Museus de arte, das práticas coloniais aos desafios da virada digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/modos.v6i2.8668410

Palavras-chave:

Sistema da arte, Instituições museológicas, Internet, Colonial - Decolonial

Resumo

Os museus de arte, que trazem em sua gênese as sementes das práticas de dominação colonial, apresentaram bastante resistência aos diferentes tipos de pluralidade e inclusão, entre eles aqueles promovidos pelo uso da internet. Com a pandemia da COVID-19 e o afastamento social imposto para seu controle, ocorreu uma virada digital, que coloca grandes desafios neste cenário institucional. Propomos uma análise dessas mudanças, apontando as emergentes e inúmeras possibilidades que se evidenciam e os grandes riscos a serem enfrentados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Amélia Bulhões , Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo. Professora titular em Artes Visuais da Universidade Federal do  Rio Grande do Sul. Presidente da Associação Brasileira de Críticos de Arte, ABCA. 

Referências

BEIGUELMAN, G. Políticas da imagem: vigilância e resistência na dadosfera. São Paulo: Ubu Editora, 2021.

BULHÕES, M. A. Arte Contemporânea no Brasil. Belo Horizonte, C/Arte, 2019.

BULHÕES, M.A.; FETTER, B.; ROSA, N.; RUPP, B. As novas regras do jogo: o sistema da arte contemporânea. Porto Alegre: Zouk, 2014.

CANCLINI, N. G. (coord.). A institucionalidade da cultura e as mudanças socioculturais. Cadernos de Pesquisa, julho 2021, Cátedra Olavo Setúbal de Arte Cultura e Ciência, São Paulo, IEL/USP/Amavisse. DOI: https://doi.org/10.11606/9786588152102

CANCLINI, N. G. Sociedade sem relato. Antropologia e estética da iminência. São Paulo: Edusp, 2012.

DIDI-HUBERMAN, G. Diante da imagem. São Paulo: Ed. 34, 2014.

ESCOBAR, T. Aura Latente/Estética/Ética/Política/Técnica. Asunción: Ed. Tinta Limón, 2021.

LAUER, M. Crítica do artesanato: plástica e sociedade nos Andes peruanos. São Paulo: Nobel, 1983.

MORIN, E. É hora de mudarmos de via: as lições do coronavírus. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2020.

OLIVEIRA, E. D. G. de. O museu no Instagram: arte, exposição e a visibilidade de práticas museológicas. Museologia & Interdisciplinaridade, Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília, Brasília, v. 9, n. especial, p. 103-131, dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.26512/museologia.v9iEspecial.31740

SHINER, Larry. La invención del arte – Una historia cultural. Barcelona, Buenos Aires, México: Paidós, 2010.

Downloads

Publicado

2022-05-15

Como Citar

BULHÕES , M. A. Museus de arte, das práticas coloniais aos desafios da virada digital . MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 2, p. 179–200, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i2.8668410. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8668410. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê - Novas, antigas, outras institucionalidades