Professores no facebook

explorações sobre a gestão da distância e da proximidade diante do público escolar

Autores

Palavras-chave:

Gestão da imagem, Redes sociais, Papel de professor, Moral, Goffman

Resumo

A presença de redes sociais virtuais nas interações entre professores e alunos permite interrogar o trabalho coletivo de gestão da proximidade e da distância. A partir de registros orais de professores extraídos de um videodocumentário, se procura compreender aqui práticas de gestão das relações escolares no Facebook. Os relatos são analisados à luz de duas categorias de análise que, organizadas de modo a apreender situações cotidianas, reúnem as impressões que os professores apresentam quando discorrem sobre o uso do Facebook. A primeira aponta para o que nomeamos aqui de “ajuntamento de círculos sociais diferenciados”, permitindo reconhecer a singularidade de um espaço como o Facebook com relação à gestão da proximidade e da distância do professor diante do público escolar. A segunda se distingue pelas “condições técnicas de discrição”, sinalizando margens de manobras de que os professores podem se servir na rede social on-line, estabelecendo uma forma ideal de interação com seus alunos. Estas categorias resultam em uma realidade em que os professores gestam tanto suas relações com o público escolar (e com a tecnologia) quanto suas imagens pessoais e os possíveis (des)créditos educacionais vinculados a elas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Ribeiro Santos, Universidade Regional de Blumenau

Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor-visitante em Educação da Universidade Regional de Blumenau.

Ione Ribeiro Valle, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Ciências da Educação pela Université René Descartes. Pós-Doutorado pela École des Hautes Études en Sciences Sociales. Professora associada do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

Aspling, F. (2011). The private and the public in online presentations of the self: a critical development of Goffman’s dramaturgical perspective. Dissertação de Mestrado, Stockholms universitet, Stockholm.

Baudelaire, C. (1996). Pequenos poemas em prosa: edição bilíngue (Trad. Dorothée de Bruchard). Florianópolis: Editora da UFSC.

Benelli, S. J. (2003). O internato escolar “O Ateneu”: produção de subjetividade na instituição total. Psicologia USP, 14(3), 133-170. doi:10.1590/S0103-65642003000300011

Berger, P. L., & Luckmann, T. (1967). The social construction of reality: a treatise in the sociology of knowledge. New York: Archor Books.

Breton, P. (2012). Le culte de l’internet: une menace pour le lien social? Paris: La découvert.

Burns, T. (1992). Erving Goffman. London: Routledge. Carrano, P. (2013, 25 de julho). Uma escola entre redes: documentário de pesquisa [Postagem on-line]. Recuperado de http://www.emdialogo.uff.br/content/uma-escola-entreredes-sociais-documentario-de-pesquisa

Casilli, A. (2010). Les liaisons numériques: vers une nouvelle sociabilité? Paris: Éditions du Seuil.

DaMatta, R. (1997). Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro (6a ed.). Rio de Janeiro: Rocco.

Dostoievski, F. (2009). Memórias do subsolo (Trad. Boris Schnaiderman, 6a ed.). São Paulo: Editora 34.

Durkheim, E. (1938). L’évolution pédagogique en France: des origines a la renaissance. Paris: Librarie Félix Alcan.

Elias, N. (1994). A sociedade dos indivíduos (Trad. Vera Ribeiro). Rio de Janeiro: Zahar.

Freund, C., & Biar, L. (2017). Gerenciando o estigma do professor contratado: uma análise de discurso crítica. Educação em Revista, 33, e166838. doi:10.1590/0102-4698166838

Giddens, A. (1996). The consequences of modernity. Cambridge: Polity. Goffman, E. (1959). The presentation of self in everyday life. New York: Archor Books.

Goffman, E. (2002). A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes.

Guigue, M., & Boulin, A. (2016). L’internat scolaire: limites et paradoxes d’une institution totale. Educação e Realidade, 41(4), 985-1002. doi:10.1590/2175-623661105

Isaac, M., & Ember, S. (2016, 29 de junho). Facebook to change news feed to focus on friends and family. The New York Times. Recuperado de http://www.nytimes.com/2016/06/30/technology/facebook-to-change-news-feedto-focus-on-friends-and-family.html?_r=2

Jacobsen, H. M., & Kristiansen, S. (2014). The social thought of Erving Goffman. Sage: London.

Manning, P. (1992). Erving Goffman and modern sociology. Cambridge: Polity Press.

Martuccelli, D. (1999). Sociologies de la modernité: l’itinéraire du XXe siècle. Paris: Gallimard.

Moulin, L. (1994). A vida quotidiana dos estudantes na Idade Média. Lisboa: Livros do Brasil.

Presos fingem ser médicos, ligam e pedem dinheiro para exames. (2017, 27 de julho). Jornal nacional. Recuperado de http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/07/presosfingem-ser-medicos-ligam-e-pedem-dinheiro-para-exames.html

Professora é demitida por não excluir alunos do Facebook. (2017, 10 de setembro). O globo. Recuperado de https://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/professora-demitidapor-nao-excluir-alunos-do-facebook-12136971

Projeto de Lei 995/2015. (2015). Acrescenta dispositivo à Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014, que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil. Recuperado de http://bit.ly/36uLHKE

Rouche, M. (1981). Histoire génerale de l’enseignement et de l’éducation en France: des origines à la Renaissance: Ve siécle av. J.-C. – XVe siècle (Vol. 1). Paris: Perrin.

Schilling, F., & Miyashiro, S. G. (2008). Como incluir? O debate sobre o preconceito e o estigma na atualidade. Educação e Pesquisa, 34(2), 243-254. doi:10.1590/S1517- 97022008000200003

Simmel, G. (2006). Questões fundamentais de sociologia: indivíduo e sociedade (Trad. Pedro Caldas). Rio de Janeiro: Zahar.

Smith, G. (2006). Erving Goffman. Routledge: London. Weber, M. (2013). Ciência como vocação. In A. Botelho (Org.), Essencial sociologia (pp. 392-431). São Paulo: Companhia das Letras.

Publicado

2020-04-22

Como Citar

SANTOS, T. R. .; VALLE, I. R. Professores no facebook: explorações sobre a gestão da distância e da proximidade diante do público escolar. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 31, p. e20180021, 2020. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8660712. Acesso em: 25 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos