Banner Portal
História da educação de Água Doce, Maranhão
PDF

Palavras-chave

História da Educação
Emancipação
Formação de professores
Água doce

Como Citar

FIALHO, Lia Machado Fiuza; SILVA, Maria Gorete Cardoso da; SOUSA, Francisca Genifer Andrade de. História da educação de Água Doce, Maranhão: memórias dos professores (1990-2000). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 23, n. 00, p. e023027, 2023. DOI: 10.20396/rho.v23i00.8664355. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8664355. Acesso em: 21 abr. 2024.

Dados de financiamento

Resumo

Trata-se de uma pesquisa cujo objetivo central foi compreender a história da educação de Água Doce, município localizado no interior do Maranhão, no período compreendido entre 1990 e 2000, sob a ótica de professores. O estudo é desenvolvido sob o amparo teóricos da história cultural e da história oral como metodologia. A coleta dos dados foi realizada mediante entrevistas livres com seis professores, cujas narrativas foram gravadas, transcritas, textualizadas e validadas. A reconstituição histórica da educação de Água Doce permitiu conhecer as condições educativas antes e depois da emancipação desse município, que pertenceu a Araioses até 1994. Os resultados demonstram que no período que antecede a esse marco houve prevalência da educação desenvolvida por professoras leigas ou com parca formação, que não contavam com remuneração adequada e lecionavam em casa particulares ou na paróquia, não existindo reconhecimento dos estabelecimentos educacionais; realidade modificada após a emancipação, quando houve investimento na construção e equiparação de escolas, bem como na realização de concurso público para a vinculação efetiva do corpo docente. Conclui-se que a década de 1990 foi marcante na história da educação de Água Doce por possibilitar avanços educacionais significativos.

https://doi.org/10.20396/rho.v23i00.8664355
PDF

Referências

ALBERTI, V. História dentro da História. In: PINSKY, C. B. (org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2010. p.155-202.

ALBERTI, V. Manual de história oral. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

ARAÚJO, H. L. M. R. A tradicional Escola Normal Rural Cearense chega ao Bairro de Fátima Formação das primeiras professoras primárias (1958-1950). Fortaleza: UFC, 2015.

ARAÚJO, M. de J. D. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce, 25 de mar. 2019.

ARAÚJO, R. M. B.; ESTEVES, M. M. F. A formação docente, inicial e contínua, para o trabalho com adultos em Portugal: o olhar dos professores. Educação & Formação, Fortaleza, v. 2, n. 4, p. 18-35, 2017. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/121/104 Acesso em: 10 out. 2019.

BARROS, J. D’A. O campo da história: especialidades e abordagens. 5. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

BITTENCOURT, F. B.; FIALHO, L. M. F.; PONCE, H. H. Educación a distancia en escuelas públicas de educación secundaria: percepción de los docentes. Temas em Educação, v. 29, p. 24-41, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/51753. Acesso em: 16 maio 2020.

BOSI, E. Memória e sociedade: lembrança de velhos. 2. ed. São Paulo: EDUSP, 1987.

BRASIL. Decreto nº 2.264, de 27 de junho de 1997. Regulamenta a Lei nº 9.424, de 24 de dezembro de 1996, no âmbito federal, e determina outras providências. Brasília: DF, 1997.

BRASIL. Decreto nº 6.253, de 13 de novembro de 2007. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, regulamenta a Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007, e dá outras providências. Brasil: Ministério da Educação, 2007.

BRASIL. Emenda Constitucional n. 53, de 19 de dezembro de 2006. Dá nova redação aos artigos 7º, 23, 206, 208, 211 e 212 da Constituição Federal e ao artigo 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Brasília: 2006.

BRASIL. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. Lei nº 9.424, de 24 de dezembro de 1996. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério, na forma prevista no art. 60, § 7º do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 1996.

