Banner Portal
Reflexões sobre o ensino de filosofia no Brasil
PDF

Palavras-chave

Filosofia
Ensino
Educação

Como Citar

PRATES, Letícia Pedrassa. Reflexões sobre o ensino de filosofia no Brasil : um exercício crítico. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 11, n. 3, 2020. DOI: 10.20396/rfe.v11i3.8658941. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8658941. Acesso em: 24 abr. 2024.

Resumo

O presente artigo busca investigar, segundo os estudos da Filosofia da Educação, determinadas práticas do ensino de Filosofia na esfera da Educação Básica. Nesta direção, são analisadas duas práticas específicas de ensino: a primeira delas, fundamentada em uma abordagem histórico-linear da Filosofia; a segunda, alusiva a um suposto distanciamento das práticas pedagógicas tradicionalistas, amparada por uma vaga noção de debate. Considerando a problematização dessas práticas, destaca-se a necessidade de impulsionar o ensino de Filosofia em direção a uma potente conexão entre o passado e a contemporaneidade.

 

 

https://doi.org/10.20396/rfe.v11i3.8658941
PDF

Referências

ADORNO, T. W. Educação e Emancipação. 7ª impressão. Tradução de Wolfgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ADORNO, Theodor W; HORKHEIMER, Max. Dialética do Esclarecimento. 2. ed. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1986.

ALENCAR, Marta V. O ensino de filosofia: uma prática na Escola de Aplicação da FE-USP. 2011. p. 1-238. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-17072012-103111/pt-br.php. Acesso em: 15. 08. 2019.

AQUINO, Julio G. Educação pelo arquivo: ensinar, pesquisar, escrever com Foucault. 1. ed. São Paulo: Editora Intermeios, 2019.

BUENO, Sinésio F. A Crítica Dialética de Theodor Adorno ao fascismo: implicações no campo formativo. Educação, Porto Alegre - RS, v. 40, n. 3, p. 492-500, 2017. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/25982/16545. Acesso em: 03. 02. 2018.

BUENO, Sinésio F. Educação, paranóia e semiformação. Educação em Revista [online], Belo Horizonte - MG, v. 26, n. 2, p. 299-315, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?id=S010246982010000200014&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 16. 02. 2018.

DELEUZE, Gilles. O ato de criação. Palestra de 1987, Edição brasileira: Folha de São Paulo, 27/06/1999. Disponível em: https://lapea.furg.br/images/stories/Oficina_de_video/o%20ato%20de%20criao%20-%20gilles%20deleuze.pdf. Acesso em: 15. 11. 2019.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Cascas. Serrote, São Paulo-SP, n. 13, p. 99-133, 2013.

FÁVERO, Altair Alberto et al. O ensino da filosofia no Brasil: um mapa das condições atuais. Cad. CEDES [online], v. 24, n. 64, p. 257-284, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-32622004000300002&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 18. 06. 2019.

FOUCAULT, Michel. O que é a crítica? (Crítica e Aufklärung). Tradução de Antonio C. Galdino. Cadernos da FFC, Marília, v. 9, n. 1, p.169-189, 2000.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. 31. ed. Trad. Raquel Ramalhete. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

GAGNEBIN, Jeanne M. Lembrar, Escrever, Esquecer. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2006.

GALLO, Sílvio; KOKAN Walter O. Filosofia no Ensino Médio. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

LEOPOLDO E SILVA, Franklin. Currículo e Formação: O ensino da Filosofia. Síntese Nova Fase, Belo Horizonte, v. 20, n. 63, p. 797-806, 1993. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/Sintese/article/view/1301/1697. Acesso em: 18. 03. 2019.

MAZAI, Noberto; RIBAS Maria Alice C. Trajetória do ensino de filosofia no Brasil. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências Sociais e Humanas, Santa Maria, v. 2, n. 1, p. 1-13, 2001. Disponível em: https://docplayer.com.br/4332548-Trajetoria-do-ensino-de-filosofia-no-brasil-1.html. Acesso em: 10. 02. 2020.

PRATES, Adriana P. Do encontro arte-museu-educação: uma perspectiva arqueogenealógica. 2019. p.1-407. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-03072019-143732/pt-br.php. Acesso em: 10. 02. 2020.

PUCCI, Bruno. A Escola e a semiformação mediada pelas novas tecnologias. In: PUCCI, B.; ALMEIDA, Jorge de; LASTÓRIA, Luiz Antônio Calmon Nabuco (Org.). Experiência formativa & emancipação. São Paulo: Nankin, 2009.

RODRIGUES, Augusto. Como nos tornamos os professores que somos: uma problematização da herança estruturalista nas práticas de ensinar e aprender filosofia. 2019. p. 1- 128. Dissertação (Mestrado em Filosofia da Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília (SP). Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/181892. Acesso em: 20. 02. 2020.

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Currículo do Estado de São Paulo: Ciências humanas e suas tecnologias, São Paulo, 2011. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/236.pdf. Acesso em: 20. 03. 2019.

SILVA, Franklin Leopoldo e. Por que Filosofia no segundo grau. Estudos Avançados. São Paulo, v. 6, n. 14, p. 157-166, jan/abr 1992 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010340141992000100010. Acesso em: 12. 03. 2019.

ZUIN, Antônio A. Indústria cultural e semiformação: a atualidade da educação após Auschwitz. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 25, n. 50, p. 607-634, jul./dez. 2011. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/13366. Acesso em: 03. 03. 2018.

ZUIN, Antônio A. O trote universitário como violência espetacular. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 36, n. 2, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/13132/12929. Acesso em: 07. 03. 2018.

ZUIN, Antônio A; PUCCI, Bruno; OLIVEIRA, Newton R. Adorno: o poder educativo do pensamento crítico. Petrópolis: Vozes, 1999.

O periódico Filosofia e Educaçãoutiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.