Banner Portal
Representação descritiva e temática de recursos de informação no sistema agência Embrapa
PDF

Palavras-chave

Dublin core
Metadados
Representação descritiva
Representação temática
Recursos de informação
Agência de informação Embrapa

Como Citar

SOUZA, Marcia Izabel Fugisawa; ALVES, Maria das Dores Rosa. Representação descritiva e temática de recursos de informação no sistema agência Embrapa: uso do padrão dublin core. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 190–205, 2009. DOI: 10.20396/rdbci.v7i1.1983. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1983. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

O artigo relata a experiência da Embrapa na utilização do padrão de metadados Dublin Core (DC) na representação descritiva e temática de recursos de informação eletrônicos. É apresentada uma descrição sucinta de cada elemento metadado, incluindo sua definição, qualificadores e valor. A adoção do padrão Dublin Core teve sua origem no âmbito de um projeto de pesquisa dedicado à organização e tratamento da informação eletrônica produzida pela Empresa, cujo produto principal é o website “Agência de Informação Embrapa”. Duas ferramentas de software foram desenvolvidas para dar suporte à atividade de representação descritiva e temática. Uma ferramenta é dedicada às rotinas de inserção, alteração, exclusão e consulta de registros na base de dados. Regras mínimas de representação descritiva, baseadas na AACR2, foram adotadas no tratamento da informação. A segunda ferramenta apóia as atividades relativas ao controle de autoridades, palavras-chaves e categorias de assunto. A representação descritiva e temática de recursos de informação utilizando o padrão Dublin Core contribui para aumentar a precisão da informação, além de diminuir as ambigüidades e inconsistências, fatores críticos de qualidade na recuperação e acesso aos conteúdos desejados.
https://doi.org/10.20396/rdbci.v7i1.1983
PDF

Referências

ASSOCIATION OF COLLEGE & RESEARCH LIBRARIES. Literacy Competency Standards for Higher Education. 2000. Disponível em: < http://www.ala.org/ala/acrl/acrlstandards/informationliteracycompetency.htm>. Acesso

em: 09 maio 2007.

BLATT, I. M. Serviço de informação nas unidades hospitalares administradas pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina. Revista ACB, Florianópolis, v.6, n. 1, p.97-110, 2001.

BUENO, S. B.; BLATTMANN, U. Fontes de informação on-line no contexto da área de Ciências da Saúde. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.2, n.2, p. 1-17, 2005.

CAVALCANTE, L. E. Políticas de formação para a competência informacional: o papel das universidades. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação: Nova Série, São Paulo, v.2, n.2, p.47-62, 2006.

DUDZIAK, E. A. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v.32, n. 1, p. 23-35, 2003.

EVANGELISTA, R.; OLIVEIRA, V.F.F.; PEREIRA, S.L.; PETINARI, V.S. Competência informacional e medicina baseada em evidências. Transinformação, Campinas, v. 20, n. 1, p. 73-81, 2008.

FARIA, S.; OLIVEIRA, V.F.F.; FORNER, L; D’ASTUTO, F. Competências do profissional da informação: uma reflexão a partir da Classificação Brasileira de Ocupações. Ciência da Informação, Brasília, v. 34, n.2, p. 26-33, 2005.

LE COADIC, Y.F. A Ciência da Informação. 2 ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

PINTO, R. R. O profissional da informação em Ciências da Saúde: subsídios para o desenvolvimento de cursos de capacitação no Brasil. 2005. p. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, São Paulo, 2005.

SILVA, F.C.C. A atuação do bibliotecário médico e sua interação com os profissionais da saúde para busca e seleção de informação especializada. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.3, n.1, p. 131-151, 2005.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher. Célula de Documentação Científica. Relatório de gestão de processos. Campinas, 2006 (Trabalho não publicado).

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2009 Marcia Izabel Fugisawa Souza, Maria das Dores Rosa Alves

Downloads

Não há dados estatísticos.