Formação e competência informacional do bibliotecário médico brasileiro

  • Alexander Willian Azevedo Universidade Federal de São Carlos
  • Vera Silvia Marão Fabiana Araujo Beraquet Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Palavras-chave: Competência informacional. Biblioteconomia-médica. Bibliotecário-médico. Formação do bibliotecário-médico. Educação

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo investigar as diferentes abordagens acerca da formação dos bibliotecários-médicos, a fim de observar suas características e propostas, e identificar as competências informacionais que seriam desejáveis a este profissional no Brasil. Considerando que a prática da Biblioteconomia Médica é recente no Brasil, o método utilizado para alcançar os objetivos propostos foi desenvolvido por meio de revisão de literatura de textos extraídos em bases de dados nacionais e internacionais, e valeu-se do caráter qualitativo por ser pesquisa bibliográfica de natureza exploratória que proporcionou observamos os conceitos, formação e as principais competências informacionais presentes nos bibliotecários-médicos. Os principais resultados obtidos indicam que: as escolas de Biblioteconomia no Brasil passaram por diversas reformulações em suas grades curriculares, visando capacitar os bibliotecários a terem iniciativas, motivações, pró-atividade e ser receptivo às mudanças, para atuar em várias áreas do conhecimento, inclusive na área médica. Os resultados também evidenciaram que as principais habilidades e atitudes inerentes aos bibliotecários médicos brasileiros, não diferem do perfil dos bibliotecários generalistas, no sentido de terem competências para atuarem em bibliotecas especializadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alexander Willian Azevedo, Universidade Federal de São Carlos
Possui graduação em Ciência da Informação com Habilitação em Biblioteconomia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006). Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação do Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, PUC-Campinas, como Bolsista Capes/Prosup-I. Professor Substituto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), vinculado ao Departamento de Ciência da Informação. Áreas de interesse: Gestão da Informação e do Conhecimento; Organização e Uso da Informação; Competência Informacional; Educação
Vera Silvia Marão Fabiana Araujo Beraquet, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Possui graduação em Biblioteconomia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1972), mestrado em Biblioteconomia pela Loughborough University (Inglaterra, 1976) e doutorado em Biblioteconomia também pela Loughborough University (1981), sob a orientação do Prof. Dr. Peter Harvard-Williams. Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: informação em saúde, formação do bibliotecário, formacao profissional, ensino de graduação e profissional de biblioteconomia, biblioteconomia clínica.

Referências

ALMEIDA JR., O. F. Profissional da informação: entre o espírito e a produção. In: VALENTIM, M. L. P. et al (Org.). Profissionais da informação: formação, perfil e

atuação profissional. São Paulo: Polis, 2002.

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION (ALA). Characteristics of programs of information literacy that illustrate best practices: a guideline. ALA, 2003. Disponível

em:< http://www.ala.org/ala/acrl/acrlstandards/characteristics.htm>. Acesso em: 15 maio 2008.

ANNAN G. L. The Medical Library Association in retrospect, 1937-1967. Bulletin of the Medical Library Association, Chicago, v.86, n.2, 270-8, Apr. 1998. Disponível em:

<http://www. pubmedcentral. nih.gov/articlerender. fcgi?artid=226366>. Acesso em: 11 fev. 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ABECIN). Proposta de diretrizes curriculares para os cursos de Biblioteconomia.

Londrina: ABECIN, 2000. Disponível em: <http://www.abecin.org/Textos/DiretrizesCIMecVersao2.rtf>. Acesso em: 27 fev. 2009.

ATALLAH, A.; CASTRO, A. Evidências para melhores decisões clínicas. São Paulo: UNIFESP, 1998. Disponível em: < http://www. epm.br/ cochrane/ bestevidence.htm>.

Acesso em: 01 agosto 2008.

BELL, J. A. H. History of the Medical Library Association's credentialing program. Bulletin of the Medical Library Association, Chicago, v.84, n.3, p.320-33, July 1996.

Disponível em: < http://www. pubmedcentral.nih.gov/ articlerender.fcgi? artid=226152>. Acesso em: 20 jan. 2009.

BELLUZZO, R.C.B. A information literacy como competência necessária à fluência científica e tecnológica na Sociedade da Informação: uma questão de educação. In:

SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA UNESP, 7., 2001, Bauru. Anais eletrônicos... Bauru: UNESP, 2001. Disponível em: < http://www.simpep.feb.unesp.br/anais8/ana8c.html#GI>. Acesso em: 28 abr. 2008.

BRASIL. Conselho de Ensino Superior. Parecer CNE/ CES No 492/ 2001: Diretrizes Curriculares para os Cursos De biblioteconomia. Disponível em: < http//:www.mec.gov.br/cne/pdf/ces0492.pdf>. Acesso em: 25 fev. 2009.

CAMPELO, B. O movimento da competência informacional: uma perspectiva para o letramento informacional. Ciência da informação, Brasília, v. 32, n. 3, p. 28-37,

set./dez. 2003. Disponível em: < http://www.eci.ufmg.br/bogliolo/downloads/CAMPELO%20Competencia%20Informacional.pdf>. Acesso em: 15 set. 2008.

