Paulo Freire na educação Ibero-Americana hoje à luz da análise crítica do discurso de seus líderes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v21i00.8664997

Palavras-chave:

Paulo Freire, Educação iberoamericana, Libertação

Resumo

A partir da análise crítica do discurso, com colaboradores Iberoamericanos, voltamos ao legado do andarilho da utopia; o professor libertador brasileiro que se internacionalizou mostrando a libertação como possível exercício político na educação. Assim, o legado de Freire na educação Iberoamericana de hoje é investigado à luz da análise crítica do discurso nas vozes de seus protagonistas. De todos os entrevistados iberoamericanos temos uma premissa: voltar a Freire como o andarilho da utopia é voar alto, grandes quilômetros em busca da libertação; sem fazer vista grossa à crise. Voltar a Freire no centenário do seu nascimento é gastar os sapatos, é apertar o coração, é sofrer com as comunidades esquecidas; voltar a esse pedagogo é sentir dor na pele de quem está à margem; mas, ao mesmo tempo é ter uma fé profunda na libertação; no potencial dos cidadãos, dos países – encobertos por interesses obscuros cada vez mais opressores na designação de libertadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milagros Elena Rodriguez, Universidade de Oriente

Doutor em Inovações Educacionais pela Universidade Nacional Experimental Politécnica de la Fuerza Armada - Venezuela.  Professor de Pesquisa Matemática na Universidade de Oriente - Venezuela. 

Ivan Fortunato, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Doutorado em Desenvolvimento Humano pela Universidade Estadual Paulista. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Educação é a base. Início. Disponible: https://bit.ly/3ma6L2z. Acceso en: 17 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP Nº 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares nacionais para a formação Inicial de professores para a educação básica e institui a Base Nacional Comum para a formação inicial de professores da educação básica (BNC-Formação). Disponible: https://bit.ly/39uZT9J. Acceso en: 13. mar. 2021.

DELUEZE, G.; GUATTARI, F. Mil mesetas: capitalismo y esquizofrenia. Valencia: Pre-textos, 2004.

DUSSEL, E. Hacia una pedagógica de la cultura popular en cultura popular y filosofía de la liberación. Buenos Aires: Fernando García Cambeiro, 1975.

FORTUNATO, I. Ainda é preciso ter cuidado: escola? InterSciencePlace, Campo dos Goytacazes, v. 11, n. 2, artigo 5, 2016. Disponible en: https://bit.ly/3ACHTq2. Acceso en: 12 fev. 2021.

FREIRE, P. La naturaleza política de la educación. Cultura poder y liberación. Barcelona: Ediciones Paidós, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomía: saberes necessários à prática docente. 19. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogía de la esperanza. Un reencuentro con la pedagogía del oprimido. Buenos Aires: Siglo XXI Editores, 1992.

FREIRE, P. Pedagogía de la indignación. Madrid: Morata, 2001a.

FREIRE, P. Pedagogía del oprimido. México: Siglo XXI, 2005.

FREIRE, P. Pedagogy of the oppressed. Montevideo: Tierra Nueva, 1970.

FREIRE, P. Política e educação: ensayos. 5. ed. São Paulo, Cortez, 2001b.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

HARPER, B.; et al. Cuidado, Escola! Desigualdade, domesticação e algunas saídas. São Paulo: Brasiliense, 1980.

KOHAN, W. Paulo Freire más que nunca: una biografía filosófica. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: CLACSO, 2020.

MOLERO DE CABEZA, L. El enfoque semántico pragmático en el análisis del discurso. Visión teórica actual. Lengua Americana, v. 12, p. 5-28, 2003.

RODRÍGUEZ, M. E. El análisis crítico del discurso: un transmétodo rizomático transcomplejo en la transmodernidad. Visión Educativa IUNAES, v. 14, n. 31, p. 117-128, 2020.

RODRÍGUEZ, M. E. La liberación freiriana del sujeto en la educación matemática decolonial transcompleja. Práxis Educativa, v. 16, p. 1-15, 2021. Disponible en: https://bit.ly/3AEhFTY. Acceso en: 10 fev. 2021.

ROLDÁN, O. G. (org.). La educación del mañana: inerencia o transformación? Madrid: Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación: la Ciencia y la Cultura (OEI), 2020.

SICERONE, D. Rizoma, epistemología anarquista e inmanencia en la filosofía de Deleuze y Guattari. Revista de Filosofía, v. 87, n. 3, p. 83-94, 2017.

SOCIEDADES BÍBLICAS UNIDAS. Santa Biblia. Versión Reina-Valera. Venezuela, 1960.

Publicado

2021-12-14

Como Citar

RODRIGUEZ, M. E.; FORTUNATO, I. Paulo Freire na educação Ibero-Americana hoje à luz da análise crítica do discurso de seus líderes. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e021056, 2021. DOI: 10.20396/rho.v21i00.8664997. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8664997. Acesso em: 3 out. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)