BRASIL. Lei nº. 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; altera a Lei no 10.195, de 14 de fevereiro de 2001; revoga dispositivos das Leis nos 9.424, de 24 de dezembro de 1996, 10.880, de 9 de junho de 2004, e 10.845, de 5 de março de 2004; e dá outras providências. Brasília: 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundeb. 2018. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/fundeb-sp-1090794249 Acesso em: 17 fev. 2021.

BURKE, P. A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo: Universidade Estadual Paulista, 1992.

BURKE, P. O que é história cultural? Tradução: PAULA, Sérgio Goes de. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

CALDAS, S. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce, 26 de mar. 2019.

CARVALHO, M. do S. S. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce, 20 de mar. 2019.

DINIZ, M. J. B. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce 17 de mar. 2019.

FARIAS, I. M. S.; NUNES, J. B. C.; CAVALCANTE, M. M. D. Telensino: percursos e polêmicas. Fortaleza: Demócrito Rocha: UECE, 2001.

FERRAROTI, F. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, A.; FINGER, M. (org). O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1988. p. 17-34.

FIALHO, L. M. F. Assistência à criança e ao adolescente "infrator" no Brasil: breve contextualização histórica. 2. ed. Fortaleza: EdUECE, 2016.

FIALHO, L. M. F. A vida de jovens infratores privados de liberdade. Fortaleza: UFC, 2015.

FIALHO, L. M. F. Qualidade de vida comparada: alunos da escola pública e privada. Perspectiva, v. 37, p. 636-653, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/2175-795X.2019.e50705/0. Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; BRAGA JUNIOR, V. R.; MONTE, R.; BRANDENBURG, C. O uso da história oral na narrativa da história da educação no Ceará. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 2, n. 1, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3505. Acesso em: 15 nov. 2020.

FIALHO, L. M. F.; CARVALHO, S. O. C. História e memória do percurso

educativo de Célia Goiana. Série-Estudos, v. 22, n. 45, p. 137-157, 2017. Disponível em: https://www.serie-estudos.ucdb.br/serie-estudos/article/view/992 Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; FREIRE, V. C. F. Educação formativa de uma líder política cearense: Maria Luíza Fontenele (1950-1965). Cadernos de História da educação, v.17, n. 2, p. 343-364, 2018. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/43290. Acesso em: 07 abr. 2020.

FIALHO, L. M. F.; LIMA, A. M. S.; QUEIROZ, Z. F. Biografia de Aída Balaio: prestígio social de uma educadora negra. Educação Unisinos, v. 23, p. 48-67, 2019. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/educacao/article/view/edu.2019.231.04. Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; MACHADO, C. J. S.; SALES, J. A. M. As correntes do pensamento geográfico e a Geografia ensinada no Ensino Fundamental: objetivos, objeto de estudo e a formação dos conceitos geográficos. Educação em Foco, v. 17, p. 203-224, 2014. Disponível em: http://revista.uemg.br/index.php/educacaoemfoco/article/view/432. Acesso em: 07 abr. 2020.

FIALHO, L. M. F.; QUEIROZ, Z. F. Maria Neli Sobreira: história e memória da educação em Juazeiro do Norte. Educar em Revista, v. 34, n. 70, p. 67-84, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602018000400067&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; SANTOS, F. M. B.; SALES, J. A. M. Pesquisas Biográficas

na História da Educação. Cadernos de Pesquisa, v. 26, n. 3, p.11-29, 2019. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/12743. Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; SOUSA, F. G. A.; NASCIMENTO, L. B. S. Biografia da educadora Josete Sales: reflexos da formação de professoras no Ceará. Roteiro, v. 45, 2020. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/23790. Acesso em: 16 maio 2020.

FIALHO, L. M. F.; SOUSA, N. M. C.; DIAZ, J. M. H. Rosa Maria Barros Ribeiro: memórias da trajetória formativa para docência. Revista Cocar, v. 8, p. 371-387, 2020. Disponível em: https://paginas.uepa.br/seer/index.php/cocar/article/view/3083. Acesso em: 17 fev. 2021.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. São Paulo: Artmed, 2009.

