Banner Portal
Websites em bibliotecas universitárias como instrumentos para a formação de competências em informação
PORTUGUES
INGLES
XML

Palavras-chave

Biblioteca universitária
Competência informacional
Educação em biblioteconomia
Página Web

Como Citar

GOMES, Marcos Aurelio; DUMONT, Lígia Maria Moreira. Websites em bibliotecas universitárias como instrumentos para a formação de competências em informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 522–542, 2018. DOI: 10.20396/rdbci.v16i2.8650816. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8650816. Acesso em: 22 abr. 2024.

Resumo

Objetiva identificar nos websites das bibliotecas universitárias a prática da educação/formação de usuários por meio de produtos e serviços que podem ser fomentados tanto em ambientes tradicionais como digitais/virtuais na perspectiva da promoção de competências em informação dos estudantes. Pesquisa classificada como exploratória, estabeleceu em seu desenho como recorte duas universidades: a Universidade Federal de Alagoas e a Universidade Federal de Minas Gerais. A análise dos dados foi realizada com enfoque quantitativo e qualitativo. Adotou-se como instrumento de coleta o formulário, que proporcionou o levantamento de dados em 35 bibliotecas das duas instituições. Os resultados forneceram evidências de que as bibliotecas das duas universidades encontram-se em processos de transição ao se considerar o ponto de vista de uso da tecnologia digital para a promoção das ações de educação/formação de usuário para promover a competência em informação.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v16i2.8650816
PORTUGUES
INGLES
XML

Referências

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Information literacy competency standards for higher education. Chicago: ALA, 2000. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/sites/ala.org.acrl/files/content/standards/standards.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. 2012 top ten trends in academic libraries: A review of the trends and issues affecting academic libraries in higher education. College & Research Libraries New, [S.l.], v. 73, n. 6, p. 311-320, June 2012. Disponível em: http://crln.acrl.org/content/73/6/311.full. Acesso em: 10 jun. 2016.

AMARAL, Sueli Angélica do. Desempenho das funções dos websites de unidades de informação como ferramenta de marketing para planejamento e gestão. In: FUJITA, M. S. L.; MARTELETO, R. M.; LARA, M. L. G. A dimensão epistemológica da Ciência da Informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2008. p. 135-154.

AMARAL, Sueli Angélica do; GUIMARÃES, Tatiara Paranhos. Sites das bibliotecas universitárias brasileiras: estudo das funções desempenhadas. In: SEMINARIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITARIAS, 12., 2002, Recife, Anais... Recife: UFPE, 2002. 1 CD-ROM.

AMARAL, Sueli Angélica do; GUIMARÃES, Tatiara Paranhos. Websites de unidades de informação como ferramentas de comunicação com seus públicos . Encontros Bibli, Florianópolis, v. 13, n. 26, p. 59-71, 2º sem. 2008. Disponível em:

https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2008v13n26p147/6642. Acesso em: 10 jun. 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

BAX, Marcello Peixoto. As bibliotecas na Web e vice-versa. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.3, n.1, p. 5-20, jan./jun. 1998. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/viewFile/14/375. Acesso em: 3 jan. 2016.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista. Educação de Usuários de Bibliotecas Universitárias: da conceituação e sistematização ao estabelecimento de diretrizes. 1989. 107 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, 1989.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista. Competências e novas condutas de gestão: diferenciais de bibliotecas e sistemas de informação. In: VALENTIM, Marta Lígia Pomim (Org.). Ambientes e fluxos de informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 23-54.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges. Competência em informação, redes de conhecimento e as metas educativas para 2021: reflexões e inter-relações. In: BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges; VALENTIM, Marta Lígia Pomim (Org.). Redes de conhecimento e competência em informação: interfaces da gestão, mediação e uso da informação. Rio de Janeiro: Interciência, 2015. p. 1-35.

BERNHARD, Paulette. La formación en el uso de la información: una ventaja en la enseñanza superior. Situación actual. Anales de Documentación, [Murcia], v. 5, p. 409-435, enero 2002. Disponível em: http://revistas.um.es/analesdoc/article/view/2271/2261. Acesso em: 12 dez. 2015.

CAMPELLO, Bernadete Santos. Letramento informacional no Brasil: práticas educativas de bibliotecários em escolas de ensino básico. 2009. 208 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas, Belo Horizonte. 2009.

