Práticas informacionais e design thinking

abordando usuários 3.0 na Ciência da Informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v19i00.8666871

Palavras-chave:

Práticas informacionais, Web 3.0, Mediação, Usuários, Design thinking

Resumo

Introdução: O ambiente da web 3.0 tem como característica marcante a apresentação de dados personalizados aos seus usuários, por meio de seus algoritmos que atuam como artefatos mediadores das relações dos usuários com a rede. Neste cenário de cooperação entre pessoas e computadores inerentes à web 3.0, a Ciência da Informação contribui ao refletir sobre o sujeito informacional e seu contexto, especialmente por meio da abordagem das práticas informacionais. Objetivo: Construir aporte teórico entre os propósitos do design thinking que se aliam aos objetivos de estudo de práticas situadas de apropriação de tecnologias pelos usuários. Metodologia: Através da revisão bibliográfica exploratória narrativa, desenvolve-se o aporte teórico para a construção dos artefatos mediadores na web 3.0 com base na perspectiva de estudo das práticas informacionais associada à abordagem metodológica do design thinking como alternativa para o desenvolvimento participativo e humano de novos contextos de organização e relação sociais na web. Resultados: São tecidas relações conceituais entre a web 3.0, desmediação e artefatos mediadores. A metodologia do design thinking é apresentada e relacionada à abordagem de estudos de usuários das práticas informacionais. Conclusão: A construção de artefatos mediadores para a web 3.0 requer a abordagem de estudos centrada no contexto de interação dos seus usuários, por meio de uma metodologia sensível à modelagem de contexto, como é a proposta do design thinking. A aposta teórica é que o design thinking é congruente com a abordagem de práticas informacionais dos usuários da informação, podendo ser uma abordagem inovadora para a área de CI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Leila Jane Brum Lage Sena Guimarães, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora da Universidade Salgado de Oliveira (Belo Horizonte, MG - Brasil).

Eliane Cristina de Freitas Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora adjunta da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte, MG -Brasil).

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. O que é Ciência da Informação. Belo Horizonte: KMA, 2018. 132 p. ISBN:978-85-92728-06-9

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Os estudos em Práticas Informacionais no âmbito da Ciência da Informação. In: ALVES, Edvaldo Carvalho et al., organizadores. Práticas informacionais: reflexões teóricas e experiências de pesquisa. João Pessoa: Editora UFPB, 2020. 400 p. E-book ISBN 978-85-237-1556-4

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila; DUARTE, Adriana Bogliolo Sirihal; DUMONT, Lígia Maria Moreira. As perspectivas de estudos sobre os sujeitos no PPGCI/UFMG. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 24, p. 85-101, mar. 2019. ISSN 19815344. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/3895. Acesso em: 7 jul. 2021.

BAX, Marcelo Peixoto. Design science: filosofia da pesquisa em ciência da informação e tecnologia. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 42, n. 2, 2015. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1388. Acesso em: 3 jun. 2021.

BLATTMANN, Ursula; SILVA, Fabiano Couto Corrêa da. Colaboração e interação na Web 2.0 e Biblioteca 2.0 Collaboration and interaction on Web 2.0 and Library 2.0 p. 191-215. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 191-215, nov. 2007. ISSN 1414-0594. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/530. Acesso em: 16 jun. 2021.

BREITMAN, Karin Koogan. Web semântica: a Internet do futuro. Rio de Janeiro: LTC, 1ª. ed. 2005. 204p. ISBN: 8521614667

BRESSAN, Renato Teixeira. Dilemas da rede: Web 2.0, conceitos, tecnologias e modificações. Anagrama, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 1-13, 2009. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/35306. Acesso em: 30 jun. 2021.

BROWN, T. Design thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COLE, Michael; ENGESTRÖM, Yrjö. A cultural-historical approach to distributed cognition. In: SALOMON, Gabriel (ed.). Distributed cognitions: psychological and educational considerations. Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press, 1993. p. 1-46.

COOPER, Rachel; JUNGINGER, Sabine; LOCKWOOD, Thomas. Design thinking and design management: A research and practice perspective. In: LOCKWOOD, T. (ed.). Design thinking. New York, NY: Allworth Press, p. 57-64, 2010.

COURTRIGHT, Christina. Context in information behavior research. Annual Review of Information Science and Technology, v. 41, n. 1, 2007: 273–306. DOI: https://doi.org/10.1002/aris.2007.1440410113.