FREITAS, M. C. de; BICCAS, M. de S. História Social da Educação no Brasil (1926-1996). São Paulo: Cortez, 2009.

GAUTHIER, C. De la méthode et de la manièreles attitudes professionnelles à privilégier en enseignement. Educação & Formação, v. 1, n. 2, p. 25-49, 2016. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/99. Acesso em: 05 mar. 2020.

GENÚ, M. A abordagem da ação crítica e a epistemologia da práxis pedagógica. Educação & Formação, v. 3, n. 9, p. 55-70, 2018. Disponível em:

https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/856. Acesso em: 05 mar. 2020.

GONDRA, J. G.; SCHUELER, A. Educação, poder e Sociedade no Império Brasileiro. São Paulo: Cortez, 2008.

GRAÇA, T. C. C. da. Pés-de-anjo e letreiros de neon: ginasianos na Aracaju dos Anos Dourados. São Cristóvão: Ed. da UFS, 2002.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2004.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE Cidades. Censo escolar – sinopse. Água Doce do Maranhão. 2017. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/agua-doce-do-maranhao/pesquisa/13/78117?tipo=grafico&indicador=5955. Acesso em: 6 maio 2020.

JACOMINI, M. A.; PENNA, M. G de O. Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Pró-Posições, v. 27, n. 2, p. 177-202, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8647238. Acesso em: 6 maio 2020.

JARDILINO, J. R.; SAMPAIO, A. M. Desenvolvimento profissional docente: reflexões sobre política pública de formação de professores. Educação & Formação, v. 4, n. 10, p. 180-194, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/848 Acesso em: 3 maio 2020.

JUNGES, F. C.; KETZER, C. M.; OLIVEIRA, V. M. A. de. Formação continuada de professores: saberes ressignificados e práticas docentes transformadas. Educação & Formação, v. 3, n. 9, p. 88-101, 2018. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/858/760. Acesso em: 10 out. 2019.

LE GOFF, J. História e memória. 5. ed. Campinas: FGV, 2003.

LEMOS, D. C de A. Os cinco olhos do diabo: os castigos corporais nas escolas do século XIX. Educação & Realidade, v. 37, n. 2, p. 627-646, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362012000200016. Acesso em: 12 maio 2020.

LORIGA, S. O pequeno x: da biografia à história. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

LUCHESE, A.; GRAZZIOTIN, L. S. Memórias de docentes leigas que atuaram no ensino rural da Região Colonial Italiana, Rio Grande do Sul (1930-1950). Educação em Pesquisa, v. 41, n. 02, p. 341-358, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v41n2/1517-9702-ep-41-2-0341.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 2002.

MACHADO, C. J dos S. Mulher e educação: histórias, práticas e representações. João Pessoa: UFPB, 2006.

MAGALHÃES JUNIOR, A. G. História, política e memória: necessidades humanas em exercício constante. In: NUNES, A. I. B. L.; FARIAS, I. M. S. de.; SALES, J. A. M. de.; NUNES, J. B. C. BARRETO, M. C.; MAGALHÃES JUNIOR, R. C. B. P. (org.). Formação e Práticas Docentes. Fortaleza: EdUECE, 2007. p. 53-61.

MELLO, G. N de. Formação inicial de professores para a educação básica: uma (re)visão radical. São Paulo em Perspectiva, v. 14, p. 98-110, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392000000100012. Acesso em: 10 maio 2020.

MENDES, P. K.; MOREIRA, J. A desvinculação das receitas da união (DRU) e suas implicações para o financiamento da educação básica. Educação & Formação, v. 3, n. 8, p. 75-97, 2018. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/271. Acesso em: 17 maio 2020.

NOGUEIRA, D. L. Amália Xavier e a escola normal Rural de Juazeiro do Norte: registros sob a constituição de uma cultura docente para a educação no campo. Fortaleza: IMEPH, 2011.

