Banner Portal
O Curso de pedagogia, sua constituição e os desafios para pensar sua identidade profissional
PDF

Palavras-chave

Pedagogia
Formação de professores
Identidade profissional

Como Citar

AGUDO, Marcela de Moraes. O Curso de pedagogia, sua constituição e os desafios para pensar sua identidade profissional. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 12, n. 1, 2020. DOI: 10.20396/rfe.v12i2.8659013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8659013. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

Buscamos compreender a formação do pedagogo englobando aspectos que constituem conflitos. Para isso, foi importante entender a constituição da formação do pedagogo, suas polêmicas, seus diferentes posicionamentos e problemáticas, além dos desafios que influenciam o necessário aprofundamento dos conteúdos nesse processo. Concluímos que é necessário recuperar o debate que visa a formação do profissional pedagogo de maneira aprofundada em relação à competência técnica e ao compromisso político considerando a identidade de classe daqueles que estão na escola pública, sendo fundamental formar o pedagogo frente aos desafios da realidade material da vida do trabalhador da educação nesta sociedade.

https://doi.org/10.20396/rfe.v12i2.8659013
PDF

Referências

AGUIAR, Márcia Ângela da Silva; BRZEZINSKI, Iria; FREITAS, Helena Costa Lopes de; SILVA, Marcelo Soares Pereira da; PINO, Ivany Rodrigues. Diretrizes curriculares do curso de pedagogia no Brasil: disputas de projetos no campo da formação do profissional da educação. Educ. e Soc., v. 27, n. 96, Especial, p. 819-842, 2006.
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.
BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006.
BRZEZINSKI, Iria. Embates na definição das políticas de formação de professores para a atuação multidisciplinar nos anos iniciais do Ensino Fundamental: respeito à cidadania ou disputa pelo poder? Educação & Sociedade, Campinas, v.20, n. 68, p. 80-108, 1999.
CHAVES, Eduardo O. C. O curso de pedagogia: um breve histórico e um resumo da situação atual. Cadernos do CEDES. Ano 1. N 2, 4 reimpress., 1986.
GRAMSCI, Antônio. Cadernos do Cárcere, volume 3. 5 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.
KUENZER, Acácia Zeneida; RODRIGUES, Marli de Fátima. As Diretrizes curriculares para o curso de pedagogia: uma expressão da epistemologia da prática. Olhar de Professor (UEPG), v. 1, p. 35-62, 2007.
LIBÂNEO, José Carlos. Diretrizes curriculares da pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Educ. Soc., Campinas, vol. 27, n. 96 - Especial, p. 843-876, 2006.
LIBÂNEO, José Carlos. Que destino os educadores darão à Pedagogia? In: PIMENTA, Selma Garrido (Coord.). Pedagogia: ciência da educação? 6 ed., São Paulo: Cortez, 2011.
MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo: Boitempo, 2011.
ROSSI, Wagner Golçalves. O papel do pedagogo na sociedade. Cadernos do CEDES. Ano 1. N 2, 4 reimpress., 1986.
SAVIANI, Dermeval. História da formação docente no Brasil: três momentos decisivos. Revista do Centro de Educação, Santa Maria, v.30, n.2, p.11-26, 2005.
SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história e teoria. 2 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.
SILVA, Carmem Silvia Bissolli da. Curso de pedagogia no Brasil: história e identidade. 3 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.
TANURI, Leonor Maria. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, n. 14, maio/ago, 2000.

O periódico Filosofia e Educaçãoutiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.