Sistema de armazenamento e recuperação da informação

uma análise do impacto das variáveis e medidas visando à organização e recuperação de informação centrado no usuário

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v20i00.8667925

Palavras-chave:

Sistema de armazenamento e recuperação da informação, Revocação, Precisão, Pertinência, Relevância, Avaliação do impacto de mesdidas em SRIs

Resumo

Introdução: O efetivo desempenho de Sistema de Recuperação da Informação depende da qualidade com a qual a organização da informação é realizada, o que implicará em uma recuperação da informação mais relevante e pertinente, visto que esses procedimentos são condicionados um ao outro fazendo uma ponte entre a entrada e a saída da informação. Objetivo: Avaliar o impacto das variáveis exaustividade e especificidade e das medidas de revocação e precisão, assim como os conceitos de relevância e pertinência, em Sistemas de Recuperação de Informação. Metodologia: Caracteriza-se como um estudo descritivo e exploratório, baseado em revisão de literatura narrativa visando apresentar as diversas conceituações, os seus pontos convergentes e divergentes. Resultados: Como contribuição apresenta-se uma proposta de fluxo para um Sistema de Armazenamento e Recuperação de Informação, centrado no usuário, reunindo diversos aspectos relacionados às medidas de revocação e precisão, de relevância e pertinência. Conclusão: Considera-se como contribuição final deste estudo evidenciar a importância de uma visão sistêmica, na qual todos os elementos de um Sistema de Armazenamento e Recuperação de Informação estão em inter-relação, tendo o usuário como elemento principal; e apresentar as fundamentais atividades que são importantes para a formação de profissionais aptos à construção de Sistemas consistentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gercina Angela de Lima, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Ciência da Informação pela Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Professora Titular da Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte, MG - Brasil).

Maria Luiza Almeida Campos, Universidade Federal Fluminense

Doutora em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro em Informação Científica e Tecnológica. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense e da Universidade Federal da Bahia (Niterói, RJ - Brasil).

  • Reconhecimentos: A primeira coautora agradece ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), pela bolsa de Produtividade em Pesquisa (PQ-D1).
  • Financiamento: Este estudo foi financiado pela agência brasileira Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) para as bolsas.
  • Conflitos de interesse: Os autores certificam que não têm interesse comercial ou associativo que represente um conflito de interesses em relação ao manuscrito.
  • Aprovação ética: Não é aplicável.
  • Disponibilidade de dados e material: Não aplicável.
  • Contribuições dos autores: Conceituação, Curadoria de Dados Análise Formal, Aquisição de Financiamento, Investigação, Metodologia, Recursos, Supervisão, Validação, Visualização, Redação – rascunho original: LIMA, G.A.; CAMPOS, M.L.A. Redação – revisão & edição: LIMA, G.A.; CAMPOS, M.L.A.

Referências

BAEZA-YATES, R.; RIBEIRO-NETO, B. Modern information retrieval. New York: Addison Wesley, 2011.

BARRETO, A. A. A condição da informação. São Paulo em Perspectiva, v. 16, n. 3, p. 67-74, jul./set. 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-88392002000300010

CARNEIRO, M. V. Diretrizes para uma política de indexação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, v. 14, n. 2, p. 221-241, set. 1985. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reb/article/view/36523/28575. Acesso em: 26 nov. 2021.

CESARINO, M. A. N. Sistemas de recuperação da informação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, v. 14, n. 2, 1985. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reb/article/view/36507/28553. Acesso em: 24 nov. 2021.

CHU, H. Information representation and retrieval in the digital age. Melford: Information Today, Inc., 2005.

COOPER, W. S. A definition of relevance for information retrieval. Information Storage and Retrieval, v. 1, n. 7, p. 19-37, 1971. DOI: https://doi.org/10.1016/0020-0271(71)90024-6

CUADRA, C. A.; KATTER, R. V. Experimental studies of relevance judgements. Santa Monica: Systems Development Corporation, 1967. (NSF Rep. TM-3520/001, 002, 003, 3 volumes).

DAHLBERG, I. Knowledge organization: a new science? Knowledge Organization, v. 33, n. 1, p. 11-19, 2006. Disponível em: https://www.ergon-verlag.de/isko_ko/downloads/ko3320061c.pdf. Acesso em: 26 nov. 2021.

DIAS, E. W.; NAVES, M. L. Análise de assunto: teoria e prática. Brasília: Briquet de Lemos, 2013. 115 p.