NORA, P. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, n. 10, p. 7-28, 1993.

OLIVEIRA, A. C de.; SILVA, S. A. P. dos S. Intervenções pedagógicas do professor em relação a conflitos percebidos entre os alunos durante as aulas de educação física. Journal of Physical Education, v. 29, p. 3-12, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2448-24552018000100159. Acesso em: 5 maio 2020.

RODRIGUES, R. M. Biografia e gênero. In: FIALHO, L. M. F.; VASCONCELOS, J. G.; SANTANA, R. J. (org.). Biografia de Mulheres. Fortaleza: EdUECE, 2015. p. 54-70.

SANTOS, E. C. R. dos. Escolas reunidas: um modelo entre as escolas isoladas e os grupos escolares em Mato Grosso. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 61, p. 290-305, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640528. Acesso em: 11 fev. 2021.

SANTOS, E. L. dos; CHAPANI, D. T. O horário de atividades complementares como espaço de formação crítica: limites e possibilidades. Práxis Educacional, v. 15, n. 35, p. 490-509, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v15i35.5694. Acesso em: 07 abr. 2020.

SANTOS, T. de J. D. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce, 16 de mar. 2019.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. São Paulo: Autores Associados, 2011.

SILVA, F. P. da. Entrevista I. [Entrevista concedida à] Maria Gorete Cardoso da Silva. Água Doce, 18 de mar. 2019.

SILVA, V. M. de; HOBOLD, M. de S. Ações de formação continuada: percepções de docentes dos anos iniciais do ensino fundamental. Práxis Educacional, v. 15, n. 31, p. 295-312, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.22481/praxis.v15i31.4674. Acesso em: 07 abr. 2020.

TEIXEIRA, E. C. N. da S.; NUNES, C. P. Os sentidos atribuídos ao piso salarial nacional como política pública de valorização docente. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 12, n. 29, p. 195-212, 2019. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/10688. Acesso em: 07 abr. 2020.

THERRIEN, J.; AZEVEDO, M. R. de C.; LACERDA, C. R. A racionalidade pedagógica nos processos de mediação à produção de sentidos e de aprendizagem aos saberes. Educação & Formação, v. 2, n. 6, p. 186-199, 2017. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/166/148. Acesso em: 10 de out. 2019.

TORRES, J. M. D. Exclusión social y educación superior: la respuesta pedagógica. Educação & Formação, v. 2, n. 6, p. 3-16, 2017. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/157/138. Acesso em: 10 out. 2019.

VASCONCELOS, L. M.; FIALHO, L. M. F.; MACHADO, C. J. S. Facetas da (im)potência viril na Revista Careta: educação e masculinidades no Estado Novo (1937-1945). Acta Scientiarum Education, v. 40, p. 1-12, 2018. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/issue/view/1499/showToc. Acesso em: 10 out. 2019.

VICENTE, V. R. R. de; RAMOS, C. V.; MOREIRA, J. A. da S. O financiamento da Educação Básica no Brasil: em discussão a vinculação de recursos. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 8, n. 16, p. 219-234, 2015. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/3962. Acesso em: 10 out. 2019.

VICENTINI, P. P.; LUGLI, R. História da profissão docente no Brasil: representações em disputa. São Paulo: Cortez, 2009.

XAVIER, A. R.; MUNIZ, K. R.; SANTANA, J. R.; CARNEIRO, D. L. História oral: abordagem teórico-metodológica, conceitual e contextual. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 2, n. 1, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3802. Acesso em: 15 nov. 2020.

XAVIER, A. R.; FIALHO, L. M. F.; VASCONCELOS, J. G. História, memória e educação: aspectos conceituais e teórico-metodológicos. Fortaleza: EdUECE, 2018.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Lia Fialho; Maria da Silva; Francisca de Sousa

Downloads

Não há dados estatísticos.