema e educação
Discurso político

Como Citar

FAHEINA, Evelyn Fernandes Azevedo. O discurso político brasileiro sobre o nexo pedagógico entre cinema e educação (1910-1930). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 20, p. e020009, 2020. DOI: 10.20396/rho.v20i0.8654787. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8654787. Acesso em: 23 jul. 2024.

Resumo

Este artigo é uma exposição sintética de uma pesquisa situada no campo da Análise Arqueológica do Discurso (AAD), amparada em Michael Foucault (2012), que visa investigar o discurso sobre o nexo pedagógico entre o cinema e a educação no Brasil nas três primeiras décadas do século XX. O recorte temporal adotado é apenas uma indicação do momento no qual a defesa do cinema como recurso auxiliar do ensino despontou na sociedade brasileira, o que não vale como mera delimitação cronológica de um período. A descrição do discurso investigado se detém no entrecruzamento com a modalidade discursiva política. Ela é a responsável por trazer à tona uma série de enunciados, signatários da ordem discursiva analisada, que consiste na defesa do cinema como recurso facilitador da educação, construtor da identidade, promotor da civilização e do desenvolvimento nacional.

https://doi.org/10.20396/rho.v20i0.8654787
PDF

Referências

A CENSURA cinematographica: não é feita ou fala um analphabeto? Jornal O Combate, São Paulo, p. 1, 31 jul. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=830453&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

A CINEMATOGRAPHIA como meio de instrucção e educação militar. Jornal A Epoca, Rio de Janeiro, p. 2, 22 set. 1917. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=720100&pasta=ano%20191&pesq=cinema. Acesso em: 15 ago. 2015.

A IGREJA e o cinema. Jornal de Recife, Pernambuco, p. 1, 21 maio 1914. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=705110&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

A IGREJA e o cinema. Jornal Revista da Semana, Rio de Janeiro, p. 8, 27 set. 1924. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=025909_02&pasta=ano%20192&pesq=igreja. Acesso em: 15 ago. 2015.

A INGLATERRA pretende instituir a censura cinematographica. Jornal O Commercio, Rio de janeiro, p. 3, 23 abr. 1913. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=830046&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

A TELA. Jornal A União, Rio de Janeiro, p. 2, 20 fev. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=761842&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

ALCANTARA, M. A. M.; CARLOS, E. J. Análise arqueológica do discurso: uma alternativa de investigação na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Intersecções, São Paulo, n. 3, p. 59-75, nov. 2013. Disponível em: http://www.anchieta.br/unianchieta/revistas/interseccoes/pdf/Interseccoes_Ano_6_Numero_3.pdf. Acesso em: 12 jun. 2014.

ALENCAR, G. de. O cinema e a educação. Jornal O Pharol, Minas Gerais, p. 1, 4 nov. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=165964&pasta=ano%20191&pesq=cinema. Acesso em: 15 ago. 2015.

ALMEIDA, C. A. Meios de comunicação católicos na construção de uma ordem autoritária: 1907 – 1937. 2002. 260f. Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo, São Paulo. 2002, p. 200-220.

AZEVEDO, F. de. A Reforma do Ensino no Districto Federal: discursos e entrevistas. São Paulo: Companhia Melhoramentos, 1929.

BASTOS, P. P. Z. Qual era o projeto econômico varguista? Revista Texto para discussão IE/UNICAMP, n. 161, p. 1-33, maio 2009. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&ved=0ahUKEwingr737a7LAhXHx5AKHdQfCC4QFggdMAA&url=http%3A%2F%2Fwww.eco.unicamp.br%2Fdocprod%2Fdownarq.php%3Fid%3D1791%26tp%3Da&usg=AFQjCNG44LtKX_Iex5YcohcSTqMMVNdOng&sig2=emNjH3SOVvREHEzKhv9vPQ. Acesso em: 02 dez. 2015.

BOBBIO, N.; MATTEUCI, N.; PASQUINO, G. Dicionário de política. 11. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília. 1998.

BRASIL. Decreto nº 21. 240, de 04 de abril de 1932. Nacionaliza o serviço de censura dos filmes cinematográficos, cria a Taxa Cinematográfica para a educação popular e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder executivo, Brasília, DF, 1932. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-21240-4-abril-1932-515832-publicacaooriginal-81522-pe.html. Acesso em: 02 jan. 2014.

CARLOS, E. J. A formação do discurso sobre a Educação de Jovens e Adultos no Brasil: de 1890 a 1940. 342f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.

