As políticas e as dinâmicas da interiorização da pós-graduação em Santa Catarina

um estudo sobre a região oeste

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8666782

Palavras-chave:

Políticas de educação superior, Pós-graduação, Interiorização, Santa Catarina

Resumo

A pós-graduação brasileira (PG) tem crescido exponencialmente nas últimas décadas. A expansão, no entanto, não tem ocorrido de forma uniforme em todas as regiões do país. As desigualdades e as assimetrias regionais e intrarregionais persistem. A redução das assimetrias tem ocorrido de forma lenta. O presente estudo teve como propósito investigar o processo de interiorização da PG no Brasil a partir de uma unidade específica da federação: Santa Catarina (SC). A partir dos dados gerais da PG no Brasil e em SC, optou-se por concentrar a investigação em uma região específica deste estado: a Oeste. O estudo foi desenvolvido por meio da pesquisa documental e a sistematização e análise dos principais indicadores da PG disponíveis na Plataforma Sucupira e nas bases do GeoCapes. Os dados apontam que a expansão da PG na região Oeste foi capitaneada pelas instituições de ensino superior (IES) sem fins lucrativos. Em 2019, as IES sem fins lucrativos ofertavam 72,4% dos cursos de PG, contra 27,6% das IES públicas e 0% do setor privado com fins lucrativos. O primeiro curso de PG na região Oeste foi recomendado pela CAPES em 2005. Em 2019, a região ofertava 29 cursos (24 mestrados e 05 doutorados), correspondendo a 9,9% do total dos cursos em SC. A UFFS, UNOESC e UNOCHAPECÓ respondem por 82,7% da oferta de cursos. A cidade de Chapecó concentra 71,4% dos cursos de PG da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joviles Vitório Trevisol, Universidade Federal da Fronteira Sul

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Pós-doutorado em Sociologia pelo CES/Universidade de Coimbra. Docente da Universidade Federal da Fronteira Sul

Geomara Balsanello, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestra em Educação pela Universidade Federal da Fronteira Sul. Administradora na Universidade Federal da Fronteira Sul

 

Sherlon Cristina de Bastiani, Secretaria Municipal de Educação de Joaçaba

Mestra em Educação pela Universidade Federal da Fronteira Sul. Docente/Diretora Geral de Ensino Fundamental na Secretaria Municipal de Educação de Joaçaba.

Referências

BALBACHEVCKI, Elisabeth. A Pós-Graduação no Brasil: novos desafios para uma política bem-sucedida. In: BROCK, Colin; SCHWARTZMAN, Simon (ed.). Os desafios da Educação no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005, p. 275-304.

BALSANELLO, Geomara. Autoavaliação: o que dizem os egressos da pós-graduação da Universidade Federal da Fronteira Sul. 2021. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, 2021.

BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1974. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/plano-nacional-de-pos-graduacao. Acesso em: 04 nov. 2019.

BRASIL. Constituição Federal. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm.

BRASIL. Lei nº 10.172, de 09 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 10 de jan. 2001. Seção 1, p. 1.

BRASIL. Decreto 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais -REUNI. Diário Oficial da União. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 30 out. 2020.

BRASIL, André. Building a national system of research and graduate education: how did the university become the house of science in Brazil? Revista Nupem, v. 12, n. 27, p. 222–253, 2020. DOI: https://doi.org/10.33871/nupem.2020.12.27.222-253

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Portaria nº 182, de 14 de agosto de 2018. Dispõe sobre processos avaliativos das propostas de cursos novos e dos programas de pós-graduação stricto sensu em funcionamento. Diário Oficial da União. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-182-de-14-de-agosto-de-2018-37024744. Acesso em: 15 abr. 2021.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Dados e Estatísticas: Geocapes. 2020. Disponível em: https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/. Acesso em: 18 nov. 2020.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Dados e Estatísticas: Geocapes. 2021. Disponível em: https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/. Acesso em: 10 abr. 2021.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Plataforma Sucupira: cursos avaliados e reconhecidos. 2021a. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/. Acesso em: 01 ago. 2021.