COUTINHO, Clara Pereira; BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. Comunicação Educacional: do modelo unidirecional para a comunicação multidireccional na sociedade do conhecimento. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO (SOPCOM), 5., Braga, 2007. Atas do [...]. Universidade do Minho, 2007. Disponível em http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/7770. Acesso em: 02 mai. 2021.

COX, Andrew Martin. An exploration of the practice approach and its place in information science. Journal of Information Science, New York, v. 38, n. 2, p. 176-188. 2012 apud ROCHA, Eliane Cristina de Freitas; GANDRA, Tatiane Krempser; ROCHA, Janicy Aparecida Pereira (2017).

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. Autêntica, 5ª ed, 2007. 112p. ISBN: 8575260197

DA SILVA, Laelson Felipe et al. Práticas informacionais em ambientes virtuais. Informação & Informação, v. 25, n. 4, p. 431-451.

DRESCH, Aline. Design Science e Design Science Research como artefatos metodológicos para engenharia de produção. 2013. 184 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção e Sistemas) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2013.

FORESTI, Fabricio; RADOS, Gregório Jean Varvakis. A biblioteca e o novo paradigma produtivo da indústria 4.0. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 24, n. 3, p. 513-535, 2019. ISSN 1414-0594 Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7389424. Acesso em 20 jun 2021.

FURTADO, Cassia Cordeiro. BIBLIOTECA 2.0 + WEB 3.0 = BIBLIOTECA 3.0. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 18., Vitória, 2019. Anais do [...]. Disponível em: http://repositorio.febab.org.br/files/original/24/3190/2225-2242-1-PB.pdf. Acesso em: 12 jul. 2021.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida. Metodologia da pesquisa no campo da ciência da informação. Datagramazero: Revista da Ciência da Informação, v. 1, n. 6, 2000.

KIMBELL, Lucy. Beyond design thinking: Design-as-practice and designs-inpractice. Manchester: CRESC Conference, September 2009.

KRAMER, Priscila Nogueira Krüger. A teatralização do “eu” das marcas: chatbots como ferramenta de humanização da marca sob o olhar de Erving Goffman. 2020. 180 p. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal-RN, 2020. Disponível em https://repositorio.ufrn.br/bitstream/123456789/30320/1/Teatralizacaoeumarcas_Kramer_2020.pdf. Acesso em 20 mai.2021.

LALUEZA, Luis José; CAMPS, Isabel Crespo e Silva. As tecnologias da informação e da comunicação e os processos de desenvolvimento e socialização. In: Psicologia da Educação Virtual: aprender e ensinar com as Tecnologias da Informação e da Comunicação. COLL, Cesar; MONEREO, Charles (org.). Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 47-65.

NOGUEIRA, Hérika Lorena Cavalcante. Design Thinking: uma nova perspectiva para a prática museal, nov. 2014, Disponível em: https://bdm.unb.br/handle/10483/9364. Acesso em 20 jun. 2021

NOH, Younghee. Imagining Library 4.0: Creating a Model for Future Libraries, The Journal of Academic Librarianship, v. 6, n. 41, p. 786–797, 2015, DOI: 10.1016/j.acalib.2015.08.020.

OKADA, Sionara Ioco; DE SOUZA, Eliane Moreira Sá. Estratégias de marketing digital na era da busca. Revista Brasileira de Marketing, v. 10, n. 1, p. 46-72, 2011. ISSN: 2177-5184. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=471747524003. Acesso em: 25 jul 2021.

OLIVEIRA, Felipe Rodrigues; MAZIERO, Ronaldo Colucci; ARAÚJO, Liriane Soares de. Um estudo sobre a web 3.0: evolução, conceitos, princípios, benefícios e impactos. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 60-71, 2018. DOI: https://doi.org/10.31510/infa.v15i2.492. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/492. Acesso em: 19 jun. 2021.

PALETTA, Francisco Carlos; PELISSARO, Bárbara. Informação, ciência e tecnologia na Sociedade da Informação no contexto da Web 3.0: uma análise a partir de três questões, Revista Conhecimento em Ação, vol. 1, no 1, Art. no 1, ago. 2016, ISSN:2525-7935 DOI: 10.47681/rca.v1i1.3133. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/3133. Acesso em 20 maio 2021.

