Artes e diáspora africana
PDF

Palavras-chave

Arte da diáspora africana
Arte negra
Cânone Artístico
Racismo
Colonialismo

Como Citar

VALLE, A.; CONDURU, R. Artes e diáspora africana: conflitos, cânones, recomeços. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 1, p. 106–120, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i1.8667936. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8667936. Acesso em: 3 mar. 2024.

Resumo

O texto apresenta o dossiê “Artes e diáspora africana: conflitos, cânones, recomeços”, cuja chamada de contribuições foi feita em dezembro de 2020. Após uma brevíssima revisão do campo de estudos que, no Brasil, tratou do tema desde o início do século XX, são delineados os principais núcleos temáticos que orientaram a organização dos dezesseis artigos que compõem o dossiê. Simultaneamente, as linhas gerais de cada um dos artigos e algumas de suas interconexões são discutidas. 

https://doi.org/10.20396/modos.v6i1.8667936
PDF

Referências

ARAUJO, E. (org.). A Mão afro-brasileira: significado da contribuição artística e histórica. São Paulo, SP: Tenenge, 1988.

BARATA, M. Arte negra. Revista da Semana, v. 42, n. 20, p. 16-17 e 34, mai. 1941.

BARATA, M. A escultura de origem negra no Brasil. Brasil Arquitetura Contemporânea, n. 9, p. 51-56, 1957.

CUNHA, M. C. da. Arte afro-brasileira. In: ZANINI, W. (ed.). História Geral da Arte no Brasil. São Paulo: Instituto Walter Moreira Salles, 1983, v. 2, p. 973-1033.

FRANCIS, J. The Being and Becoming of African Diaspora Art. Journal of American Studies, v. 47, n. 2, p. 405-416, 2013.

FROTA, L. C. Mitopoética de 9 Artistas Brasileiros. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1978.

LEITE, J. R. T. Pintores Negros do Oitocentos. São Paulo: Editora MWM, 1988

LODY, R. Coleção Perseverança: um documento de Xangô alagoano. Maceió: Universidade Federal de Alagoas, 1985.

LODY, R. O Negro no Museu Brasileiro: Construindo identidades. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

LODY, R. O povo do santo: religião, história e cultura dos orixás, voduns, inquices e caboclos. Rio de Janeiro: Pallas, 1995.

MUNANGA, K. Arte afro-brasileira: O que é afinal? In: AGUILAR, Nelson (ed.). Mostra do Redescobrimento: Arte afro-brasileira. São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000, p. 98-111.

NASCIMENTO, A. do. Cultura e estética no Museu de Arte Negra. GAM: Galeria de Arte Moderna, Rio de Janeiro, n. 14, p. 21-22, 1968.

NASCIMENTO, A. do A arte negra: museu voltado para o futuro. In: NASCIMENTO, A. do. O quilombismo. Petrópolis: Vozes, 1980, p. 133-140.

QUERINO, M. As Artes na Bahia: Escorço de uma contribuição histórica. Salvador: Lyceu de Artes e Ofícios, 1909.

QUERINO, M. Artistas Baianos — indicações biográficas. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1909.

QUERINO, M. A raça africana e os seus costumes na Bahia. In Anais do V Congresso Brasileiro de Geografia. Salvador: Imprensa Oficial do Estado, 1916.

QUERINO, M. Costumes Africanos no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1938.

RAMOS, A. Arte negra no Brasil. Cultura, n. 2, p. 189-212, 1949.

RIGAUD, M. Vè-Vè. Diagrammes rituels du Voudou. New York: French and European Publications Inc., 1974.

RODRIGUES, N. As bellas-artes nos colonos pretos do Brazil: a esculptura. Kósmos, Rio de Janeiro, ano I, n. 8, n. p., ago. 1904.

SALUM, M. H. L. Cem anos de arte afro-brasileira. In: AGUILAR, N. (ed.). Mostra do Redescobrimento: Arte afro-brasileira. São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000, p. 112-121.

THOMPSON, R. F. African Influence on the Art of the United States. In: ROBINSON, A. L.; FOSTER, C. C.; OGILVIE, D. H.. Black Studies in the University: A Symposium. Yale University Press, 1969, p. 122-70.

THOMPSON, R. F. Flash of the Spirit: African and Afro-American Art and Philosophy. New York: Vintage Books Edition, 1984.

VALLADARES, C. do P. O negro brasileiro nas artes plásticas. Cadernos Brasileiros, 10: 47, 1968, p. 97-109.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Arthur Valle, Roberto Conduru

Downloads

Não há dados estatísticos.