CAREGNATO, Sonia Elisa. O desenvolvimento de habilidades informacionais: o papel das bibliotecas universitárias no contexto da informação digital em rede. Revista de Biblioteconomia & Comunicação, Porto Alegre, v. 8, p. 47-55, jan./dez. 2000.

CARVALHO, Fernanda Cordeiro de. Educação e estudos de usuários em bibliotecas universitárias brasileiras: abordagem centrada nas competências em informação. 2008. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, 2008.

CARVALHO, Isabel Cristina Louzada. A socialização do conhecimento no espaço das bibliotecas universitárias. Niterói: Intertexto, 2004.

CUNHA, Murilo Bastos da. Construindo o futuro: a biblioteca universitária brasileira em 2010. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 1, p. 71-89, jan./abr. 2000. Disponível em http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/viewArticle/269. Acesso em: 2 mar. 2016.

CUNHA, Murilo Bastos da. A biblioteca universitária na encruzilhada. DataGramaZero-Revista de Ciência da Informação, [Rio de Janeiro], v. 11, n. 6 , dez. 2010.

Disponível em: http://www.dgz.org.br/dez10/art_07.htm. Acesso em: 2 mar. 2016.

DIAS, Maria Matilde Kronka; PIRES, Daniela. Usos e usuários da informação. São Carlos: EdUFSCAR, 2004.

DIB, Simone Faury; LIMA, Clóvis Ricardo Montenegro de. Administração discursiva: uma nova perspectiva para as bibliotecas universitárias brasileiras. Informação@Profissões, Londrina, v. 2, n. 2, p. 92-118, 2013. Disponível em: www.uel.br/revistas/infoprof/. Acesso em: 4 jun. 2016.

DIÓGENES, Fabiene Castelo Branco. Os novos papéis da biblioteca universitária brasileira. 2012. 444 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, 2012. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/12305/1/2012_FabieneCasteloBrancoDiogenes.pdf. Acesso em: 10 dez. 2015.

DOWNARD, Karen. User education in academic libraries. Library Management, [S.l.], v. 13, n. 3, p. 29-38, 1992.

DUCAS, Ada M.; MICHAUD-OYSTRYK, Nicole. Toward a new enterprise: Capitalizing on the faculty librarian partnership. College and Research Libraries, Chicago, v. 64, n.1, p. 55-73, 2003. Disponível em: http://crl.acrl.org/content/64/1/55.full.pdf+html. Acesso em: 16 jun. 2016.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana; GABRIEL, Maria Aparecida; VILLELA, Maria Cristina Olaio. A educação de usuários de bibliotecas universitárias frente à sociedade do conhecimento e sua inserção nos novos paradigmas educacionais. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 11., 2000, Florianópolis: UFSC, 2000, p.1-19.

FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Metodologias para a promoção do uso da informação: técnicas aplicadas particularmente em bibliotecas universitárias e especializadas. São Paulo: Nobel, 1991.

FJÄLLBRANT, Nancy; STEVENSON, Malcolm. User education in libraries. London: Clive Bingley, 1978.

FLEMING, Hugh. User education in academic libraries. London: Library Association, 1990.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

AUTOR, 2016.

HAAS, Stephanie W.; GRAMS, Erika S. Page and link classifications: Connecting diverse resources. In: WITTEN, Ian H.; AKSCYN, Rob M.; SHIPMAN, Frank M. (Eds.), Proceedings of Digital Libraries’98 - Third ACM Conference on Digital Libraries, 1998, Pittsburgh. New York: Association for Computing Machinery, 1998, p. 99-107.

HATSCHBACH, Maria Helena de Lima. Information Literacy: aspectos conceituais e iniciativas em ambiente digital para o estudante de nível superior. 2002. 108 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 2002.

HERNÁNDEZ HERNÁNDEZ, Carmen Julia. Un plan de formación en competencias de información a través de aulas virtuales: análisis de una experiencia con alumnado universitario. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento, Barcelona, v. 7, n. 2, p. 50-61, jul. 2016.

HERNÁNDEZ SAMPIERI, Roberto; FERNÁNDEZ COLLADO, Carlos; BAPTISTA LUCIO, María del Pilar. Metodologia da pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGraw Hill, 2006.

