Banner Portal
Qualidade da educação na perspectiva da pedagogia histórico-crítica
PDF

Palavras-chave

Pedagogia histórico-crítica
Escola pública
Qualidade de ensino

Como Citar

SILVA, João Carlos da; NIESVALD, Kerlyn Tatiana Schulz. Qualidade da educação na perspectiva da pedagogia histórico-crítica: alguns apontamentos. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e021050, 2021. DOI: 10.20396/rho.v21i00.8664084. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8664084. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Esse artigo discute o tema da qualidade da educação, na perspectiva da Pedagogia Histórico-Critica (PHC), no sentido de construção de alguns referenciais analíticos presentes nesta teoria pedagogia. Aborda sua concepção de mundo, de sociedade e de educação, evidenciando aqueles elementos que poderiam qualificar a natureza, as propriedades e os atributos desejáveis de um processo educativo de qualidade. A apropriação do conhecimento científico, artístico e filosófico ocorre através de uma prática pedagógica sistemática, desenvolvida a partir da realidade concreta e do compromisso político. A Pedagogia Histórico-Crítica consiste em uma teoria político-pedagógica contra hegemônica que defende o acesso da classe trabalhadora ao saber historicamente produzido pela humanidade. Nesta perspectiva, o que se entende por uma educação de qualidade difere do padrão imposto pela sociedade capitalista.  Neste sentido, a PHC posiciona-se em defesa da escola pública de qualidade e sua importância no seio da sociedade por meio da reorganização do trabalho educativo, tendo como eixo primordial o saber sistematizado sob o qual se define a especificidade da educação escolar.

https://doi.org/10.20396/rho.v21i00.8664084
PDF

Referências

AZEVEDO, J. M. L. de. Notas sobre a análise da gestão da educação e da qualidade do ensino no contexto das políticas educativas. Revista Brasileira de Política Administração da Educação, Recife, v. 27, n. 3, p. 409-432, set./dez. 2011 Disponível em: https://bit.ly/3FqM8Ib. Acesso em: 01 ago. 2019.

BEISIEGEL, C. de R. A qualidade de ensino na escola pública. Brasília: Liber Livro, 2005.

BOTTOMORE, T. (Org.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

DUARTE, N. A individualidade para si: contribuição a uma teoria histórico-crítica da formação do indivíduo. 3. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

DUARTE, N. Os conteúdos escolares e a ressureição dos mortos: contribuição a teoria histórico-crítica do currículo. Campinas, SP: Autores Associados, 2016.

DUARTE, N. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

ENGUITA, M. F. O discurso da qualidade e a qualidade do discurso. In: GENTILI, P. A. A.; SILVA, T. T. da (Org.). Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. 4. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.

FERNANDES, F. Educação e sociedade no Brasil. São Paulo: Dominus, 1966.

FRIGOTTO, G. Educação e a crise do capitalismo real. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

GASPARIN, J. L. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. 5. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

HELLER, A. O cotidiano e a história. 7. ed. São Paulo: Paz e Terra S/A, 2004.

MARTINS, L. M. O que ensinar na educação escolar. You tube, 28 de julho de 2016. Disponível em: https://bit.ly/3aeigAj. Acesso em: 25 out. 2019.

MARTINS, L. M. O que ensinar? O patrimônio cultural humano como conteúdo de ensino e a formação da concepção de mundo no aluno. In: PASQUALINI, J. C.; TEIXEIRA, L. A.; AGUDO, M. de M. (Org.). Pedagogia histórico-crítica: legado e perspectivas. 1. ed. eletrônica. Uberlândia, MG: Navegando publicações, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2ZXkfa9. Acesso em: 06 nov. 2018.

MARX, K. Para a crítica da economia política. In: Marx. Os pensadores. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978. Disponível em: https://bit.ly/3mq52pM. Acesso em: 05 jan. 2019.

MÉSZÀROS, I. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MICHAELIS. Dicionário online. 2019. Disponível em: https://bit.ly/3izbcTt. Acesso em: 27 mar. 2021.

NIESVALD. K. T. S. Qualidade da educação na perspectiva da pedagogia histórico-crítica: contribuições para pensar a escola pública. 2020. 136 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR, 2020.

ROMANELLI, O. de O. História da educação no Brasil. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1982.

SAVIANI, D. Do senso comum a consciência filosófica. 14. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2002.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 24. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1991.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica, quadragésimo ano: novas aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2019.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. 11. ed. rev. Campinas, SP; Autores Associados, 2013.

SAVIANI, D. Políticas educacionais em tempos de golpe: retrocessos e formas de resistência. Roteiro, v. 45, p. 1-18, 3 jun. 2020. Disponível em: https://bit.ly/3D3LVJ3. Acesso em: 22 jan. 2020.

SOUZA, S. M. Z. L. Avaliação do rendimento escolar como instrumento de gestão educacional. In: OLIVEIRA, D. A. (Org.). Gestão Democrática da educação: desafios contemporâneos. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 João Carlos da Silva, Kerlyn Tatiana Schulz Niesvald

Downloads

Não há dados estatísticos.