Banner Portal
Indicadores da produção colaborativa na arquitetura da informação
PORTUGUES
INGLES
XML

Palavras-chave

Ciência da informação. Epistemologia da ciência da informação. Produção colaborativa na arquitetura da informação. Produção colaborativa na ciência da informação.

Como Citar

SILVA, Z. C. G. da; SOUZA, E. D. de. Indicadores da produção colaborativa na arquitetura da informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 2, p. 368–388, 2017. DOI: 10.20396/rdbci.v15i2.8647357. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8647357. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

A arquitetura da informação é considerada como um domínio estratégico de produção colaborativa da Ciência da Informação. Descrevem-se as condições da produção colaborativa na arquitetura da informação, considerando-a como subárea de estudo da Ciência a Informação. Para tanto, abordam-se, especificamente, indicadores da produção científica que compreendem temáticas de estudo, tipologia e formação da autoria, programas de pós-graduação e áreas a que se encontra vinculada, entre outros. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva. Mapeia-se a produção científica do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB), no período de 2003 a 2013, no repositório “Questões em Rede”. Utiliza-se a bibliometria para identificar elementos paratextuais e textuais que formam indícios da produção colaborativa na arquitetura da informação. Constatou-se a pluralidade na formação acadêmica dos pesquisadores que abordam a arquitetura da informação, o compartilhamento de linguagens, alguns indícios das convergências disciplinares a partir da colaboração em coautoria, bem como um plexo de relações através das citações indiretas que representam o compartilhamento de elementos teórico-metodológicos na produção interdisciplinar. Além disso, a formação acadêmica dos pesquisadores com maior índice de produtividade é vinculada principalmente à Biblioteconomia e à Ciência da Computação. Considera-se que a produção colaborativa na arquitetura da informação se apresenta como processo de produção multidisciplinar, constituindo-se em um domínio convergente que possibilita a efetividade de práticas interdisciplinares na Ciência da Informação.
https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i2.8647357
PORTUGUES
INGLES
XML

Referências

AGNER, Luiz. Ergodesign e arquitetura de informação: trabalhando com o usuário. 2. ed. Rio de Janeiro: Quartet, 2009.

ALVARENGA, Lídia. Bibliometria e arqueologia do saber de Michel Foucault: traços de identidade teórico-metodológica. Ciência da Informação, v. 27, n. 3, set. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-19651998000300002&script=sci_arttext. Acesso em: 11 maio. 2015.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO M CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. GT 08 – Informação e Tecnologia. Ementa. Disponível em: http://gtancib.fci.unb.br/index.php/gt-08. Acesso em: 20 out. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Tabela de áreas de conhecimento/avaliação. Brasília: Capes, 2012. Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/instrumentos-de-apoio/tabela-de-areas-do-conhecimento-avaliacao. Acesso em: 11 abr. 2015.

CAPURRO, Rafael.; HJØRLAND, Birger. O conceito de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 1, p. 148-207, jan. /abr., 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v12n1/11.pdf. Acesso em: 8 abr. 2015.

DOMINGUES, Ivan. Conhecimento e transdisciplinaridade II: aspectos metodológicos. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

ETGES, Norberto Jacob. Ciência, interdisciplinaridade e educação. In: JANTSCH, Ari Paulo.; BIANCHETTI, Lucídio. (Org.). Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995. p. 51-84., cap. 3.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida. Para uma reflexão epistemológica acerca da Ciência da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 6, n. 1, p. 5-18, jan./jun. 2001. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/433. Acesso em: 15 jul. 2014.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

LARA, Marilda Lopes Ginez de.; SMIT, Johanna Wilhelmina. Os Enancibs e a Ciência da Informação brasileira: introdução. In: LARA, Marilda Lopes Ginez de.; SMIT, Johanna Wilhelmina. (Org.). Temas de pesquisa em Ciência da Informação no Brasil. São Paulo: USP, 2010.

MACEDO, Flávia Lacerda Oliveira. Arquitetura da informação: aspectos epistemológicos, científicos e práticos. 2005.187 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2005.

MACÍAS-CHAPULA, Cesar Augusto. O papel da informetria e da cientometria e sua perspectiva nacional e internacional. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 134-140, maio/ago. 1998. Disponível em: http://goo.gl/H09oKH. Acesso em: 10 jul. 2015.

MORVILLE, Peter.; ROSENFELD, Louis. Information architecture for the World Wide Web. 3.ed. Sebastopol: O’Really, 2006.

PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. A ciência da informação entre a sombra e a luz: domínio epistemológico e campo interdisciplinar. 1997. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997.

POMBO, Olga. Epistemologia da interdisciplinaridade. Ideação - Revista do Centro de Educação e Letras da UNIOESTE, Foz do Iguaçu, v. 10, n. 1, p. 9-40, 2008.

SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa.; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio. Perspectivismo e tecnologias de informação e comunicação: acréscimos à Ciência da Informação? Datagramazero – Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, p. 1-10, jun. 2009. Disponível em: http://www.dgz.org.br/jun09/Art_02.htm. Acesso em: 15 abr. 2015.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da Informação: origens, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/235/22. Acesso em: 11 abr. 2014.

SARACEVIC, Tefko. Information Science. Journal of the American Society for Information Science, New. York, v. 50, n. 12, p. 1051-1063, 1999. Disponível em: https://comminfo.rutgers.edu/~tefko/JASIS1999.pdf. Acesso em: 21 abr. 2015.

SOUZA, Edivanio Duarte de. A epistemologia interdisciplinar na Ciência da Informação: dos indícios aos efeitos de sentido na consolidação do campo disciplinar. 2011. 346 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2011.

SOUZA, Edivanio Duarte de. A epistemologia interdisciplinar: uma introdução à produção colaborativa de conhecimento científico. Maceió: Edufal, 2015.

WURMAN, Richard. Information architects. 2. ed. Lakewood: Watson-Guptill Pubns, 1997.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...