Banner Portal
Doação de alimentos como ação emergencial de combate à fome – subsídios aos COMSEAS
PDF

Palavras-chave

Fome-ética. Pobreza. Programas e políticas de nutrição e alimentação. Segurança alimentar.

Como Citar

BOOG, M. C. F. Doação de alimentos como ação emergencial de combate à fome – subsídios aos COMSEAS. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 13, n. 1, p. 78–84, 2015. DOI: 10.20396/san.v13i1.1846. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/1846. Acesso em: 1 mar. 2024.

Resumo

Os Conselhos Municipais de Segurança Alimentar – COMSEAs têm por função propor as diretrizes gerais da Política de Segurança Alimentar e Nutricional a serem implementadas pelos órgãos executores. Freqüentemente os membros dos Conselhos Municipais de Segurança Alimentar precisam posicionar-se em relação às ações emergenciais de combate à fome, ou seja, à doação de alimentos (CONSEA, 2006). Vários fatores de ordem técnica e ética precisam ser considerados na tomada de decisão sobre a pertinência ou não de doar alimentos. O ensaio tem por objetivo trazer elementos teóricos que possam subsidiar os membros de COMSEAs na análise de benefícios e malefícios, a curto e longo prazo, de se empreender ações emergenciais.
https://doi.org/10.20396/san.v13i1.1846
PDF

Referências

. Belik W. Como as empresas podem apoiar e participar do combate à fome. São Paulo: Instituto Ethos; 2003.

. Boff L. Saber cuidar: ética do humano, compaixão pela terra. Petrópolis: Vozes; 1999.

. Boog MCF. Contribuições da educação nutricional à construção da segurança alimentar. Saúde Rev. 2004; 6: 17-23.

. Conselho Nacional de Segurança Alimentar. Fome Zero. Brasília: Palácio do Planalto. Disponível em: http://www.fomezero.gov.br/download/CartilhaCONSEAcomp.pdf. Acesso em 5 jun. 2006.

. Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Princípios e diretrizes de uma política de segurança alimentar e nutricional. Brasília: CONSEA; 2004.

. Demo P. Política social, educação e cidadania. 8.ed. Campinas: Papirus; 2005.

. Ferreira, ABH Novo dicionário da língua portuguesa. 2.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; 1986.

. Flandrin JL & Montanari M. História da alimentação. São Paulo: Estação Liberdade; 1998.

. Folha de S. Paulo Combate à miséria é prioridade, diz Betinho. 5 set.1993. Caderno 1: 14.

. Freitas MCS. Agonia da Fome. Salvador: EDUFBA / Rio de Janeiro: FIOCRUZ; 2003.

. George S. O mercado da fome: as verdadeiras razões da fome no mundo. Rio de Janeiro: Paz & Terra; 1978.

. Gerhardt TE Situações de vida, pobreza e saúde: estratégias alimentares e práticas sociais no meio urbano. Ciên Saúde Colet 2003; 8. Disponível em: www.scielo.br. Acesso em 20 fev. 2004.

. Magalhães R. Enfrentando a pobreza, reconstruindo vínculos sociais: as lições da Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida. Cad. Saúde Pública. 2002; 18: 121-37.

. Maluf R. Ações públicas de segurança alimentar para grupos populacionais específicos. São Paulo: Instituto Pólis. Disponível em: http://www.polis.org.br/obras/arquivo_175.pdf. Acesso em 28 fev. 2006.

. Martin-Prével Y. Soins et nutrition publique. Santé. 2002; 12: 86-93.

. Monteiro CA. A dimensão da pobreza, da desnutrição e da fome no Brasil. Estudos Avançados. 2003; 17: 7-20.

. Morin E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 3.ed. São Paulo: Cortez/Brasília: UNESCO; 2001.

. Poulain JP & Proença RPC. O espaço social alimentar: um instrumento para o estudo dos modelos alimentares. Rev. Nutr. 2003; 16: 245-56.

. Schlichting S. Almoço como momento terapêutico: uma abordagem de educação em saúde com mulheres alcoolistas [dissertação]. Campinas: Universidade estadual de Campinas; 2004. 98p.

. Selli L & Garrafa V. Bioética, solidariedade crítica e voluntariado orgânico Rev Saúde Pública 2005; 39: 473-8.

. Sung JM. Desejo, mercado e religião. 2.ed. Petrópolis: Vozes; 1997.

. Traverso-Yepez M & Morais NA. Reivindicando a subjetividade dos usuários da Rede Básica de saúde: para uma humanização no atendimento. Cad. Saúde Pública. 2004; 20: 80-8.

. Uchimura KU, Bosi MLM. O mercado dos pobres: um enfoque qualitativo da utilização de programas sociais de alimentação. Cad. Saúde Pública. 2004; 20: 482-91.

A revista Segurança Alimentar e Nutricional utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.