Produção cultural indígena e história da arte no Brasil
PDF

Palavras-chave

Arte e artefato
armadilhas
arte contemporânea brasileira
artes indígenas
história da arte no Brasil.

Como Citar

REINALDIM, I. Produção cultural indígena e história da arte no Brasil: Entre arte e artefato, armadilhas como problema metodológico. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 25–39, 2017. DOI: 10.24978/mod.v1i1.727. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8662276. Acesso em: 4 mar. 2024.

Resumo

Inicialmente retoma-se neste artigo o debate entre o antropólogo britânico Alfred Gell e o filósofo norte-americano Arthur C. Danto a respeito da relação arte/artefato para, a partir das questões suscitadas acerca da noção de “armadilha”, confrontar essas considerações com a análise comparativa entre relativismo cultural e perspectivismo ameríndio desenvolvida pelo antropólogo brasileiro Eduardo Viveiros de Castro. Em seguida, busca-se averiguar a repercussão dessas ideias na abordagem da produção cultural dos povos indígenas no Brasil, examinando-se um estudo de caso em relação à conjuntura recente de assimilação e circulação de referências indígenas no sistema de arte contemporânea.

https://doi.org/10.24978/mod.v1i1.727
PDF

Referências

BELTING, Hans. Arte universal e minorias: uma nova geografia da história da arte. In: O fim da História da Arte: uma revisão dez anos depois. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

DANTO, Arthur C. Art and Artifact. In: Vogel, Susan (org.). ART/Artifact: African Art in Anthropology Collections. New York: The Center for African Art: Prestel Verlag, 1989.

_____. A transfiguração do lugar-comum: uma filosofia da arte. São Paulo: Cosac Naify, 2005.

DIAS, José António Braga Fernandes. Arte, arte índia, artes indígenas. In: Mostra do Redescobrimento: Artes indígenas. São Paulo: Associação Brasil 500 Anos Artes Visuais, 2000, pp. 36-57.

Entre xamãs e artistas: entrevista com Els Lagrou, In: Revista Usina, julho 2015. Disponível em: https://revistausina.com/2015/07/15/entrevista-com-els-lagrou/

GELL, Alfred. A rede de Vogel: armadilhas como obras de arte e obras de arte como armadilhas. In: Arte & Ensaios, Revista do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da EBA/UFRJ, Rio de Janeiro, ano VIII, n. 8, pp. 174-191, 2001.

LAGROU, Els. Arte indígena no Brasil. Belo Horizonte: C/Arte, 2009.

____________. Entre xamãs e artistas: entrevista com Els Lagrou. In: Revista Usina, julho 2015. Disponível em: https://revistausina.com/2015/07/15/entrevista-com-els-lagrou/; acesso em novembro de 2016.

MOTTA, Dilza Fonseca da. Tesauro de cultura material dos índios no Brasil. Rio de Janeiro, Museu do Índio, 2006.

OLIVEIRA, Alessandro Roberto de. Conversando sobre a pesca com o inhaku: cosmologia, técnica e transformações em uma tradição de conhecimento Wapichana. Trabalho apresentado na 29a Reunião Brasileira de Antropologia, 3 a 6 de agosto de 2014, Natal/RN. Disponível em: http://www.29rba.abant.org.br/resources/anais/1/1402001229_ARQUIVO_Conversandosobreapescacomoinhaku.ComunicacaoAlessandroABA2014Versaofinal.pdf

PANOFSKY, Erwin. A perspectiva como forma simbólica. Lisboa: Edições 70, 1993.

PEDROSA, Adriano; SCHWARCZ, Lília Moritz. Histórias mestiças. Rio de Janeiro: Cobogó; São Paulo: Instituto Tomie Ohtake, 2015.

REINALDIM, Ivair. Produção cultural indígena e história da arte no Brasil: a problemática do deslocamento/descolamento. In: Arte em ação. Comunicação apresentada no XXXVI Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, Campinas, Unicamp, 4 a 6 de outubro de 2016 [Anais do evento em preparação].

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Perspectivismo e multinaturalismo na América indígena. In: O que nos faz pensar?, n. 18, pp. 225-254, set. 2004.

_____. A inconstância da alma selvagem. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

_____. Metafísicas canibais: elementos para uma antropologia pós-estrutural. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 MODOS

Downloads

Não há dados estatísticos.