KUHLTHAU, Carol Collier. Seeking meaning: a process approach to library and information services. 2nd. ed. Westport: Libraries Unlimited, 2004.

LEITE, Cecília. et al. Cenário e perspectiva da produção científica sobre competência em informação (coinfo) no Brasil: estudo da produção no âmbito da ANCIB.

Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.26, n.3, p. 151-168, set./dez. 2016.

LOERSTCHER, David V.; WOOLLS, Blanche. Competência em informação: ajudando bibliotecários a aplicar a pesquisa no ensino da habilitação básica em obtenção de informação pelos usuários - a importância da interface humana. In: Passos, Rosemary; Santos, Gildenir Carolino (Org.). Competência e habilidades em informação na sociedade da aprendizagem. 2.ed. Bauru: Kairós, 2005. p. 55-66.

MELO, Ana Virgínia Chaves de. Análise do desenvolvimento dos estágios de competência informacional em estudantes do Curso de Graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal da Paraíba - UFPB. 2008. 451 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas,Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2008. Disponível em: http://rei.biblioteca.ufpb.br/jspui/handle/123456789/204. Acesso em: 8 jan. 2016.

MERLO VEGA, José Antonio. Las tecnologías de la participación en las bibliotecas. Educación y Biblioteca, [Salamanca], v.19, n. 161, sept./oct. 2007. Disponível em: http://eprints.rclis.org/10558/1/tecnoparti.pdf. Acesso em: 2 abr. 2016.

MEWS, Hazel. Reader instruction in colleges and universities: Teaching the use of the library. London: Bingley, 1972.

ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3. ed. Paris: OCDE, 2005. Tradução de: The Measurement of Scientific and Technological Activities – Proposed Guidelines for Collecting and Interpreting Technological Innovation Data: Oslo Manual.

Disponível em: http://www.finep.gov.br/images/a-finep/biblioteca/manual_de_oslo.pdf. Acesso em: 10 maio 2016.

PEREIRA, Fernando Antônio de Sousa. O desenvolvimento da competência informacional para o pensamento estratégico: uma experiência no ensino da administração de empresas através da simulação empresarial competitiva. 2011. 198 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Instituto em Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/7842/1/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20Final.pdf. Acesso em: 23 dez. 2015.

PÍCCOLO, H. L. Tutorial dotado de inteligência para orientação de alunos novatos em uma biblioteca universitária: o caso da Biblioteca da Universidade de Brasília. 2006.184 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Universidade de Brasília, Brasília, 2006. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/5039?mode=full. Acesso em: 14 fev. 2016.

SANTOS, Raquel do Rosário. Espaço virtual e a comunicação com os usuários para a mediação da informação: utilização pelas bibliotecas das universidades federais e estaduais brasileiras. 2012. 248 f. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia,. 2012. Disponível em: http://www.repositorio.ufba.br:8080/ri/handle/ri/7833. Acesso em: 20 dez. 2015.

SILVA, Maria Neves de Oliveira e. Educação de usuários: um levantamento de práticas brasileiras em bibliotecas universitárias. 1995. 111 f. Dissertação (mestrado) – Faculdade de Estudos Sociais Aplicados, Universidade de Brasília, 1995.

SOUSA, Margarida Maria de. A biblioteca universitária como ambiente de aprendizagem no ensino superior. 2009. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, 2009. Disponível em: file:///C:/Users/Marcos/Downloads/Margarida_M_Sousa_DISSERT.pdf. Acesso em: 11 fev. 2016.

TIEFEL, Virginia M. Library user education: examining its past, projecting Its Future. Library Trends, Illinois, v. 44, n. 2, p. 318-38, Fall. 1995. Disponível em: https://www.ideals.illinois.edu/bitstream/handle/2142/8026/librarytrendsv44i2h_opt.pdf?sequence=1. Acesso em: 11 mar. 2016.

URIBE TIRADO, Alejandro. La alfabetización informacional en las bibliotecas universitarias de Brasil: visualización de los niveles de incorporación desde la información publicada en sus sitios Web. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.17, n.1, p.134-152, jan./mar. 2012. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1303/993.

Acesso em: 16 maio 2016.

WILSON, Thomas Daniel. Guidelines for developing and implementing a national plan for training and education in information use. Paris: Unesco, 1979.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.