O Virtual International Authority File – VIAF e a agregação de valores por metadados de autoridade

Luiza de Menezes Romanetto, Plácida Leopoldina Ventura A. da Costa Santos, Rachel Cristina Vesú Alves

Resumo


O Virtual International Authority File (VIAF) é um consórcio de cooperação internacional oferecido pela, por meio do qual tem sido estabelecida a cooperação entre agências e bibliotecas nacionais em diversas localidades do mundo, na agregação de valores e disponibilização de arquivos de autoridade em Linked Open Data. O consórcio foi idealizado a partir de fundamentos, conceitos e tecnologias estabelecidos na catalogação que, diante de limitações tecnológicas, têm sido convertidos a partir das recomendações do World Wide Web Consortium para a publicação de dados vinculados, o que proporciona infraestrutura para o intercâmbio e compartilhamento de dados de autoridade na Web de dados, além da construção de vocabulários de valor de alto nível. Este estudo tem por objetivo apresentar e descrever os fundamentos, conceitos e tecnologias envolvidas no desenvolvimento do VIAF. O estudo, realizado por meio de pesquisa bibliográfica e documental, apresenta como resultados a relação entre os conceitos de controle de autoridade, controle de bibliográfico, Linked Data, entre outros, com a infraestrutura estabelecida no VIAF, assim como a contribuição do consórcio na unificação de variações nacionais nas descrições de valor, por meio da formação de cluster que proporciona controle terminológico de valores que contemplam diversidade linguística e cultural. Conclui-se que o VIAF representa uma iniciativa democrática de cooperação a nível internacional e que pode ser utilizado tanto como uma fonte confiável de arquivos de autoridade para instituições bibliotecárias, quanto para as comunidades da Web de dados.


Palavras-chave


Virtual International Authority File – VIAF. Controle de autoridade. Metadado. Vocabulários de valor. Catalogação.

Texto completo:

PORTUGUES INGLES XML

Referências


ALVES, R. A. V. Metadados como elementos do processo de catalogação. 2010. 132 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010. Disponível em: < http://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/alves_rachel.pdf >. Acesso em: 30 jul. 2015.

ALVES, R. A. V. Web Semântica: uma análise focada no uso de metadados. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2005. Disponível em: < http://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/alves_rcv_me_mar.pdf >. Acesso em: 23 abr. 2015.

ALVES, R. C. V; SANTOS, P. L. V. A. C. Metadados no domínio bibliográfico. Rio de Janeiro: Intertexto, 2013.

ANGJELI, A.; MAC EWAN, A.; BOULET, V. ISNI and VIAF: Transforming ways of trustfully consolidating identities. In: IFLA GENERAL CONFERENCE AND ASSEMBLY, 80, 2014. Proceedings... Lyon: IFLA, 2014.

BERNEERS, LEE, T. Linked data. 2006. Disponível em: < https://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html >. Acesso em: 20 out. 2016.

BORKO, H. Information Science: What is it? American documentation, p. 3-5, 1968

BREITMAN, K. Web Semântica: A internet do futuro. Rio de Janeiro: LTC, 2006. 190 p.

BURKE, S.K.; SHORTEN, J. Name authority work today: A comparison of types of academic libraries. Library resources and technical servives, n.1, v.54, 2010.

CAMPELLO, B. Introdução ao controle bibliográfico. Brasília: Briquet de Lemos, 2006.

CARLOS, K. V.; ZAFALON, Z. R. Metadados e Interoperabilidade em Bibliotecas Nacionais Sul-Americanas. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE CATALOGADORES, 9.; ENCONTRO NACIONAL DE CATALOGADORES, 2., 2013, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional do Brasil, 2013. Disponível em: < http://www.abinia.org/catalogadores/62-210-1-PB.pdf >. Acesso em: 01 ago. 2015.

CATARINO, M. E.; SOUZA, T. B. A representação descritiva no contexto da Web Semântica. Transinformação, v.24, n.2, p.77-90, 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-7862012000200001&script=sci_arttext>. Acesso em: 15 jun. 2015.

CHAN, L. M.; ZENG, M. L. Metadata Interoperability and Standardization – a study of methodology part I: achieving interoperability at the schema level. D-Lib Magazine, v.12, n. 6, 2006. ISSN 1082-9873. Disponível em: < http://www.dlib.org/dlib/june06/chan/06chan.html >. Acesso em: 15 jun. 2015.

GARZON-FARINOS, F. G. El registros de autoridades personales tras la aparición del Web. Tese (Doutorado) - Universitat Politècnica de València, Valencia, 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2015.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Declaração dos princípios internacionais de catalogação. 2009. Disponível em: < http://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/icp/icp_2009-pt.pdf >. Acesso em: 15 jul. 2015.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Directrices para Registros de Autoridad y Referencias. 2004. ISBN 8436938380. Disponível em: < http://archive.ifla.org/VII/s13/garr/garr-es.pdf >. Acesso em: 20 ago. 2015.

ISAAC, A. et al. Library Linked Data Incubator Group: Datasets, Value Vocabularies, and Metadata Element Sets. W3C Incubator Group Report, 2011. Disponível em: < http://www.w3.org/2005/Incubator/lld/XGR-lld-vocabdataset-20111025/ >. Acesso em: 1 ago. 2015.

