Opinião de consumidores do município de Campinas (SP) sobre riscos à saúde provenientes dos alimentos

Autores

  • Maria da Conceição Pereira da Fonseca Universidade Estadual de Campinas
  • Elisabete Salay Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v12i1.1836

Palavras-chave:

Segurança do alimento. Opinião de consumidor. Educação do consumidor

Resumo

Estudos mostram que é expressiva nos países desenvolvidos a preocupação dos consumidores com os riscos alimentares à saúde. Ressaltando-se que esse tipo de preocupação, juntamente com variáveis socioeconômicas e demográficas, pode influenciar no padrão de consumo dos alimentos. No Brasil, os estudos relativos à opinião dos consumidores referente à segurança dos alimentos são ainda restritos. Este estudo avaliou a opinião de consumidores da cidade de Campinas (SP) com relação aos atributos dos alimentos, considerados prejudiciais à saúde. Esta pesquisa é exploratória e compreendeu entrevistas com 158 indivíduos, tendo-se adotado questionários com uma questão dissertativa sobre os riscos alimentares, além de questões que visavam à caracterização socioeconômica e demográfica dos entrevistados. Para análise estatística, utilizou-se o teste de Qui-Quadrado (c2) e o cálculo dos resíduos padronizados (Z res.). Os entrevistados citaram cerca de 20 atributos dos alimentos, considerados prejudiciais à saúde, sendo que a gordura (24,3%) e o colesterol (11,3%) prevaleceram. Contudo, uma parcela expressiva da população não fez referência aos microorganismos patogênicos. Sugere-se que seja implementada uma política de educação e informação sobre a segurança dos alimentos visando eliminar distorções relativas à percepção dos consumidores

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Conceição Pereira da Fonseca, Universidade Estadual de Campinas

Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação da Universidade Estadual de Campinas

Elisabete Salay, Universidade Estadual de Campinas

Professora Associada da Faculdade de Engenharia de Alimentos - Departamento de Alimentos e Nutrição da Universidade Estadual de Campinas

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICA – ABNT. NBR 14900: sistema de gestão da análise de perigos e pontos críticos de controle - Segurança de alimentos. Cidade, 2002. 9 p.

BARTLAN, M.J. Healthy and light foods: understanding the consumer. British Food Journal, Londres, v.95, n.3, p.3-11, 1993.

BECKER, T.; BENNER, E.; GLITSCH, K. Consumer perception of fresh meat quality in Germany. British Food Journal, Londres, v.102, n.3, p.246-266, 2000.

BRASIL, Conselho Nacional de Saúde. Resolução 196 de 10 de outubro de 1996.

BUSO, G. Análise do perfil do consumidor de carne bovina na cidade de São Paulo. São Carlos (SP). 2000. 174p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, São Carlos, 2000b.

CASWELL, J.A. Valuing food safety and nutrition. Boulder: Westview Pres, 1981, 457 p.

CHINNICI, G.; DÁMICO, M.; PECORINO, B. A multivariate statistical analysis on the consumers of organic products. British Food Journal, Londres, v. 104, n.3/4/5, p.187-199, 2002.

CLAYTON, D.A.; GRIFFITH, C.J.; PRICE, P. An investigation of the factors underlying consumers’ implementation of specific food safety practices. London. British Food Journal, v.105, n.7, p.434- 453, 2003.

COSTA, M.C.; DELIZA, R.; ROSENTHAL, A.; HEDDERLEY, D.; FREWER, L. Non conventional technologies and impact on consumer behavior. Food Science e Technology, v.11, s/d, p.188-193, 2000.

CRANE, N.T.; HUBBARD, V.S; LEWIS, C.J. American diets and year 2000 goals. In: FRAZAO, E. ed. America’s Eating Habits: Changes and Consequences. Washington, DC: Economic Research Service, United States Dept of Agriculture; 1999. Agriculture Information Bulletin No. 750:111-133

FAZIO, G.; FURQUIM, M.F.; KASSOUF, A.L. Preocupações dos consumidores com a qualidade de alimentos. Preços agrícolas, Campinas (SP), p. 9- 12, 1997.

FREWER, L. Developing a food safety strategy. Diponível: http://www.who.org. 21 fev. 2001.

FULLMER, S.; GEIGER, C.J.; PARENT, C.R.M. Consumers’ knowledge, understanding, and attitudes toward health claims on food labels, Journal of the American Dietetic Association, New Yourk, v.91, n. 2, 1991.

FUNDAÇÃO DO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISES DE DADOS – SEADE, disponível: http://www.seade.gov.br/produtos/perfil/, acesso: 14/03/2005.

HAMILTON, J.; KNOX, B.; HILL, D.; PARR, H. Reduced fat products: consumer perception and preference. British Food Journal. Londres, v. 102, n.7, p.494-506, 2000.

INSTITUTO BRASILEIRO DE OPINIÃO PUBLICA E ESTATÍSTICA (IBOPE). Pesquisa de opinião pública sobre os transgênicos, São Paulo, 2002.

INSTITUTO BRASILEIRO DE OPINIÃO PUBLICA E ESTATÍSTICA (IBOPE). Pesquisa de opinião pública sobre os transgênicos, São Paulo, 2001.

JUSSAUME Jr., R.; JUDSON, D.H. Public perceptions about food safety in the United States and Japan. Rural Sociology, Montana, v.57, n.2, p.235-249, 1992.

LAPPALAINEN, R.; KEARNEY, J.; GIBNEY, M. A PAN EU survey of consumer attitudes to food, nutrition and health: an overview. Food Quality and Preference. Amsterdam,. v.9, n.6, p.467-478, 1998.