CAMPELO, B,; ABREU, V. L. F. G. Competência informacional e a formação do bibliotecário. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.10, n.2, p.178-

, jun. 2005. Disponível em: < http:// www.eci. ufmg.br/pcionline/index.php/pci/article/viewFile/2/150>. Acesso em: 15 set. 2008.

CAÑEDO ANDALIA, R. Del bibliotecario clínico al informacionista: de la gerencia de información a la gestión del conocimiento. ACIMED; v.10, n.3, mayo-jun. 2002.

Disponível em: < http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1024- 94352002000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=es>. Acesso em: 10 ago. 2008.

CAREGNATO, S. E. O desenvolvimento de habilidades informacionais: o papel das bibliotecas universitárias no contexto da informação digital em rede. Revista de

Biblioteconomia & Comum, Porto Alegre, v. 8, p. 47-55, 2000.

CRESTANA, M. F. Bibliotecários da área médica: o discurso a respeito da profissão. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 134-149, jul./dez.

Disponível em: < http://www.eci.ufmg.br/pcionline/ index.php/pci/article/view/365/183>. Acesso em: 19 fev. 2009.

DUDZIAK, E. A. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v.32, n.1, p. 23-35. 2003. Disponível em: < http://www.ibict.br/cionlinr>. Acesso em: 25 mar. 2008.

FERREIRA, D. T. Profissional da informação: perfil de habilidades de demandas pelo mercado de trabalho. Ciência da Informação, Brasília, DF, v.32, n.1, p.42-9, 2003.

Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v32n1/15972.pdf >. Acesso em: 17 fev. 2008.

GALVÃO, M.C.B.; LEITE, R.A.F. Do bibliotecário médico ao informacionista: traços semânticos de seus perfis e competências. Transinformação, Campinas, v.20, n.2, p.181-91, maio/ago.2008. Disponível em: <http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewarticle.php?id=198>. Acesso em: 12 fev. 2009.

HATSCHBACH, M. H. L. Information literacy: aspectos conceituais e iniciativas em ambientes digitais para estudantes de nível superior. 2002. 104f. Dissertação (Mestrado

em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ/IBICT, Rio de Janeiro, 2002.

KAJBERG, L; LORRING, L. European curriculum reflection on library and information science. Copenhagen: the royal school of library and informatiom science, 2005.

disponivel em: < http://biblis.db.dk/Archimages/423.12.05.PDF>. Acesso em: 17 mar. 2009.

KRAMER, G. (Comp.). La Profisión bibliotecaria. In: KRAMER, G. Notas bibliotecológicas. 2. ed. Callejon de San Antonio: Pax-México; Libraria Carlos césarman, 1972. p. 159-89.

MARTINEZ-SILVEIRA, M. S. A informação cientifica na prática médica: estudo do comportamento informacional do médico residente. 2005. 184 f. Mestrado (Ciência da

Informação) Universidade Federal da Bahia. Salvador.

MEDICAL LIBRARY ASSOCIATION. Platform for change: the educational policy statement of the Medical Library Association. Chicago: The Association, 1992.

Disponível em: < http://www.mlanet.org/education/platform/> Acesso em: 05 março 2009.

NAKAYAMA, E.H. A biblioteca científica e o processo de busca de informação por pacientes. São Paulo, 102f. Mestrado Profissional (Ensino em Ciências da Saúde) -

Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2004.

ORTEGA Y GASSET, J. History as system. New York: Norton, 1935.

PEREIRA, E.A.J. O perfil do bibliotecário da área de ciência da saúde em Santa Catarina. 2005. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade

Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2005.

PINTO, R. R. O profissional da informação em ciências da saúde: subsídio para desenvolvimento de cursos de capacitação no Brasil. 2005, 130f. Dissertação (Mestrado

Profissional Ensino em Ciências da Saúde) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2005.

ROSENBERG, W.; DONALD, A. Evidence based medicine; na approach to clinical problem-solving. BWJ medical publication of the year, v.310, p.1122-6, 1995.

Disponível em: <http://www.bmj.com/cgi/content/full/310/6987/1122> Acesso em: 22 fev. 2009

SCHACHER, L. F. Clínical librarianship: its value in medical care. Electronic Journal of Academic and Special Librarianship, v.134, n. 8, p. 717-20, 2001. Disponível em:

< http://southernlibrarianship.icaap.org/content/v05n02/lappa_e01.htm>. Acesso em: 18 abr. 2008.

VALENTIM, M.L. Formação: competências e habilidades do profissional da informação. In: VALENTIM, M.L. Formação do profissional da informação. São Paulo: Polis,

cap.6, p. 117-48. 2002.

Publicado
2010-03-01
Como Citar
Azevedo, A. W., & Beraquet, V. S. M. F. A. (2010). Formação e competência informacional do bibliotecário médico brasileiro. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 8(1), 199-218. https://doi.org/10.20396/rdbci.v7i2.1964
Seção
Artigos de Pesquisa