JIMENEZ PELAYO, J.; GARCÍA BLANCO, R. El Catálogo de autoridades: Creación y gestión en unidades documentales. Gijón: TREA, 2002. ISBN 8497040279. Disponível em: < http://biblioteca.udgvirtual.udg.mx/eureka/pudgvirtual/jimenezP.pdf >. Acesso e 21 jan. 2016

LIBRARY OF CONGRESS. Dublin Core to MARC Crosswalk: Network Development and MARC Standards Office Library of Congress. 2008. Disponível em: < http://www.loc.gov/marc/marc2dc.html >. Acesso em: 11 jul. 2015.

MACHADO, A. M. N. Informação e controle bibliográfico: um olhar sobre a cibernética. São Paulo: Ed. UNESP, 2003.

MARCONDES, C. H. “Linked data” – dados interligados - e interoperabilidade entre arquivos, bibliotecas e museus na web. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v.17, n.34, p.171-192, 2012. ISSN 1518-2924. DOI: 10.5007/1518-2924.2012v17n34p171. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2012v17n34p171/22782 . Acesso em: 14 jul. 2015.

MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Considerações teóricas aligeiradas sobre a catalogação e sua aplicação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v.1, n.1, p. 125-137, 2010. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/_repositorio/2010/12/pdf_4520d684ee_0014017.pdf . Acesso em: 1 ago. 2015.

MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília: Briquet de Lemos, 2009.

MILLER, M.; DUNSIRE, G. Publishing bibliographic element sets and value vocabularies. In: MILLER, M. Bibliographic Information Organization in the Semantic Web. [S.l.]: Chandos Publishing, 2013. p.137-198.

NATIONAL INFORMATION STANDARDS ORGANIZATION. ANSI/NISO. Z39.19-2005. Guidelines for the Construction, Format, and Management of Monolingual Controlled Vocabularies. Disponível em: < http://www.niso.org/standards/z39-19-2005/ >. Acesso em: 01 ago. 2015.

ONLINE COMPUTER LIBRARY CENTER. VIAF: Virtual International Authority File. 2015. Disponível em: < http://www.oclc.org/viaf.en.html >. Acesso em: 13 maio 2015.

ONLINE Dictionary for Library and Information Science. 2016. Disponível em: < http://www.abc-clio.com/ODLIS/odlis_i.aspx >. Acesso em: 20 out. 2016

PASCUAL, C. H. El Control de Autoridades. Anales de Documentación, n. 2, 1999, p.121-136.

PASTOR SANCHEZ, J.A.; MARTÍNEZ MÉNDEZ, F.J.; RODRÍGUES MUNOZ, J.V. Aplicación de SKOS para la interoperabilidad de vocabularios controlado en el entorno de Linked Open Data. El profesional de la información, v.21, n.3, p.245-253, 2012.

PICCO, P.; ORTIZ REPISO, V. RDA, el nuevo código de catalogación: cambios y desafios para su aplicación. Revista española de documentação científica, n.35, v.1, p.145-173, 2012. ISSN 0210-0614. Disponível em: < http://www.ugr.es/~rruiz/docencia/automatizada/RDA_Nuevo_codigo_de_catalogacion.pdf >. Acesso em: 20 out. 2016.

SALGADO, D. M. S.; SILVA, J. F. M. AACR2 X RDA: breves reflexões acerca dos registros de autoridade. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis. Anais… São Paulo: FEBAB, 2013.

SANDÍN ENRIQUEZ, D. El Fichero Internacional Virtual de Autoridades (VIAF): Estado de la cuestión, evaluación y propuestas de mejora. 2011. 110f. Dissertação (Máster en Sistemas de Información Digital) - Facultad de Traducción y Documentación, Universidad de Salamanca, Salamanca, 2011.

SANTOS, P. L. V. A. C.; PEREIRA, A. M. Catalogação: breve história e contemporaneidade. Niterói: Intertexto, 2014.

SAYÃO, L. F. Padrões para bibliotecas digitais abertas e interoperáveis. Encontros Bibli: Revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, n. esp., 2007. Disponível em: < https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2007v12nesp1p18/436 >. Acesso em: 20 jul. 2015.

SAYÃO, L. F.; MARCONDES, C. H. O desafio da interoperabilidade e as novas perspectivas para as bibliotecas digitais. TransInformação, v. 20, n. 2, p.133-148, maio/ago. 2008. Disponível em: < http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/530/510 >. Acesso em: 15 jul. 2015.

SILVEIRA, N. C. Análise do impacto dos Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos (FRBR) nos pontos de acesso de responsabilidade pessoal. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 2007. Disponível em: < http://www.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=343 >. Acesso em: 01 ago. 2015.

TAYLOR, A.G. Introduction to Cataloging and Classification. 10th Ed. Westport: Libraries Unlimited, 2006.

TILLET, B.B. Authority Control at the International Level. Association for Library Collection e Technical Services, v.44, n.3, 2000.

TILLET, B.B. Base Virtual Internacional de Autoridade. Pretoria: IME ICC, 2007. Disponível em: < http://www.referenceglobal.com/doi/abs/10.1515/9783598441028.2.201 > Acesso em: 05 abr. 2015.

VIRTUAL INTERNATIONAL AUTHORITY FILE. 2017. Disponível em:< https://viaf.org/ >. Acesso em: 04 maio de 2016.




DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i3.8647488

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

(c) RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. e Cienc. Inf. / RDBCI : Digit. J. Libr. and Inf. Sci., Campinas (SP) - ISSN 1678-765X.