Estratégias de apresentação de uma ação artística em espaço público

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v2i1.898

Palavras-chave:

Arte pública, espaço urbano, site, modos de oferecimento, apresentação

Resumo

Este artigo apresenta e discute a ação em espaço público/urbano Mini oásis, sob a perspectiva da condição expositiva, em três diferentes contextos espaciais. No primeiro, a ação, por si mesma, é produtora do espaço de exibição e desvela o lugar social, histórico e afetivo na cidade da qual emerge; o segundo contexto - espaço formal de exposição  - determina a abordagem de Mini oásis através de seus documentos de processo e registros da ação. O trânsito e o prolongamento da obra dão-se ainda em uma terceira oportunidade com a recriação do trabalho através da fotografia encenada, apresentada em um espaço institucional. Objetiva-se observar como se dá a transferência de significados em cada uma dessas passagens, e as inflexões que cada contexto determina nos sentidos da obra. As referências teóricas para discussão sobre espaço urbano, sociedade e natureza - que tematizam a obra - estão em Milton Santos (2008; 2009) e Armando Silva (2014). As reflexões sobre os modos de oferecimento do trabalho são articuladas aos estudos sobre os novos paradigmas da site-specificity em Miwon Kwon (2008). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Basile da Silva Rauscher, Universidade Federal de Uberlândia

Artista plástica. Doutora em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Mestre em Artes pela Universidade Estadual de Campinas (1993) e graduada em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado (1984). Realizou Estágio de Doutorado na UFR Cinéma et Audiovisuel de lUniversité Paris III Sorbonne Nouvelle (2003). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Uberlândia, atuando no Curso de Graduação em Artes Visuais e no Programa de Pós-graduação em Artes. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Artes/UFU (2010 -2012) e o Museu Universitário de Arte/UFU (2005-2008). Líder do Grupo de Pesquisa Poéticas da Imagem UFU/CNPq. Pesquisadora do Grupo Processos Híbridos na Arte Contemporânea da UFRGS. Membro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP) desde 2006. Editora responsável do periódico científico Revista ouvirouver desde 2014. Tem experiência na área de Artes Visuais, com ênfase nas Poéticas da Imagem, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, imagem numérica, imagem impressa, paisagem, poéticas urbanas.

Referências

ABREU, Loyde Vieira de. Avaliação da Escala de Influência da vegetação no microclima por diferentes espécies arbóreas. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da UNICAMP. Campinas, 2008. Disponível em : http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/257749. Acesso em: agosto de 2017.

DAVID, Catherine. Accompagner la discursivité de l’art experimental. In BALLÉ, Catherine et al. (orgs.) L’art contemporain et son exposition (1). Paris: L’Harmattan, 2002.

KWON, Miwon. Um lugar após o outro: anotações sobre site-specificity. Revista Arte & Ensaios nº 17. Rio de Janeiro, p. 167-187, 2008. Disponível em: http://www.ppgav.eba.ufrj.br/wp-content/uploads/2012/01/ae17_Miwon_Kwon.pdf Acesso em: agosto de 2017.

NAKAMUTA, Adriana S.; JUSTINO, Dayane S. (orgs). Arte e Patrimônio de Uberlândia [entre] o passado e o presente. Uberlândia MG, 2009.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. São Paulo: EDUSP (Coleção Milton Santos; 1), 2009.

_______. Da totalidade ao lugar. São Paulo: EDUSP (Coleção Milton Santos; 7), 2008.

SILVA, Armando. Imaginários: estranhamentos urbanos, São Paulo: Edições Sesc São Paulo, 2014.

VALE, Marília M. B. T. et all. Ficus Retusa - Praça Cícero Macedo / Bens naturais. Patrimônio Cultural - Fichas de Bens de Inventários. Uberlândia: Prefeitura de Uberlândia, MG, 2003. Disponível em http://www.uberlandia.mg.gov.br/2014/secretaria-pagina/23/438/secretaria.html Acesso em: agosto de 2017.

Downloads

Publicado

2018-01-15

Como Citar

RAUSCHER, B. B. da S. Estratégias de apresentação de uma ação artística em espaço público. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 152–168, 2018. DOI: 10.24978/mod.v2i1.898. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663355. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Montagem: a condição expositiva