Banner Portal
Mas esses alunos não largam o celular?
PDF

Palavras-chave

Educação
Direitos humanos
Filosofia

Como Citar

ROSA, Alex da. Mas esses alunos não largam o celular?. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 13, n. 3, p. 2790–2804, 2022. DOI: 10.20396/rfe.v13i3.8664182. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8664182. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

O presente ensaio parte de uma série de reflexões vinda da experiência prática da instauração de um curso pré-vestibular comunitário destinado a jovens e adultos de baixa renda. Como espaço de liberdade e libertação, a prática suscitou reflexões que tensionam o papel institucional do professor e questionam os conflitos que envolvem os partícipes. Os atritos e dificuldades que compõem a existência engajada em prol da liberdade e emancipação dos sujeitos são aqui abordados como parte constituinte do sujeito e que propõem uma decisão acerca da atitude em reforçar os papeis institucionais e caminhos já estabelecidos ou na tarefa de ensinar a transgredir e pensar junto e compor um povo por vir.

https://doi.org/10.20396/rfe.v13i3.8664182
PDF

Referências

ARENDT, Hannah. Liberdade para ser Livre. São Paulo: Bazar do Tempo, 2018.

BONETTO, P. X. R.; AGUIAR, A. A. D. . Esferas da insurreição : notas para uma vida não cafetinada. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 12, n. 2, 2020. DOI: 10.20396/rfe.v12i1.8658022. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8658022. Acesso em: 18 jan. 2021.

CLASTRES, Pierre. Sociedade Contra o Estado. São Paulo: Editora Ubu, 2020.

DAVIS, Angela. A liberdade é uma luta constante. São Paulo: Boitempo, 2018.

FOUCAULT, Michel. A Sociedade Punitiva. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2015.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. São Paulo: Vozes, 2014.

FOUCAULT, Michel. Preface. In: Gilles Deleuze e Félix Guattari. Anti-Oedipus: Capitalism and Schizophrenia, New York, Viking Press, 1977, pp. XI-XIV. Traduzido por wanderson flor do nascimento. Disponível em: http://michel-foucault.weebly.com/uploads/1/3/2/1/13213792/vidanaofascista.pdf. Acesso em: 18/01/2021.

GUATTARI, Félix. Confrontações. São Paulo: n-1 edições, 2016.

GRÓS, Frédéric. Desobediência. São Paulo: Ubu, 2018.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: A educação como prática da liberdade. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã yanomami. São Paulo: companhia das letras, 2015.

LEVY, Tatiana Salem. A experiência do fora: Blanchot, Foucault e Deleuze. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

ROLNIK, Suely. Esferas da Insurreição:Notas para uma vida não cafetinada. São Paulo: n-1 edições, 2019

SALDANHA, Rafael. Fazer filosofia a partir das instituições: uma questão de vergonha. In: MEDEIROS, Cláudio; GALDINO, Victor (Orgs.). Experimentos de filosofia pós-colonial. São Paulo: Politeia, 2020.

VÁZQUEZ, Rolando; WALTER, Mignolo. Pedagogía y (de)colonialidad. In: WALSH, Catherine. Pedagogías decoloniales: prácticas insurgentes de resistir, (re)existir y (re)vivir. Quito-Equador: Abyla Yala, 2017. p. 489-508

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Filosofia e Educação

Downloads

Não há dados estatísticos.