LEE, K . Food neophobia: major causes and treatments. Food Technology, Chicago, v.43, n.12, december, p.62-73, 1989

MERTZ, C.K.; SLOVIC, P.; PURCHASE, I.F.H Judgments of chemical risks: comparisons among senior managers, toxicologist, and the public. Risk Analysis, Londres, v.18, n.4, p.391-404, 1998

MOON, W.; FLORKOWSKI, W. J.; RESURRECCION, A. V. A.; BEUCHAT, L. R; CHINNAN, M.S.; PARASKOVA, P.; JORDANOV, J. Consumer concerns about nutritional attributes in a transition economy. Food Policy, Amsterdam, v.23, n. 5, p.357–369, 1998.

NELSON. R. Risk management behaviour by the Northern Ireland food consumer. International Journal of Consumer Studies, v. 28, n.2, p.186–193, 2004

O’DONOVAN, P.; McCARTHY, M. Irish consumer preference for organic meat. British Food Journal, Londres, v.104, n. 3/4/5, p. 353-370, 2002.

OTT, S.; HUANG, C.H; MISRA, S.K. Consumers’ perceptions of risks from pesticide residues and demand for certification of residue-free produce. In: CASWELL, J.A.. Economic of food safety. New York: Elsevier Science Pub., 1991. Cap. 7 p.175-188.

O NOVO perfil do consumidor. Revista da Associação Brasileira de Supermercados. São Paulo, v.18, n.11, p.90-113, 1992.

PAPP, J.; LAKNER, Z.; KOMÁROMI, N.; LEHOTA, J. Food consumer types and behavior in Hugary: a suvery of food consumers’ attitudes and practical behavior. ACTA Alimentaria, v. 26, n.3, p.199-217, 1997.

PRAXEDES, P.C.G.. Aspecto da qualidade higiênico-sanitária de alimentos consumidos e comercialisados na comunidade São Remo, São Paulo, capital. 2003. 120p. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em Epidemilogia Experimental Aplicada à Zoonoses, Faculdade de Medicina e Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2003.

RALPH, L.; SEAMAN, C.E.A.; WOODS, M. Male attitudes towards healthy eating. British Food Journal. Londres, v.98, n.1, p.4-6, 1996.

REVISTA SUPER INTERESSANTE. Como o brasileiro se alimenta, ano 5, n. 6,7 e 8, 1991.

RIMAL,A.; FLETCHER, S.M.; McWATTERS, K.H.; MISRA, S.K.; DEODHA, S. Perception of food safety and changes in food consumption habits: a consumer analysis. International Journal of Consumer Studies, v.25, n.1, po.43-52, 2001.

SABA, A.; ROSATI, S.; VASSALLO, M. Biotechnology in agriculture: perceived risks, benefits and attitudes in Italy. . British Food Journal, Londres, v.102, n. 2, p. 114-121, 2000.

SALGUEIRO, S. Consumidor dá nota para os serviços de supermercados, SuperHiper, São Paulo, ano 21, n. 234, 1995

SCHAFER, R.; SCHAFER, E.; BULTENA, G.; HOIBERG, E.O. Food safety: applications of the health belief model. Journal of Nutrition Education. Canadá,. V. 25, N.1, P.17-23, 1993.

SENAUER, B. Consumer food safety concerns. Cereal Foods World, v.37, n.40, p.298-303, 1991.

SHINE, A.; O’REILLY, S.; O’SULLIVAN, K. Consumer attitudes to nutrition labeling, British Food Journal, Londres, v. 99, n. 8, p.283-289, 1997.

SPARKS, P.; SHEPHERD, R. Public perception of food-relatd hazards: individual and social dimensions. Food Quality and Preference. Amsterdam, v.5, n.3, p.185-194, 1994.

SPERS, E.E. Preferência do consumidor por atributos de segurança: aplicação de Con¡oint Analysys. 1998. 108p. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em ciências da Economia Aplicada, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1998.

SPERS, E.E.; Mecanismos de regulação da qualidade e segurança em alimentos. 2003. 136p. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Economia, Administração e Contabilidade, Faculdade Economia, Administração e Contabilidade Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

SPERS, E. E.; KASSOUK, A.L. A abertura do mercado e a preocupação com a segurança alimentar sob o enfoque qualitativo, Brasília (DF), Anais do XXXIII congresso brasileiro de economia e sociologia rural, Curitiba (PR) 31 de julho a 3 de agosto de 1995.

TUORILA, H.; LÄHTEENMAÁKI, L.; POHJALAINEN, L.; LOTTI, L. Food neophobia among the finns and related responses to familiar and

unfamiliar foods. Food Quality Preference, Amsterdam, v.12, n. , p.29-37, 2001.

VERBEKE, W. Influences on the consumer decision- making process towards fresh meat. British Food Journal, Londres, v.102, n.7, p.522-538, 2000

YEUNG, R.M.W.; MORRIS, J. Food safety risk: consumer perception and purchase behaviour. British Food Journal. Londres, v.103, n.3, p.170-186, 2001.

WANDEL, M. Understanding consumer concern about food-related health risks. British Food Journal. Londres, v.96, n.7, p.35-40, 1994.

WARLAND, R.H.; HERRMANN, R.O.; STERNGOLD, A. Assessing the bases of food safety concerns. In: Interdisciplinary Food Safety Research, Boca Raton: CRC Press, 2001, chapter 9, p. 183-203.

Downloads

Como Citar

FONSECA, M. da C. P. da; SALAY, E. Opinião de consumidores do município de Campinas (SP) sobre riscos à saúde provenientes dos alimentos. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 12, n. 1, p. 10–25, 2015. DOI: 10.20396/san.v12i1.1836. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/1836. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)