FERNEDA, E. Recuperação da Informação: análise sobre a contribuição da Ciência da Computação para a Ciência da Informação. 2003. 147 f. Tese (Doutorado em Ciência da Comunicação) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

FOSKET, D. J. A note on the concept of “relevance”. Information Storage and Retrieval, v. 2, n. 8, p. 77-78, 1972. DOI: https://doi.org/10.1016/0020-0271(72)90009-5

GOMES, H. E.; CAMPOS, M. L. A. Política de Indexação. SESC, 1998. (Material didático apresentado no Curso de Capacitação na área de indexação.)

INGWERSEN, P.; JÄRVELIN, K. The Turn: Integration of information seeking and retrieval in context. Dordrecht: Springer, 2005. 448 p.

INTERNATIONAL STANDARD ORGANIZATION. ISO 5963-1985 – Documentation: methods for examining documents, determining their subjects, and selecting indexing terms. Suíça: ISO, 1985.

KEMP, D. A. Relevance, pertinence and information systems development. Information Storage and Retrieval, v. 10, n. 2, p. 37-47, 1974. DOI: https://doi.org/10.1016/0020-0271(74)90002-3

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. Brasília: Briquet de Lemos, 1993.

LANCASTER, F. W. Information retrieval systems. 2. ed. New York: Wiley, 1978.

LANCASTER, F. W. Vocabulary control for information retrieval. 2. ed. Arlington: Information Resources Press, 1986. 270 p.

LIMA, G. A. Gênesis da classificação: uma análise de conteúdo a partir da definição. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 26, n. 1, p. 197-237, mar. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5344/32686. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/4402/2463. Acesso em: 26 nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5344/32686

MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

MOOERS, C. N. Zatocoding applied to mechanical organization of knowledge. American Documentation, v. 2, n. 1, p. 20-32, 1951. DOI: https://doi.org/10.1002/asi.5090020107. DOI: https://doi.org/10.1002/asi.5090020107

NOVELLINO, M. S. F. Instrumentos e metodologias de representação da informação. Informação & Informação, v. 1, n. 2, p. 37-45, jul./dez. 1996. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/_repositorio/2010/05/pdf_0e3cc20139_0010458.pdf. Acesso em: 26 nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.5433/1981-8920.1996v1n2p37

ROWLEY, J. A biblioteca eletrônica. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2002. 399 p.

ROWLEY, J. Informática para bibliotecas. Brasília: Briquet de Lemos, 1994.

SALTON, G. Automatic information organization and retrieval. New York: McGraw-Hill, 1968.

SALTON, G.; McGILL, J. M. Introduction to modern information retrieval. New York: McGraw-Hill, 1983.

SARACEVIC, T. Information science. Journal of the American Society for Information Science, v. 50, n. 12, p. 1051-1063, 1999. DOI: https://doi.org/10.1002/(SICI)1097-4571(1999)50:12<1051::AID-ASI2>3.0.CO;2-Z. DOI: https://doi.org/10.1002/(SICI)1097-4571(1999)50:12<1051::AID-ASI2>3.0.CO;2-Z

SARACEVIC, T. Relevance: A review of and a framework for the thinking on the notion in information science. Journal of the American Society for Information Science, v. 26, n. 6, p. 321-343, 1975. DOI: https://doi.org/10.1002/asi.4630260604. DOI: https://doi.org/10.1002/asi.4630260604

SILVA, R. E.; SANTOS, P. L. V. A. C.; FERNEDA, E. Modelos de recuperação de informação e web semântica: a questão da relevância. Informação & Informação, v. 18, n. 3, p. 27-44, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2013v18n3p27. Disponível em: https://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/12822/pdf_3. Acesso em: 26 nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.5433/1981-8920.2013v18n3p27

SOERGEL, D. Organizing Information: principles of data base and retrieval systems. California: Academic Press, 1985.

TRISTÃO, A. M. D. et al. Sistema de classificação facetada: instrumento para organização da informação sobre cerâmica para revestimento. Informação e Sociedade: Estudos, v. 14, n. 2, 2004. Disponível em: https://www.proquest.com/docview/1494045851. Acesso em: 26 nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-19652004000200017

VICKERY, B. C.; VICKERY, A. Information science in theory and practice. 3. ed. rev. aum. Munique: KG Saur, 2004. 400 p. DOI: https://doi.org/10.1515/9783598440083

Publicado

2022-05-17

Como Citar

LIMA, G. A. de; CAMPOS, M. L. A. . Sistema de armazenamento e recuperação da informação: uma análise do impacto das variáveis e medidas visando à organização e recuperação de informação centrado no usuário. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 20, n. 00, p. e022012, 2022. DOI: 10.20396/rdbci.v20i00.8667925. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8667925. Acesso em: 8 ago. 2022.