Produção Científica Brasileira: Perfil de Autoria em Gestão do Conhecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i3.8649660

Palavras-chave:

Bibliometria. Gestão do conhecimento. Perfil de autoria. Produção científica.

Resumo

O crescente desenvolvimento de estudos relacionados ao conhecimento e a aplicação prática destes em solo organizacional confere certa relevância a Gestão do Conhecimento, que se consolida como uma temática complexa devido as interações orbitais com a cultura, tecnologia, pessoas, dentre outros elementos. Consequentemente, o número de publicações científicas relacionadas a esta temática se eleva em detrimento a fatores como aumento de programas de pós-graduação, elevação do número de mestres e doutores, exigências de manutenibilidade do pesquisador no campo acadêmico e as regras de avaliação da CAPES. Neste contexto, contemplado por estudiosos de diversas áreas as quais a Gestão do Conhecimento se relaciona, este estudo discorre análises sobre o perfil dos autores na produção científica brasileira de Gestão do Conhecimento. Para a realização de tais análises a metodologia é caracterizada pela natureza descritiva e utilizou abordagem quantitativa por meio do emprego da bibliometria. Alguns dos resultados evidenciam que as produções em dupla são mais frequentes que as individuais e a cada elevação do número de autores há decremento da quantidade de publicações e os autores que publicam individualmente e em parceria tendem a apresentar um comportamento veementemente mais colaborativo. As interações entre as titulações dos autores apresentam relações mais frequentes entre os indivíduos de mesma titulação e, em segundo momento, os doutores se relacionam mais com mestres que com doutorandos. A replicabilidade da pesquisa em outro recorte temporal é sugestão de trabalho futuro, permitindo evidenciar novas percepções quanto aos perfis acadêmicos brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fábio Corrêa, Universidade FUMEC

Doutorando em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Mestre em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. MBA em Engenharia de Software e Governança de Tecnologia da Informação. Graduação em Sistemas de Informação. Bolsista de doutorado da FAPEMIG.

Jurema Suely de Araújo Nery Ribeiro, Universidade FUMEC

Doutoranda em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Mestre em Administração pela FEAD. MBA em Logística e Finanças pela UNA. MBA em Gestão de Instituições pelo Pitágoras. Especialização em Administração da Produção pelo IETEC. Bacharel em Administração pelo Centro Universitário Newton Paiva.

Elaine Drumond Pires e Silva, Universidade FUMEC

Mestre em Sistema de Informação e Gestão do Conhecimento pela FUMEC. Pós-graduada em Gestão e Tecnologia de Informação pelo IETEC. MBA em Gerenciamento de Projetos com Ênfase em TI pela FGV, com certificação Internacional pela Universidade de OHIO. Graduada em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Fabrício Ziviani, Universidade FUMEC

Doutor em Ciência da Informação pela Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Mestre em Administração Pública pela Escola de Governo da Fundação João Pinheiro e graduado em Administração. Professor do Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento da Universidade FUMEC.

Referências

ALVARENGA NETO, Rivadávia Correa Drummond; BARBOSA, Ricardo Rodrigues; CENDON, Beatriz Valadares. A construção de metodologia de pesquisa qualitativa com vistas à apreensão da realidade organizacional brasileira: estudos de casos múltiplos para proposição de modelagem conceitual integrativa. Informação & Sociedade, v. 16, n. 2, 2006.

ALVARENGA NETO, Rivadávia Correa Drummond; BARBOSA, Ricardo Rodrigues; PEREIRA, Heitor José. Gestão do conhecimento ou gestão de organizações da era do conhecimento? Um ensaio teórico-prático a partir de intervenções na realidade brasileira. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 12, n. 1, 2008.

ANDRADE, Ricardo Lopes; RÊGO, Leandro Chaves. A influência da rede de coautoria no nível das bolsas de produtividade da área de engenharia de produção. In: Anais... XXXV Congresso da Sociedade Brasileira de Computação–CSBC. 2015.

ARAÚJO, Carlos Alberto. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 11-32, 2007.

AVELAR, Ewerton Alex; VIEIRA, Eliane Apolinário; SANTOS, Thiago de Souza. Gestão do conhecimento: uma análise das pesquisas brasileiras desenvolvidas na primeira década do século XXI. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 1, n. 2, p. 150-165, jul./dez. 2011.

BARATA, Rita de Cássia Barradas. Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. Revista Brasileira de Pós-Graduação - RBPG, v. 13, n. 30, p. 13-40, 2016.

