Banner Portal
As influências da Escola Nova na concepção de manuais pedagógicos da área de linguagem
PDF

Palavras-chave

Didáticas disciplinares
Escola Nova
Manuais pedagógicos

Como Citar

CARDOSO MOURA, Marco Aurélio; NONATO GOMES SANTOS, Sandoval. As influências da Escola Nova na concepção de manuais pedagógicos da área de linguagem. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 12, n. 1, 2020. DOI: 10.20396/rfe.v12i2.8659330. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8659330. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

Este estudo propõe discutir o papel que a Escola Nova exerce na concepção de manuais de formação de professores para a área de linguagem, especificamente pela análise do manual Metodologia da Linguagem, de Orlando Leal Carneiro, publicado em 1959. Para tanto, inicialmente, procede a uma análise de postulados da psicologia experimental sintetizados por Jean Piaget. Em seguida, recupera o vínculo histórico da Escola Nova, no Brasil, com a psicologia experimental. Por fim, debruça-se sobre o manual, por meio de pesquisa documental e análise textual, buscando entender uma dimensão da história da formação docente no Brasil e seu vínculo com a Escola Nova.

 

https://doi.org/10.20396/rfe.v12i2.8659330
PDF

Referências

CARNEIRO, Leandro Leal. Metodologia da Linguagem. Rio de Janeiro: Ed. Agir, 1959.
KUHN, Thomas S. A Estrutura das revoluções cientificas. Tradução Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. São Paulo: Perspectiva, 2018.
MIGUEL, Maria E. B et al. Reformas Educacionais: as manifestações da Escola Nova no Brasil (1920 a 1946). Campinas, SP: Autores Associados; Uberlândia MG: EDUFU, 2011.
MONARCHA, Carlos. Brasil arcaico, Escola Nova: ciência, técnica &utopia nos anos 1920-1930. São Paulo: ed. UNESP, 2009.
_____. Lourenço Filho e a organização da psicologia aplicada à educação: São Paulo, 1922-1933. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 2001.
_____. Escola Normal da praça: o lado noturno das luzes. Campinas, Editora da Unicamp.
NONATO, S. Metodologia de ensino de língua portuguesa na formação docente: incursão em um corpus de manuais pedagógicos. Rev. Bras. Hist. Educ., 19, e077, 2019.
OLIVEIRA, Fernando Rodriguez de. História do ensino de literatura infantil no estado de São Paulo (1947-2003). São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015.
PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: ed. Forense Universitária, 1970.
SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história de teoria. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.
_____- História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2019.
SILVA, Vivian Batista da. Uma história das leituras para professores análise da produção e circulação de saberes especializados nos manuais pedagógicos (1930-1971). Revista brasileira de história da educação n° 6 jul./dez. 2003.
VERGARA, Moema de Rezende. Ciência e modernidade no Brasil: a constituição de duas vertentes historiográficas da ciência no século XX. Revista da SBHC, Rio de Janeiro, v. 2, n. 1, p. 22-31, jan./jun. 2004.

O periódico Filosofia e Educaçãoutiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.