Banner Portal
O método em Marx e a pesquisa em educação
PDF

Palavras-chave

Método
Materialismo histórico-dialético
Pesquisa em educação

Como Citar

RIBEIRO, Ellen Cristine dos Santos; SOBRAL, Karine Martins; MORAES, Betânea Moreira de. O método em Marx e a pesquisa em educação: determinações onto-históricas da realidade. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 23, n. 00, p. e023042, 2023. DOI: 10.20396/rho.v23i00.8669151. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8669151. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

O ensaio aborda o método em Marx como uma ontologia do ser social, ou seja, a partir de uma nova ontologia, para além dos moldes hegelianos, fixada na compreensão de que a existência da realidade independe do que pensamos sobre ela e que o reflexo dessa realidade, embora não se constitua como um espelho, busca apreender o real por meio de sucessivas aproximações. O estudo objetivou analisar os rebatimentos do método marxiano e suas contribuições para a pesquisa educacional. Problematizou-se a escassez de trabalhos que versam sobre a pesquisa em educação a partir do suporte oferecido pelo materialismo histórico-dialético, cuja premissa científica de inteligibilidade da realidade concreta faculta o desenrolar de pistas fornecidas pelo movimento próprio do objeto. Para tanto, recorreu-se à pesquisa teórico-bibliográfica, baseada em autores clássicos e contemporâneos do referencial marxista. Enfatiza-se, por fim, a necessidade de que os processos de produção do conhecimento estejam atrelados à possibilidade de transformação social, uma vez que a premissa metodológica marxiana suscita uma percepção concreta das determinações sociais próprias da sociabilidade burguesa e a consequente superação de suas formas de exploração.

https://doi.org/10.20396/rho.v23i00.8669151
PDF

Referências

COSTA, G. M. da. Contribuição da análise imanente à pesquisa de textos. Revista Eletrônica Arma da Crítica, v. 1, n. 1, p. 24-33, 2009. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/23027/1/2009_art_gmcosta.pdf. Acesso em: 02 fev. 2021.

DUARTE, N. A anatomia do homem é a chave da anatomia do macaco: a dialética em Vigotski e em Marx e a questão do saber objetivo na educação escolar. Psicologia da Educação, São Paulo, n. 71 [especial], p. 29-52, 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/GkhgksVWNhmjD6DnxtxdwsM/. Acesso em: 03 abr. 2021.

KOSIK, K. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

LÊNIN, V. I. Materialismo y empiriocristicismo: notas críticas sobre una filosofía reaccionaria. In: LÊNIN, V. I. Obras completas. Moscú: Progresso, 1983. Tomo18.

LESSA, S. Para compreender a Ontologia de Lukács. Ijuí: Ed. Unijuí, 2012.

LESSA, S. Trabalho e proletariado no capitalismo contemporâneo. São Paulo: Cortez, 2007.

LUKÁCS, G. Introdução a uma estética marxista. Tradução Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

LUKÁCS, G. Ontologia do ser social: os princípios ontológicos fundamentais de Marx. Tradução de Carlos Nelson Coutinho. São Paulo: Ciências Humanas, 1979.

MARX, K. A nacionalização da terra. In: Obras Escolhidas. Lisboa: Edições Avante!, 1983. Tomo II.

MARX, K. Prefácio à 2ª edição. In: MARX, K. Contribuição à crítica da economia política. Tradução de Florestan Fernandes. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

MORAES, B. M. de. As bases ontológicas da individualidade humana e o processo de individuação na sociabilidade capitalista: um estudo a partir do Livro Primeiro de O Capital de Karl Marx. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007, 161 p.

PAULO NETTO, J. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

PIRES, M. O materialismo histórico-dialético e a educação. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 1, n. 1, p. 83-93, 1997. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/RCh4LmpxDzXrLk6wfR4dmSD/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 05 abr. 2021.

RIBEIRO, Ellen Cristine dos Santos Ribeiro. Questão agrária, práticas educativas e internacionalismo: uma análise a partir do Instituto Agroecológico Latino Americano (IALA) Amazônico. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade estadual do Ceará, Fortaleza, 2023, 206p.

ROLIM, R. R. Tendências históricas universais do ser social na Ontologia de Lukács: apontamentos de uma leitura imanente. Revista Direito & Práxis, v. 9, n. 3, p. 1462-1502, 2018.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. Campinas: Autores Associados, 2004.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 2012.

TONET, I. Educação, cidadania e emancipação humana. Maceió: Edufal, 2013a.

TONET, I. Método científico: uma abordagem ontológica. São Paulo: Instituto Lukács, 2013b.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Ellen Ribeiro; Karine Sobral; Betânea Moraes

Downloads

Não há dados estatísticos.