Banner Portal
A revisão por pares a partir da percepção dos editores
PDF

Palavras-chave

Editores
Artigos de periódicos
Revisão (editoração)

Como Citar

SILVA, Cláudio Nei Nascimento da; MOREIRO-GONZALEZ, José Antonio; MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. A revisão por pares a partir da percepção dos editores: um estudo comparativo em revistas brasileiras, espanholas e mexicanas. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 14, n. 1, p. 126–143, 2016. DOI: 10.20396/rdbci.v14i1.8640579. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8640579. Acesso em: 20 jun. 2024.

Resumo

Este trabalho apresenta o resultado de um estudo sobre as dificuldades dos editores de periódicos brasileiros, espanhóis e mexicanos no processo de revisão por pares. Os dados foram colhidos por meio de um questionário composto de questões fechadas e uma aberta, aplicado a editores de periódicos bem qualificados segundo critérios dos três países e tratados com base na estatística descritiva. Os resultados revelaram as principais tarefas realizadas pelo editor no processo de revisão por pares e as diferenças e semelhanças entre países e área do conhecimento. Conclui-se que, além de existirem tarefas onde os editores enfrentam mais dificuldades, os níveis de dificuldades são semelhantes entre países, embora com significativas diferenças entre as áreas do conhecimento.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v14i1.8640579
PDF

Referências

AJAO, O. G. Peer review and refereeing in medicine and medical sciences. Saudi journal of gastroenterology: official journal of the Saudi Gastroenterology Association, v. 3, n. 3, p. 107–112, 1997. Disponível em: < www.ncbi.nlm.nih.gov>. Acesso em: 12 jan. 2014.

BOTOMÉ, S. P. Avaliação entre pares na ciência e na academia: aspectos clandestinos de um julgamento nem sempre científico, acadêmico ou de avaliação. Psicologia USP, v. 22, n. 2, p. 335–356, 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-65642011000200003&lng=pt&nrm=iso>>. Acesso em: 24 jun. 2013.

CASSELLA, M. Social peer-review e scienze umane, ovvero ”della qualità nella Repubblica della scienza”. JLIS.it, v. 1, n. 1, p. 111–132, 2010. Disponível em: < dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/3990325.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2013.

GOLLOGLY, L.; MOMEN, H. Ethical dilemmas in scientific publication: Pitfalls and solutions for editors. Revista de Saude Publica, v. 40, n. SPEC. ISS., p. 24–29, 2006. Disponível em: < http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16924299>. Acesso em: 4 maio. 2013.

KUNSCH, W. L. O Editor Científico. Revista Acadêmica do Grupo Comunicacional de São Bernardo, 2004. Disponível em: < www.metodista.br/unesco/GCSB/index.htm>. Acesso em: 12 set. 2013.

MARCHIORI, E. O papel do Corpo Editorial. Radiologia Brasileira, v. 34, n. 4, p. 5–5, 2001. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rb/v34n4/11241.pdf>. Acesso em: 28 ago. 2015.

MARTINEZ, J. E.; GRASSI, D. C.; MARQUES, L. G. Análise da aplicabilidade de três instrumentos de avaliação de dor em distintas unidades de atendimento: ambulatório, enfermaria e urgência. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 51, n. 4, p. 304–308, 2011. Disponível em: < www.scielo.br/pdf/rbr/v51n4/v51n4a02.pdf>. Acesso em: 4 jun. 2015.

MIGLIOLI, S. Originalidade e ineditismo como requisitos de submissão aos periódicos científicos em Ciência da Informação. Liinc em Revista, v. 8, n. 2, p. 378–388, 2012. Disponível em: < http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/493>. Acesso em: 7 mar. 2015.

MULLIGAN, A.; HALL, L.; RAPHAEL, E. Peer review in a changing world: an international study measuring the attitudes of researchers. Jornal of the American Society for Information Science and Tecnology, v. 64, n. 1, p. 132–161, 2013. Disponível em: < 10.1002/asi.22798>. Acesso em: 23 maio. 2015.

PINE, D. S. Editorial: The difficulties and privileges of the editor. Journal of Child Psychology and Psychiatry and Allied Disciplines, v. 49, n. 9, p. 897–899, 2008. Disponível em: < http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18759937>. Acesso em: 17 set. 2014.

RANALLI, B. T. A Prehistory of Peer Review: Religious Blueprints from the Hartlib Circle. Spontaneous Generations: A Journal for the History and Philosophy of Science, v. 5, n. 1, p. 12–18, 2011. Disponível em: < jps.library.utoronto.ca/index.php/SpontaneousGenerations ISSN>. Acesso em: 22 jul. 2013.

ROJAS, V. M. A.; RIVERA, M. S. Guía de buenas prácticas para revistas académicas de acceso abierto. Santiago do Chile: Ong Derechos Digitales, 2011.

SERRA, F. a. R.; FIATES, G. G.; FERREIRA, M. P. Publicar é difícil ou faltam competências? O desafio de pesquisar e publicar em revistas científicas na visão de editores e revisores internacionais. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 9, n. 4, p. 32–55, 2008. Disponível em: < www.globadvantage.ipleiria.pt>. Acesso em: 29 jan. 2015.

TERÁN, C. M. R. Aspectos éticos de las comunicaciones científicas. Galícia Clínica, v. 72, n. 4, p. 169–179, 2011. Disponível em: < http://www.galiciaclinica.info/PDF/15/261.pdf>.

THOMPSON, D. F. Understanding financial conflicts of interest. The New England journal of medicine, v. 329, n. 8, p. 573–576, 1993. Disponível em: < http://www.interessenkonflikte.de/x1993Thompson.pdf>. Acesso em: 9 maio. 2015.

WAGNER, E.; GODLEE, F.; JEFFERSON, T. How to survive peer review. London: BMJ Books, 2002.

WERLANG, E. Revisão por pares : um estudo da gestão de avaliadores nas revistas científicas brasileiras. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 18, n. 38, 2013.

ZIMAN, J. A comunicação inequívoca. In: O conhecimento confiável: uma exploração dos fundamentos para a crença na ciência. Campinas: Papirus, 1996.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.