BOLISANI, Ettore; HANDZIC, Meliha (Eds.). Advances in knowledge management: celebrating twenty years of research and practice. Springer, 2015

BROFMAN, Paulo Roberto A importância das publicações científicas. Cogitare Enferm, v. 17, n. 3, p.419-421, 2012.

CAMÍ, Jordi. Impactolatría: diagnostico y tratamiento. Medicina Clínica, 1997, v. 109, n. 13, p. 515-524.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – CAPES, 2016. Documento de Área Interdisciplinar. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/documentos/Documentos_de_area_2017/INTE_docarea_016_v2.pdf. Acesso em: 9 mai. 2017.

DEMO, Pedro. Metodologia científica em ciências sociais. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1995.

EARL, Michael. Knowledge management strategies: toward a taxonomy. Journal of Management Information System, v. 18, n. 1, p. 215-233, 2001.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GUEDES, Vânia Lisbôa da Silveira; BORSCHIVER, Suzana. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. Encontro Nacional de Ciência da Informação, v. 6, p. 1-18, 2005.

GUIMARÃES, Reinaldo; LOURENÇO, Ricardo; COSAC, Silvana. O perfil dos doutores ativos em pesquisa no Brasil. Parcerias Estratégicas, n. 13, dez, 2001.

IGARASHI, Wagner. et al. Investigação no contexto brasileiro sobre gestão do conhecimento/aprendizagem/tecnologia da informação: pesquisa realizada junto a scientific electronic library online. Cadernos EBAPE.BR, v. 6, n. 2, p. 01-18, 2008.

LOZANO, Jesus Diaz del Campo. Análisis bibliométrico de las tesis doctorales sobre Internet en las universidades españolas (1996-2011). Transinformação, v. 28, n. 3, 2017.

MACHADO-DA-SILVA, Clóvis et al. Periódicos brasileiros de Administração: Análise bibliométrica de impacto no triênio 2005 impacto no triênio 2005-2007. RAC-Eletrônica, 2008, v. 2, n. 3, p. 351-373.

MAIA, Maria de Fátima S.; CAREGNATO, Sônia Elisa. Co-autoria como indicador de redes de colaboração científica. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 13, n. 2, p. 18-31, 2008.

MASCARENHAS, Sidnei Augusto. Metodologia Científica. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012.

MEADOWS, Arthur Jack. A comunicação científica. tradução de Antônio Agenor Briquet de Lemos. 1999.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 5. ed. São Paulo: Hucitec, 1998.

PEREIRA, Frederico Cesar Mafra. O processo de conversão do conhecimento em uma escola de atendimento especializado. Encontros Bibli, n. 20, p. 38-52, 2005.

PEREIRA, Frederico Cesar Mafra. A equação fundamental da Ciência da Informação e a importância de Brookes enquanto referência para o campo da Ciência da Informação. Informação & Informação, v. 13, n. 1, p. 15-31, 2008.

PEROVANO, Dalton Gean. Manual de metodologia da pesquisa cientifica. Curitiba: InterSaberes, 2016. [livro eletrônico].

PRICE, Derek John de Solla. O desenvolvimento da ciência: análise histórica, filosófica, sociológica e econômica. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1976.

RODRIGUES, Marcos Paulo Farias; DUARTE, Emeide Nóbrega. Adoção de tecnologias como facilitadora ao uso de conhecimento na biblioteca do Unipê. Biblionline, 2006, v. 2, n.1.

SANTOS, Jane Lucia Silva et al. Mapeamento da produção acadêmica em gestão do conhecimento no âmbito do EnAnpad: uma análise de 2000 a 2006. In: Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração – EnANPAD, 31, Rio de Janeiro, 2007. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2007.

SILVA, Antônio Ozaí. A sua revista tem Qualis? Mediações-Revista de Ciências Sociais, 2009, v. 14, n. 1, p. 117-124.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais. São Paulo, Editora Atlas, 1987.

VANTI, Nadia Aurora Peres. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecânismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v.31, n.2, p.152-162, 2002.

ZANINI, Georgia Barreto; PINTO, Marli Dias Souza; FILIPPIM, Eliane Salete. Análise bibliométrica aplicada à gestão do conhecimento. Conhecimento Interativo, v. 6, n. 2, p. 124-140, 2013.

Publicado

2017-07-25

Como Citar

CORRÊA, F.; RIBEIRO, J. S. de A. N.; SILVA, E. D. P. e; ZIVIANI, F. Produção Científica Brasileira: Perfil de Autoria em Gestão do Conhecimento. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 3, p. 647–669, 2017. DOI: 10.20396/rdbci.v15i3.8649660. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8649660. Acesso em: 6 dez. 2021.