CATELLI, R. E. Roquette Pinto e a comunicação: registro, visualização e internalização da cultura. Revista Brasileira de História da Mídia (RBHM), Curitiba, v. 2, n. 1, p. 1-11, jan./jun. 2013. Disponível em: https://www.ojs.ufpi.br/index.php/rbhm/article/view/3893. Acesso em: 15 fev. 2019.

CINEMA escolar de fitas pedagógicas. Jornal A Epoca, Rio de Janeiro, p. 2, 11 out. 1917. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=720100&pasta=ano%20191&pesq=cinema. Acesso em: 15 ago. 2015.

CINEMA Theatros. Jornal Para Todos. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=W00009&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

EM PUBLICAÇÃO. Cinearte, RJ, Rio de Janeiro, n. 174, p. 3, jun. 1929. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/162531/per162531_1929_00174.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

GRAÇA, V. da. Cinema escolar. fins: educar, instruir, recrear e proteger a creança. Rio de Janeiro: Iniciativa do Inspetor Escolar Venerando da Graça. Rio. Typ. Baptista de Sousa – Rua Misericórdia, 51. 1916-1918. 106 p.

JÁ nos temos mais de uma vez destas columnas referido às possibilidades que se podem abrir as à Cinematographia Brasileira. Cinearte, RJ, Rio de Janeiro, n. 252, p. 4, dez. 1930. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/162531/per162531_1930_00252.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

MENEZES, N. A censura dos “films”. Jornal A União, Rio de Janeiro, p. 1, 20 nov. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=761842&pasta=ano%20191&pesq=censura. Acesso em: 15 ago. 2015.

NOTICIAS de Paris. Jornal Gazeta de Noticias, Rio de Janeiro, 26 fev. 1912. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=103730_04&pasta=ano%20191&pesq=films. Acesso em: 15 ago. 2015.

NOTICIAS diversas. Jornal Correio da Manhã, Rio de Janeiro, p. 5, 23 out. 1917. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=089842_02&pasta=ano%20191&pesq=cinema. Acesso em: 15 ago. 2015.

O CINEMA e a educação. O Pharol, Minas Gerais, 4 nov. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=258822&pesq=cinema%20e%20educação&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 fev. 2019.

O CINEMA e a egreja. Jornal O Seculo, Rio de Janeiro, 20 fev. 1914. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=224782&pasta=ano%20191&pesq=cinema%20e%20egreja. Acesso em: 15 ago. 2015.

O CINEMA escolar victorioso? Jornal A Epoca, Rio de Janeiro, p. 6, 30 nov. 1917. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=720100&pasta=ano%20191&pesq=cinema. Acesso em: 15 ago. 2015.

PEIXOTO, A. Um sonho, um belo sonho. O Jornal, Rio de Janeiro, p. 5, 14 set. 1929. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=110523_02&pasta=ano%20192&pesq=sonho. Acesso em: 15 ago. 2015.

ROQUETTE PINTO, E. Rondônia. Rio de Janeiro: Arquivos do Museu Nacional do Rio de Janeiro. 1917.

SERRANO, J. Epitome de história universal. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1912.

SERRANO, J.; VENÂNCIO FILHO, F. O cinema educativo. Escola Nova, segunda fase da Revista Educação. Órgão da Diretoria Geral de Ensino de São Paulo, v. 3, n. 3, p. 154-184, jul. 1931.

SIMIS, A. Cinema e cineastas em tempo de Getúlio Vargas. Revista de Sociologia e Política, Paraná, n. 9, p. 75-80, jul. 1997. Disponível em: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/rsp/article/view/39299/24118. Acesso em: 15 ago. 2015.

SOUZA, V. S. de. As ideias eugênicas no Brasil: ciência, raça e projeto nacional no entre-guerras. Revista Eletrônica História em Reflexão, v. 6, n. 11, p. 1-23, jan./jun. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.ufgd.edu.br/index.php/historiaemreflexao/article/viewFile/1877/1041. Acesso em: 12 nov. 2015.

TELAS & Palcos. Jornal Correio da Manhã, Rio de Janeiro, p. 7, 27 mar. 1926. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=089842_03&pasta=ano%20192&pesq=igreja. Acesso em: 15 ago. 2015.

UM NOVO jornal do Centro de Boa Imprensa. Jornal A União, Rio de Janeiro, p. 1, 23 fev. 1919. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=761842&pesq=censura&pasta=ano%20191. Acesso em: 15 ago. 2015.

VARGAS, G. D. O cinema nacional, elemento de aproximação dos habitantes do país – discurso pronunciado na manifestação promovida pelos cinematografistas. Rio de Janeiro, 1934. Disponível em: http://www.biblioteca.presidencia.gov.br/ex-presidentes/getulio-vargas/discursos-1/1934/04.pdf/view. Acesso em: 12 fev. 2014.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.