Apresentação. A arte antiga no tempo presente

Ancient art in present times

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v4i2.4584

Palavras-chave:

Historiografia da Arte. Crítica da Arte. Tradições. Arte Antiga.

Resumo

O presente dossiê acolheu textos de pesquisadores dedicados a investigar diferentes tradições historiográficas. Pelo olhar retrospectivo, os textos publicados preocuparam-se em debater tradições críticas, abordando temas distintos como a produção artística no periodo nassoviano, as sobrevivências da antiguidade clássica nos setecentos, as imagens de líderes das independências de nações latino-americanas, a apropriação de imagem de obras clássicas por artistas contemporâneos, entre outros. Não se pode deixar de destacar que muitos textos se dedicaram à produção crítica de artistas e pensadores modernistas como Mario de Andrade, Oswald de Andrade, Sérgio Buarque de Holanda e Lina Bo Bardi.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Alberto Ribeiro Freire, Universidade Federal da Bahia

Pesquisador CNPQ 2, Doutor em História da Arte pela Universidade do Porto, Portugal. Professor de História da Arte da Universidade Federal da Bahia. Pesquisa a talha na Bahia, arte conventual feminina e outros temas da arte baiana dos séculos XVIII e XIX.

Mateus Rosada, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo USP/São Carlos. Docente no Departamento de Análise Crítica e História da Arquitetura e do Urbanismo da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais. 

Downloads

Publicado

2020-05-04

Como Citar

RIBEIRO FREIRE, L. A.; ROSADA, M. Apresentação. A arte antiga no tempo presente: Ancient art in present times. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 4, n. 2, p. 118–121, 2020. DOI: 10.24978/mod.v4i2.4584. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8662835. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê - A arte antiga no tempo presente