PALLIYAGURUGE, C. D. Wireless Network Authentication and Tracking Protocol based on Visible Light Communication. 2021. Tese de Doutorado. Disponível em: http://dl.ucsc.cmb.ac.lk/jspui/bitstream/123456789/4401/1/2016MCS068.pdf. Acesso em: 05 Ago 2021.

PLATTNER, Hasso; MEINEL, Christoph; LEIFER, Larry. (ed.). Design thinking: understand, improve, apply. Springer: Verlag Berlin Heidelberg, 2011 apud CAVALCANTI, C. M. C. Design Thinking como metodologia de pesquisa para concepção de um ambiente virtual de aprendizagem centrado no usuário. In: Anais do Simpósio Internacional de Educação a Distância, São Carlos, UFSCar, 2014.

PRETTO, Nelson de Luca. O desafio de educar na era digital: educações. Revista Portuguesa de Educação, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 95–118, 2011. DOI: 10.21814/rpe.3042. Disponível em: https://revistas.rcaap.pt/rpe/article/view/3042. Acesso em: 26 abr. 2021

RABELLO, Rodrigo. Sujeito e agência informacional: comportamento, prática e ação. In: GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida; RABELLO, Rodrigo. (org.). Informação: agentes e intermediação. Brasília: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), 2017. 397 p. ISBN 9788570131072

RIECKEN, Rinalda Francesca. Frame de temas potenciais de pesquisa em Ciência da Informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 43–63, 2006. DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v3i2.2044. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/2044. Acesso em: 26 maio 2021.

ROCHA, Eliane Cristina de Freitas; GANDRA, Tatiane Krempser; ROCHA, Janicy Aparecida Pereira. Práticas informacionais: nova abordagem para os estudos de usuários da informação. Biblios, Pittsburgh, n. 68, p. 96-109, jul. 2017 Disponível em http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1562-47302017000300007&lng=es&nrm=iso. Acesso em: 10 jul. 2021.

RODRIGUES, Diogo Duarte. Design Science Research como caminho metodológico para disciplinas e projetos de Design da Informação | Design Science Research as methodological path for Information Design subjects and projects. InfoDesign - Revista Brasileira de Design da Informação, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 111–124, 2018. DOI: 10.51358/id.v15i1.564. Disponível em: https://infodesign.org.br/infodesign/article/view/564. Acesso em: 26 jul. 2021.

SANTOS, Emanuella; NICOLAU, Marcos. Web do futuro: a cibercultura e os caminhos trilhados rumo a uma Web semântica ou Web 3.0. Temática, Paraíba, v. 10, n. 8, p.1-14, nov. 2012. Disponível em: http://www.intercom.org.br/sis/2012/resumos/R7-1985-1.pdf. Acesso em: 10 jul. 2021.

SAVOLAINEN, Reijo. Information behavior and information practice: reviewing the “umbrella concepts” of information-seeking studies. Library Quarterly, v. 77, n. 2, p. 109-132, 2007.

SILVA, Armando Malheiro. Mediações e mediadores em ciência da informação. Prisma.com (Portugal), n. 9, p. 68-104, 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/70071. Acesso em: 15 fev. 2021.

SUCHMAN, Lucy. Human-Machine Reconfigurations: Plans and Situated Actions, 2. ed. exp. New York and Cambridge UK: Cambridge University Press, 2007.

TUOMINEN, Kimmo, TALJA, Sanna, SAVOLAINEN, Reijo. The social constructionist viewpoint on information practices. In: FISHER, Karen; ERDELEZ, Sandra; McKECHNIE, Lynne. (ed.). Theories of information behavior. 3. ed. Medford: Information Today, 2009. p. 328-333.

WEIGAND, Hans; PASCHKE, Adrian. The Pragmatic Web: putting rules in context. In: Bikakis A., Giurca A. (ed.). Rules on the Web: Research and Applications. RuleML 2012. Lecture Notes in Computer Science, v. 7438. Springer, Berlin, Heidelberg. ISBN: 978-3-642-32688-2. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-642-32689-9_14.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-11-23

Como Citar

GUIMARÃES, L. J. B. L. S. .; ROCHA, E. C. de F. Práticas informacionais e design thinking: abordando usuários 3.0 na Ciência da Informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 19, n. 00, p. e021029, 2021. DOI: 10.20396/rdbci.v19i00.8666871. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8666871. Acesso em: 28 nov. 2022.