ETGES, Virginia Elisabeta et al. A “interiorização” da pesquisa e da Pós-Graduação no Brasil: o caso dos Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v.15, n.7, p. 16-34, 2019. Disponível em: https://www.rbgdr.net/revista/index.php/rbgdr/article/view/5256. Acesso em: 07 maio 2021.

GERON, Gabriela. Mapa dos cursos de pós-graduação em Santa Catarina em 2019. Santa Catarina. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA ESTATÍSTICA (IBGE). População de Santa Catarina. 2017. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/mapa_site/mapa_site.php#populacao. Acesso em: fev. 2018.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Censo da Educação Superior de 1999. 1999. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 10 maio 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Censo da Educação Superior de 2003. 2003. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 10 maio 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Censo da Educação Superior de 2006. 2006. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 10 maio 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Reuni. 2010. Disponível em: http://reuni.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=100&Itemid=81. Acesso em 26 nov. 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Censo da Educação Superior de 2011. 2011. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 10 maio 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC/INEP). Censo da Educação Superior de 2019. 2019. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior. Acesso em: 10 nov. 2020.

SANTOS, Ana Lúcia Félix dos; AZEVEDO, Janete Maria Lins de. A pós-graduação no Brasil, a pesquisa em educação e os estudos sobre a política educacional: os contornos da constituição de um campo acadêmico. Revista Brasileira de Educação, Pernambuco, v. 14, n. 42, set./dez. 2009. Disponível em: https://bit.ly/3XiKZdB. Acesso em: 15 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782009000300010

SCHWARTZMAN, Simon. Um espaço para ciência: a formação da comunidade científica no Brasil. Brasília: MCT, 2001, 276 p.

TREVISOL, Joviles Vitório. A pós-graduação na Universidade Federal da Fronteira Sul: interiorização e redução de assimetrias em uma região de fronteira. RBPG, Brasília, v. 12, n. 28, p. 505 - 532, agosto de 2015. DOI: https://doi.org/10.21713/2358-2332.2015.v12.781

TREVISOL, Joviles Vitório; BASTIANI, Sherlon Cristina de; BRASIL, André. As dinâmicas de Pós-Graduação em Santa Catarina: evolução e perspectivas (1969- 2018). Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 25, n. 01, p. 178-198, mar. 2020. Disponível em: https://bit.ly/3W11Ikw. Acesso em: 30 abr. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1414-407720200001000010

TREVISOL, Joviles Vitório; BASTIANI, Sherlon Cristina de. O cinquentenário da educação superior no Oeste de Santa Catarina: dinâmicas e tendências (1968-2018). Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 6, 2019. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8656167. Acesso em: 5 ago. 2021. DOI: https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8656167

UNOESC. Universidade do Oeste de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Educação: histórico. 2020. Disponível em: https://www.unoesc.edu.br/cursos/programas/programa-de-pos-graduacao-em-educacao/apresentacao. Acesso em: 24 nov. 2020.

VICENTE, Milene Siqueira; DIAS, Sabrina de Oliveira Moura; SANO, Bárbara Harumy. Análise da ampliação do Ensino Superior no Brasil a partir do Programa de Reestruturação e Expansão Universitária: as novas universidades federais. Movimento-Revista de Educação, Niterói, ano 5, n.9, p.07-40, jul./dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.uff.br/revistamovimento/article/view/32675. Acesso em: 07 maio 2021. DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i9.480

Publicado

2022-09-20

Como Citar

TREVISOL, J. V.; BALSANELLO, G.; BASTIANI, S. C. de. As políticas e as dinâmicas da interiorização da pós-graduação em Santa Catarina: um estudo sobre a região oeste. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023030, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8666782. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8666782. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos